Coluna Gustavo Almeida
  • sexta, 13 de novembro de 2020, às 12:41h

    PF está atuando em tudo o Piauí nas eleições (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira (12) em Paquetá, a 314 km de Teresina, a quantia de R$ 14,5 mil que seria supostamente usada para crime eleitoral no município vizinho de Santa Cruz do Piauí. De acordo com a PF, o dinheiro estava com um homem que portava santinhos de um candidato de Santa Cruz do Piauí. 

    O nome do candidato não foi revelado pela PF. A apreensão ocorreu durante uma inspeção de rotina feita pelos agentes federais. Além do dinheiro, o material de propaganda política também foi apreendido. Um inquérito policial será instaurado para investigar o caso.

    Paquetá e Santa Cruz do Piauí fazem divisa e ficam na região de Picos. A Polícia Federal iniciou esta semana a Operação Eleições e vai atuar em vários municípios do Estado. Segundo a delegada Mariana Paranhos Calderon, superintendente da PF no Piauí, todo o efetivo da corporação foi empregado na operação.

    • R&G Feet
  • quinta, 12 de novembro de 2020, às 12:13h

    Bolsa Família Municipal é compromisso de candidato no Piauí (Foto: Reprodução/Facebook)

    O candidato a prefeito de São Lourenço do Piauí, Biraci Damasceno (PSD), pretende criar o “Bolsa Família Lourenciano” caso venha a ser eleito. Segundo a proposta, o objetivo é beneficiar até 300 famílias carentes do município com uma renda mensal assegurada pela prefeitura.

    Biraci Damasceno, o Bira, é ex-prefeito da cidade. Ele protagoniza uma acirrada disputa eleitoral com a atual prefeita Michelle Oliveira (Progressistas). Em 2016 eles se enfrentaram e Bira perdeu por uma diferença de apenas 11 votos. Dessa vez, ele garante que vai derrotar a adversária.

    São Lourenço do Piauí tem menos de 5 mil habitantes e fica distante 550 km de Teresina, na região de São Raimundo Nonato. 

    • R&G Feet
  • quinta, 12 de novembro de 2020, às 10:43h

    Flávio Nogueira, deputado federal do Piauí (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    O deputado federal Flávio Nogueira (PDT-PI) usou as redes sociais nesta quinta-feira (12) para refletir sobre a necessidade de se cultivar boas relações, ainda que haja diferenças entre as pessoas. Ele pontuou que a amizade iguala e ao mesmo diferencia, e citou o filósofo Nietzsche para dizer que boas amizades consideram o outro sem confundir as diferenças.

    Na publicação, o parlamentar frisa que é importante semear o sentimento de amizade e de pertencimento para se construir um projeto nacional, mesmo com discordâncias de ideias. Numa perceptível menção ao atual momento político do país, Nogueira diz que a divisão, a polarização e a banalização de sentimentos não levam ao bom senso e a razão.

    “A amizade nos iguala e nos diferencia. As diferenças naturais e sociais permanecem na singularidade de quem somos. Vivemos num mundo humano plural. Num diálogo entre amigos, impõe-se a necessidade de compreender a verdade e a opinião do outro - como se parecêssemos desiguais. Nietzsche falava que a 'boa amizade' é aquela que considera o outro sem confundir o eu com o tu. Com base nesse sentimento de amizade, de pertencimento, sem ressentimentos, ódio, na pluralidade das ideias poderemos construir um projeto nacional. Dividir, polarizar, banalizar sentimentos, não chegaremos ao bom senso e a razão”, escreveu.

    Além de médico e deputado, Flávio Nogueira é bastante interessado no conhecimento das ciências humanas. Ele usa frequentemente as redes sociais para publicações que fazem, ainda que sutilmente, conexão entre fatos políticos e conhecimentos filosóficos, sociológicos e até teológicos. Mesmo em meio à correria política, consegue ser um leitor contumaz. 

