Coluna Gustavo Almeida
  • quarta, 05 de agosto de 2020, às 18:11h

    Relação política entre Ciro e W.Dias não é boa (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    O senador Ciro Nogueira (Progressistas) disse na tarde desta quarta-feira (5) ao Política Dinâmica que soube do rompimento entre ele e o governador Wellington Dias (PT) pela imprensa. O fim da aliança entre os dois tem sido divulgado hoje em alguns sites, mas apesar disso Ciro nega que tenha havido rompimento, pelo menos da parte dele.

    “Estou sabendo pela imprensa. Recebi o governador na minha casa, ele e o senador Marcelo, e em minuto nenhum ele falou de rompimento. Mas vamos aguardar um pronunciamento do governador porque em minuto nenhum ele falou em nada de rompimento aqui comigo”, disse.

    Na terça-feira (4), Wellington Dias foi até a casa de Ciro em Brasília tratar da relação política entre o governo estadual e o Progressistas. O senador Marcelo Castro (MDB), eleito com Ciro e Wellington na chapa governista em 2018, foi junto com o governador. O Política Dinâmica tentou contato com Marcelo, mas não obteve sucesso.

    O presidente regional do Progressistas, deputado estadual Júlio Arcoverde, falou que não foi comunicado de nada sobre rompimento político do seu partido com Wellington.

    A reportagem buscou a assessoria do governador Wellington Dias para comentar o assunto, mas não obteve resposta até a publicação da matéria. Já o presidente estadual do PT, deputado Francisco Limma, prometeu gravar uma fala pública sobre o assunto ainda nesta quarta-feira.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quarta, 05 de agosto de 2020, às 13:30h

    Relação entre senador e governo não anda bem (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Durante visita às obras da nova maternidade de Teresina nesta quarta-feira (5), o governador Wellington Dias (PT) deu uma espécie de ultimato ao senador Ciro Nogueira sobre a permanência do Progressistas na sua base aliada. Jornalistas questionaram o petista sobre a relação conturbada com o partido de Ciro e ele disse que é chegada a hora de uma definição.

    "Acho que é um direito que os partidos têm de montar sua estratégia. Em um determinado momento vamos ter que tomar uma decisão. Quero dizer que tenho muita gratidão por tudo que trabalhamos juntos. Espero que a gente possa ter essa capacidade de diálogo. A gente vai ter que tomar uma decisão e isso também tem que ser, como se diz, olho no olho”, afirmou.

    Essa é a primeira vez que Wellington fala de modo mais incisivo sobre a permanência — ou não — do Progressistas em base do seu governo. A intenção de continuar sendo aliado do PT no Piauí parece não existir mais em Ciro, mas ele segue ocupando secretarias na gestão estadual. 

    Pelo visto, Wellington acordou para essa realidade.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quarta, 05 de agosto de 2020, às 12:03h

    Fala de advogado ocorreu em sessão virtual do TCE-PI (Foto: Reprodução/Vídeo/TCE-PI)

    O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) julgou nesta quarta-feira (5) as contas de gestão de 2018 da Câmara Municipal de Paes Landim, cidade distante 547 km de Teresina. É a terra natal do governador Wellington Dias (PT). Entre as irregularidades apontadas, o ex-presidente Idelbrando Borges teria feito pagamento de valor acima do permitido na remuneração dos vereadores. 

    Ao fazer a defesa do seu cliente, o advogado Daniel Gonçalves reconheceu que houve ilegalidade formal na lei municipal que aumentou os vencimentos dos vereadores, mas disse que a aprovação dela ocorreu na gestão anterior a do seu cliente.

    O advogado foi além e pediu aos conselheiros que perdoassem a questão, que ele considera falha formal, pois gestores de cidades pequenas sofrem de hipossuficiência técnica. Numa tradução simples, ele quis dizer que os gestores sofrem de pobreza de conhecimento técnico.

    “Essa lei foi aprovada na legislatura anterior a do presidente Idelbrando. Essa mudança de legislação não foi orientada pelo assessor jurídico deles na época. O gestor, principalmente esses gestores do interior do estado, normalmente não são providos de conhecimento técnico. Eles sofrem de hipossuficiência técnica. Eles dependem do que os assessores orientam. E nesse caso ele foi orientado de forma equivocada”, disse.