    • R&G Feet
  • quarta, 11 de novembro de 2020, às 13:14h

    Firmino Paulo rompe com o Progressistas (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Depois do deputado estadual Firmino Paulo (Progressistas) oficializar apoio à candidatura de Dr. Pessoa (MDB) para prefeito de Teresina na noite da terça-feira (10), o senador Ciro Nogueira deixou claro que ele pode arrumar as malas e cair fora do partido assim que for possível. Para o senador, Paulo não faz mais parte dos planos do Progressistas.

    A decisão de Firmino Paulo de apoiar a candidatura de Dr. Pessoa vai contra a posição do Progressistas, que é aliado de primeira hora do prefeito Firmino Filho (PSDB) em Teresina e apoia a candidatura de Kleber Montezuma (PSDB) para a prefeitura da capital.

    "Isso já era esperado. Ele é livre. Porém, está totalmente fora dos planos do partido para o futuro", disse Ciro Nogueira ao comentar a atitude do deputado estadual.

    O HISTÓRICO DE FIRMINO PAULO

    Firmino foi lançado na vida pública em 2014 pelo prefeito de Teresina Firmino Filho, que é seu tio. Alguns anos depois ele rompeu com o tio e viu suas chances de reeleição em 2018 se reduzirem no PSDB, partido de oposição ao governador Wellington Dias (PT). 

    Diante da dificuldades de Firmino Paulo, o senador Ciro Nogueira o levou para o Progressistas, ofereceu toda estrutura partidária na coligação do governador e garantiu a desacreditada reeleição do deputado. Após todo o esforço, ele ganhou apertado, em último lugar na coligação.

    Agora, menos de dois anos depois de reeleito, o parlamentar estadual consolida seu rompimento com o partido, assim como fez com o tio Firmino Filho.

    A atitude causou reações. O presidente regional do Progressistas, deputado Júlio Arcoverde, disse nesta quarta-feira (11) que a decisão de Firmino Paulo foi irresponsável, pois rompeu com o partido por mera picuinha familiar com o tio Firmino Filho, de quem o Progressistas é aliado.

    • R&G Feet
  • quarta, 11 de novembro de 2020, às 12:19h

    Ismael Silva disputa eleição de vereador pela segunda vez (Foto: Reprodução/Facebook)

    O candidato a vereador Ismael Silva (PSD) mostra confiança de que dessa vez será eleito para uma vaga na Câmara Municipal de Teresina. Em 2016 ele ficou na segunda suplência da coligação, mas esse ano espera figurar entre os candidatos vitoriosos. Ismael diz ter ganhado muitas adesões voluntárias nesses últimos dias da campanha eleitoral.

    “Nessa reta final a gente se enche mais de esperança porque apareceram muitas adesões voluntárias, de pessoas conscientes que estão acreditando no projeto. A gente ficou um tanto empolgado com as pesquisas que nos colocaram entre os nomes lembrados pela população, mas o que nos deixa feliz não é apenas o fato de ser lembrado nas pesquisas e sim o fato de ser lembrado pelo trabalho executado nesses quatro anos, mesmo como suplente de vereador. Nessa reta final eu acredito em ainda mais adesões”, falou.

    Ismael lamentou que o abuso do poder econômico e a compra de votos ainda seja uma realidade tão presente nas eleições, mas acredita que pode chegar à Câmara Municipal mesmo disputando com campanhas poderosas de alguns candidatos.

    “Desde 2016, quando fui candidato pela primeira vez, venho fazendo um trabalho de conscientização política, mas não é tão simples quanto eu imaginava que fosse. O abuso do poder econômico e a compra de votos ainda é uma realidade da nossa cidade. Estou consciente de que, se eu chegar à Câmara Municipal, faremos um mandato bem diferente do que vimos nos últimos anos. Queremos fazer e ser a diferença no legislativo”, disse. 

    Jovem é uma das apostas do PSD na disputa proporcional (Foto: Reprodução/Facebook)

    Nas eleições de 2016, Ismael teve quase 2 mil votos e ficou na segunda suplência da coligação em que estava o PSD. Apesar de ter ficado sem mandato, adotou o slogan “suplente que trabalha” e teve presença constante na mídia, em discussões políticas e manteve atuação que lhe garantiu visibilidade. Dessa vez, ele espera ampliar a votação para poder chegar à Câmara.

    • R&G Feet
  • quarta, 11 de novembro de 2020, às 10:43h

    Vereador Gustavo Gaioso, do Solidariedade (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Na reta final das eleições municipais, o clima está azedo no Solidariedade, partido presidido no Piauí pelo deputado estadual Evaldo Gomes. A direção da legenda, que apoia a candidatura de Fábio Novo (PT) para prefeito de Teresina, acusa o vereador Gustavo Gaioso de ter aderido à campanha do candidato tucano Kleber Montezuma (PSDB).

    O vereador nega, diz que não declarou apoio a ninguém e que está quieto na dele, sem fazer ofensas a nenhum membro do partido. Essas foram as únicas respostas que Gaioso deu ao Política Dinâmica nesta quarta-feira (11). Fora isso, ele diz que prefere ficar calado diante do que o partido está fazendo com ele nos bastidores. A insatisfação é visível.

    MAIS CITADO NO SOLIDARIEDADE

    Para pessoas ligadas a Gaioso, o clima ruim no Solidariedade tem um motivo: a obsessão do deputado estadual Evaldo Gomes em eleger a filha Fernanda Gomes para vereadora. 

    Nos bastidores da política, a aposta é de que o partido eleja dois vereadores e os favoritos são justamente Gustavo Gaioso e Fernanda. Porém, há quem não descarte um cenário ruim em que o partido de Evaldo só consiga eleger um vereador. E essa hipótese tem causado preocupação na cúpula da campanha de Fernanda, liderada pelo pai.

    Gustavo Gaioso foi o mais citado do Solidariedade para vereador na pesquisa Amostragem/Meio Norte divulgada no final de outubro, deixando a filha de Evaldo para trás. Ele foi responsável por 41% das citações a candidatos do partido, contra 31% de Fernanda.

    Deputado elevou o tom contra Gustavo Gaioso (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    EVALDO REAGE: INGRATO, INFIEL E PERSONALISTA

    Procurado pelo Política Dinâmica, o deputado estadual Evaldo Gomes subiu o tom contra Gaioso. Ele disse que tem vídeos e fotos do vereador pedindo votos para Kleber Montezuma ao lado do prefeito Firmino Filho (PSDB) no residencial Edgar Gaioso.

    O deputado chamou Gaioso de ingrato, infiel, personalista e disse que ele precisa se retratar com a direção do partido. Visivelmente irritado com a situação, Evaldo afirmou que Gaioso só se elegeu em 2016 graças a uma estratégia montada por ele, à época no PTC.

    “Olha, eu tenho tudo filmado. Tenho os vídeos. Ele tem é que se retratar, respeitar a direção do partido. Ele foi vereador uma vez porque o partido construiu chapa para ele se eleger. Ele nunca iria se eleger se não fosse a direção do partido, se não fosse esse grupo político que ele desrespeitou 100%. Se ele ficar atacando a direção do partido, o partido também sabe contra atacar. Ele é personalista, só pensa nele. Mas o povo geralmente dá o troco em gente ingrata. Eu provo que ele é ingrato e infiel e é bom ele não duvidar”, reagiu o deputado.

    Pelo visto, a solidariedade passou longe do Solidariedade.

    • R&G Feet
  • quarta, 11 de novembro de 2020, às 9:29h

    Prefeito Firmino considera ser desespero (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    É fake news a informação de que a prefeitura de Teresina queira instituir cobrança de pedágio entre Teresina e Timon, no acesso das duas cidades pela Ponte Metálica.