    Justamente por isso, o advogado diz ser a favor de que haja uma legislação específica para julgamentos de contas de pequenas cidades do interior. “Devia ser uma legislação específica e não a mesma legislação que cumprem os municípios de grande porte, estados e União, que têm toda uma estrutura por trás que pode ajudar”, argumentou.

    Ao final, os conselheiros aprovaram as contas com ressalvas e apenas aplicaram uma multa de 200 UFIRs ao ex-gestor da Câmara Municipal de Paes Landim.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quarta, 05 de agosto de 2020, às 10:26h

    Avelar Ferreira garante união da família (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    O ex-prefeito e pré-candidato a prefeito de São Raimundo Nonato, Avelar Ferreira (DEM), afirma que não teme a estrutura política em torno da atual prefeita Carmelita Castro (Progressistas). Derrotado por Carmelita em 2016, quando tentava a reeleição, Avelar garante que está pronto para vencer a adversária e a estrutura de poder em torno dela.

    “Estou animado. Ela está há quase quatro anos no poder, com o poder político nas mãos, marido deputado estadual, irmã deputada federal, senador Ciro Nogueira presidente do seu partido, um aliado fortíssimo que é o governador Wellington Dias, o senador Marcelo Castro e sua irmã secretária de meio ambiente. E por que eu estou animado? Porque mesmo com tanto poder político nas mãos, ela não conseguiu realizar em São Raimundo Nonato nenhuma obra. Não tem nenhuma obra feita pela prefeita Carmelita aqui”, critica o ex-prefeito.

    Avelar atribui à sua adversária apenas reformas de praças e obras de pavimentação com emendas parlamentares, mas diz que ela não iniciou e concluiu nenhuma obra nova. 

    “Ela apenas fez reformas de praças e calçamentos que foram com emendas parlamentares e um restante de um asfalto com emenda do deputado federal Paes Landim que foi iniciado por mim em 2016 e ela terminou agora. Então eu estou animado por isso. Porque ela com tanto poder não fez nada. Isso vai descredenciar ela para a reeleição”, argumentou.

    VAI PROCURAR CIRO NOGUEIRA

    Avelar Ferreira apoiou o senador Ciro Nogueira (Progressistas) nas eleições de 2018. No entanto, o senador é partidário e grande aliado da atual prefeita. Mesmo assim, ele elogia o senador e diz que vai procurá-lo apesar da ligação de Ciro com Carmelita.

    “Eu apostei no senador Ciro Nogueira por ele ser um senador influente, um senador que tem prestígio em todos os ministérios do Planalto e que tem trazido obras relevantes para o Piauí. E eu vou, com certeza, procurá-lo. Eu o apoiei aqui em São Raimundo e ele foi bem votado. Apesar da prefeita ser do partido dele, isso não impede de eu conversar com o senador e levar as demandas aqui de São Raimundo Nonato para ele”, falou.

    FAMÍLIA FERREIRA UNIDA

    Avelar garante que a família Ferreira está unida em prol da sua candidatura a prefeito. Segundo ele, seu irmão, o ex-deputado estadual Edson Ferreira (PSDB), está engajado.

    “Toda a minha família, do mais velho ao mais novo, meus irmãos, meus cunhados, todos estão comigo, do meu lado. O deputado Edson Ferreira está do meu lado, é um dos meus, digamos assim, conselheiros políticos. Ele me orienta, é um dos que fazem parte de um conselho, está integrado e abraçou nossa candidatura em todos os sentidos. Nós vamos ganhar as eleições em São Raimundo Nonato em 2020”, finaliza o ex-gestor que já foi prefeito três vezes.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quarta, 05 de agosto de 2020, às 8:20h

    Convênio já está assinado e recursos estão empenhados (Foto: Divulgação/Assessoria)

    Bom Jesus, município distante 632 km de Teresina, terá a primeira estrada municipal asfaltada do interior do Piauí. Em um Estado carente de infraestrutura, a obra na zona rural de Bom Jesus é um marco. Ela será feita com R$ 5 milhões destinados pelo senador Elmano Férrer (Podemos).

    O trecho a ser asfaltado vai ligar a comunidade de Piripiri, na zona rural do município, à BR-135, agora apelidada de rodovia da soja. Os recursos destinados por Elmano Férrer já estão empenhados e vão ser liberados pela Caixa Econômica Federal.

    O convênio para construção da via na zona rural de Bom Jesus foi assinado na sexta-feira (31) pelo gerente da Caixa no Piauí e pelo prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas (PSDB). O senador Elmano Férrer estava presente no ato de assinatura e comemorou nas redes sociais.

    "Bom Jesus será o primeiro município do interior do Piauí a ter estrada municipal asfaltada. Com muita alegria, destinei R$ 5 milhões para asfaltar o trecho que liga a comunidade de Piripiri, na zona rural, à rodovia da soja. Bom Jesus é um grande polo do agronegócio e estratégico na região do Matopiba. Seguimos trabalhando por mais infraestrutura em todo o Piauí", escreveu.

    Aliado do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), Elmano Férrer tem focado sua atuação na infraestrutura e viabilizado obras na capital e no interior do Piauí.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • terça, 04 de agosto de 2020, às 15:16h

    Eleição em Valença é prioridade para grupo de Evaldo (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

    O presidente do Solidariedade no Piauí, deputado estadual Evaldo Gomes, afirmou nesta terça-feira (4) que o seu partido está preparado para enfrentar a estrutura do Progressistas em Valença do Piauí, a 210 km de Teresina. A eleição na cidade é uma das prioridades do Solidariedade nas eleições de 2020 e a intenção é reeleger a atual prefeita Ceiça Dias.

    Valença tem mais de 20 mil habitantes. Lá, o Progressistas do senador Ciro Nogueira tenta derrotar o grupo de Evaldo e Marcos Vinícius Dias e eleger o empresário Marcelo Costa, derrotado por Ceiça em 2016. Apesar da estrutura política por trás do adversário, Evaldo garante que o Solidariedade não tem medo do poder do Progressistas em Valença.

    "O Solidariedade está preparado em Valença do Piauí para enfrentar a estrutura do PP e de qualquer outro adversário. Acredito no trabalho da gestão da prefeita Ceiça Dias, da nossa militância e do povo do município de Valença para fazer mais uma vez a Ceiça prefeita da cidade", afirmou Evaldo ao Política Dinâmica.

    No município, o Solidariedade tem o apoio do grupo político do ex-deputado federal Marllos Sampaio (MDB), que desistiu de disputar a prefeitura para apoiar a reeleição de Ceiça Dias. A prefeita ainda conta com a adesão de um segmento do PT ligado ao deputado Franzé Silva.

    Quem coordena a campanha de Ceiça Dias em Valença é o filho dela, Marcos Vinícius Dias (Solidariedade). Em 2018, Marcos disputou a eleição para o Senado no Piauí.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • terça, 04 de agosto de 2020, às 12:12h

    Firmino Filho terá reuniões em Brasília (Foto: Reprodução/Facebook/Firmino Filho)

    O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), saiu da capital pela primeira vez após quatro meses de pandemia. Ele embarcou nesta terça-feira (4) para Brasília, onde vai se reunir com representantes do Governo Federal, da Câmara dos Deputados e do Senado.

    "Depois de quatro meses, saindo de Teresina pela primeira vez. Mas por uma boa causa e com todos os cuidados. Em Brasília vamos nos reunir com representantes do Governo Federal, Câmara dos Deputados, Senado e Frente Nacional dos Prefeitos. Precisamos encontrar caminhos para sair dessa crise da melhor forma possível, em todos os setores", escreveu.

    Desde o início da pandemia do novo coronavírus, Firmino não tinha feito nenhuma viagem. Nesse período, o gestor teve covid-19 e se recuperou em pouco tempo.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • terça, 04 de agosto de 2020, às 10:20h

    Padre Walmir, prefeito de Picos (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    O clima político na cidade de Picos está cada dia mais agitado. Depois que o atual prefeito Padre Walmir Lima (PT) rompeu com o pré-candidato Araujinho, do próprio PT, a situação ficou tumultuada. Desde então, só tem confusão na cidade modelo.

    Em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (3), Padre Walmir explicou que é excluído pelo grupo de Araujinho até em postagens nas redes sociais. Embora ainda seja o prefeito da cidade e esteja com a caneta na mão, o padre se sente desprestigiado pela turma de Araujinho.

    Para botar fogo na fogueira, o presidente regional do PT, deputado estadual Francisco Limma, disse que o padre sofre de instabilidade emocional e que o melhor que ele deve fazer nesse momento é ficar recluso, concluir o que resta de mandato e evitar problemas.

    Araujinho é o candidato da predileção do Governo do Estado em Picos.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • segunda, 03 de agosto de 2020, às 12:15h

    Pedro Isidora Neto foi prefeito três vezes (Foto: Reprodução/Canabrava News)

    O ex-prefeito do município de São João da Canabrava, Pedro Isidoro Neto, morreu na madrugada desta segunda-feira (3) em Teresina vítima de complicações provocadas pelo novo coronavírus. Ele tinha 65 anos e estava internado no Hospital São Marcos, em Teresina.

    O ex-gestor também estava com dengue e tinha comorbidades. Pedro Isidoro foi o primeiro prefeito de São João da Canabrava, cidade na região de Picos, eleito para o quadriênio 1989 a 1992. Ele ainda seria prefeito em mais dois mandatos consecutivos, de 1997 a 2004.

    Ele era tio da atual prefeita do município Mércia Abreu (MDB).

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • segunda, 03 de agosto de 2020, às 11:41h

    Margarete Coelho está com a Covid-19 (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A deputada federal Margarete Coelho (Progressistas) usou as redes sociais nesta segunda-feira (3) para dizer que chegou ao sexto dia de sintomas da Covid-19. Ela contou que está se sentindo totalmente indisposta, com dor de garganta, mialgia e nariz entupido. Apesar disso, ressalta que esses não são sintomas graves da doença e que espera superar logo essa fase.

    "Hoje completo o sexto dia de sintomas da Covid-19. Estou em casa, isolada, medicada, sem sintomas graves, graças a Deus! Mas mesmo assim a mialgia, dor de garganta, de ouvido, nariz entupido, totalmente indisposta... não é fácil, não! Continuo rezando para fechar bem esse ciclo", escreveu a deputada em sua conta no Twitter.

    Margarete anunciou que testou positivo para a Covid-19 na quarta-feira (29), o que a impediu de participar da agenda do presidente Jair Bolsonaro em São Raimundo Nonato e Coronel José Dias na quinta-feira (30). A deputada segue em casa, isolada e sendo medicada.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • segunda, 03 de agosto de 2020, às 9:09h

    Assis estava no 3º mandato de deputado federal (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A morte do deputado federal Assis Carvalho (PT) completa um mês na próxima quarta-feira (5). Nas redes sociais, a família convidou amigos e admiradores para assistirem a missa que será celebrada na data. A celebração religiosa será transmitida ao vivo página do deputado no Facebook e ainda pela rádio Verona FM e nas redes sociais da emissora.

    "Vamos celebrar a Esperança! Nesta quarta-feira, 5 de agosto, quando se completa 1 mês da partida e muita saudade do nosso querido Assis Carvalho, participe conosco da cerimônia sagrada de fé na vida eterna.", diz texto postado no perfil do deputado no Instagram.

    Assis morreu no dia 5 de julho após passar mal e infartar em Oeiras, a 306 km de Teresina.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • sábado, 01 de agosto de 2020, às 11:51h

    MPF quer barra vontade de Wellington Dias (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF) tenta impedir que o governador Wellington Dias (PT) use recursos do Fundef em áreas que não sejam a Educação. O MPF reiterou o pedido para barrar a ímpeto do gestor de usar 35% (R$ 578 milhões) do valor do Fundef na saúde, assistência social e geração de empregos.

    Alegando que está sobrando dinheiro para investir na educação básica no Piauí, o governador foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que 35% do recurso do Fundef seja usado na saúde, para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. A utilização se estenderia à assistência social e geração de empregos, setores afetados pela crise de saúde.

    Ao todo, o Estado do Piauí recebeu R$ 1,6 bilhão oriundo do antigo Fundef. No entanto, o STF definiu, ainda antes da liberação do recurso, que ele deve ser usado exclusivamente na Educação. É justamente essa obrigatoriedade que Wellington Dias tentar mudar no mesmo STF.

    MPF É TOTALMENTE CONTRA

    Na ação, o MPF sustenta que a utilização dos recursos apenas na Educação também tem amparo em julgados do Tribunal de Contas da União (TCU), do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). Para o MPF, a aplicação da verba legitimamente destinada à educação também contribui para a redução da desigualdade social.

    O órgão entende que não há razão para o recurso do Fundef ser usado em outras áreas. 

    O pedido feito pelo governador ao STF ainda aguarda decisão da ministra Cármen Lúcia.

    LEIA TAMBÉM:
    No STF, Wellington diz que R$ 1,6 bilhão para educação é exagero

    "Sobejam recursos para educação"

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • sábado, 01 de agosto de 2020, às 9:15h

    Sádia Castro, secretária de Meio Ambiente (Foto: Divulgação/Governo do Estado)

    A secretária de Meio Ambiente do Piauí, Sádia Castro, testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi dada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Piauí (Semar) em nota divulgada na manhã deste sábado (1º).

    Segundo a nota, Sádia está isolada em casa e seguindo todas as orientações médicas. Ainda conforme a Semar, a secretária apresenta apenas sintomas leves da doença e vai permanecer em isolamento até se recuperar totalmente.

    Uma irmã de Sádia, a deputada federal Margarete Coelho (Progressistas), também está com a Covid-19. Margarete testou positivo na quarta-feira (29).

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • sexta, 31 de julho de 2020, às 10:07h

    Lucy denuncia que foi barrada no Hosp. do Verdão (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

    A deputada estadual Lucy Soares (Progressistas) afirmou que foi impedida de entrar no Hospital de Campanha do Verdão nesta sexta-feira (31) para fazer uma fiscalização no local. Segundo ela, seu direito de exercer o papel de parlamentar foi negado.

    “Eu me encontro agora nesse momento no Hospital do Verdão e fui impedida de entrar. Fui impedida de exercer o meu papel como parlamentar”, relatou a deputada em um vídeo.

    Lucy diz que o Hospital de Campanha do Verdão não teve o desempenho esperado mesmo após alto investimento feito pelo Governo do Estado. Por conta disso, ela afirma que o hospital “não deu certo”, defende seu fechamento e o uso dos recursos em outras unidades.

    “Como não está tendo desempenho eficiente, é fundamental que esses recursos possam ser aplicados em outros locais que estão tendo necessidade, como é o caso do Hospital da Polícia Militar, do HGV e do Natan Portela. Então, nós defendemos o fechamento do Hospital do Verdão porque ele não deu certo”, argumenta.

    Ainda conforme a deputada, o Hospital do Verdão foi projetado para abrigar 103 leitos, mas após vários meses de pandemia só tem metade disso e 20 pacientes com Covid-19. O Governo do Piauí investiu mais de R$ 5 milhões para montar a estrutura provisória.

    Procurada pela Política Dinâmica, a Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) informou que a deputada Lucy foi recebida no acesso à área administrativa do hospital, onde foi informada que não seria possível a sua entrada no pavilhão em que se encontram os pacientes, pois, excepcionalmente nesta sexta-feira, o hospital encontra-se em expediente interno.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • sexta, 31 de julho de 2020, às 8:41h

    Bolsonaro montou em égua no interior do Piauí (Foto: Alan Santos/Presidência da República)

    O cavalo que o presidente da República Jair Bolsonaro (Sem partido) montou em São Raimundo Nonato é, na verdade, uma égua. O animal tem o nome de "Juriti". 

    O dono é proprietário de um parque de vaquejada na cidade e foi até o aeroporto com outros amigos pedir ao presidente que a atividade seja transformada em lei.

    A vaquejada chegou a ser proibida por alegação de maus-tratos aos animais, mas mas em 2019 foi transformada em manifestação cultural nacional por uma lei sancionada por Bolsonaro e pode ser realizada no Brasil. No entanto, os defensores da atividade entendem que é necessário uma lei específica para a garantia da vaquejada.

    Depois que Bolsonaro montou, a égua Juriti ficou famosa na região. O dono José Marcony Soares Siqueira, que é bolsonarista, não esconde a alegria de ver a égua famosa.

    • Teresina Legislação e Painel Covid 19 - PMT
    • Teresina Painel e Legislação - PMT
    • Hero Grill Self Service
    • Flores Da Casinha
    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados


voltar para 'Política Dinâmica'