    O suposto documento em que o prefeito Firmino Filho (PSDB) consulta a Procuradoria Geral do Município de Teresina acerca da viabilidade do pedágio é falso e nunca existiu. A imagem tem sido espalhada em grupos de WhatsApp.

    Para o prefeito Firmino Filho, esse tipo de atitude é desespero. “Acredito que isso é motivado pelo desespero de adversários políticos na reta final das eleições”, avalia.

    Imagem com informação falsa tem sido espalhada nas redes sociais

    • R&G Feet
  • terça, 10 de novembro de 2020, às 11:24h

    Júlio César e Georgiano, mandatários do PSD (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    O PSD tem 90 candidatos a prefeito no Piauí nas eleições de 2020. Nas contas do deputado estadual Georgiano Neto, a legenda presidida pelo deputado federal Júlio César deve eleger pelo menos 50 desses candidatos, ou seja, mais da metade. A meta é ousada.

    “Vamos eleger no mínimo 50 prefeitos”, disse Georgiano ao Política Dinâmica.

    Atualmente, o PSD é o segundo partido com maior número de prefeitos no Estado, com 43 gestores municipais. A sigla fica atrás apenas do Progressistas. A intenção da direção do PSD é ampliar essa quantidade e chegar nas eleições de 2022 ainda mais forte.

    • R&G Feet
  • segunda, 09 de novembro de 2020, às 13:51h

    Dr. Pessoa terá que dar explicações à promotora (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A promotora Gianny Vieira, da 98ª Zona Eleitoral, pediu explicações ao candidato a prefeito de Teresina Dr. Pessoa (MDB) sobre possível contaminação dele pela Covid-19. Recentemente, Pessoa justificou a ausência em um debate na TV alegando que tinha pegado coronavírus.

    Apesar da justificativa, o candidato esteve, no mesmo horário do debate, em evento político com o vereador Jeová Alencar (MDB) e o candidato a vice-prefeito Robert Rios (PSB) no bairro Promorar, na Zona Sul de Teresina. No evento tinha aglomeração de muitas pessoas.

    O caso foi denunciado ao Ministério Público Eleitoral (MPE) pelo também candidato a prefeito Mário Rogério (Cidadania). Agora, a promotora quer que Dr. Pessoa explique porque justificou a ausência no debate alegando a Covid-19 e foi para evento com aglomeração de eleitores.

    "José Pessoa Leal, portanto, afirma de forma clara que contraiu a doença que assola o país, ceifando inúmeras vidas e destruindo a economia mundial e simplesmente está transitando de forma despreocupada durante a campanha eleitoral, fazendo comícios, carreatas, passeatas, sem cumprir o isolamento necessário e demais regras de segurança exigidas pela Organização Mundial de Saúde a todos que contraem o vírus.", destaca a promotora no pedido.

    Na semana passada a assessoria de imprensa de Dr. Pessoa disse ao Política Dinâmica que o candidato cometeu um equívoco ao dizer que tinha contraído a Covid-19 dando a entender que tinha sido agora. A assessoria afirma que ele pegou Covid-19, mas ainda no primeiro semestre e que cumpriu o isolamento social. Na época, a informação não foi divulgada.

    Leia o pedido da promotora AQUI.

    • R&G Feet
  • segunda, 09 de novembro de 2020, às 13:20h

    Mulheres tentam a reeleição em 15 cidades do Piauí (Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE)

    O Piauí tem atualmente 21 municípios administrados por mulheres, o que corresponde a 9,3% do total de prefeituras do Estado. Das 21 prefeitas, 15 tentam a reeleição em 2020.

    Em 2016, foram 21 mulheres eleitas prefeitas no Piauí. O número de gestoras mulheres logo subiu para 22 porque em Santana do Piauí, na região de Picos, a vice-prefeita Maria José assumiu após o prefeito eleito morrer algumas horas antes de tomar posse, no dia 1º de janeiro.

    Em Brasileira, na região Norte, a prefeita eleita em 2016 teve o mandato cassado dois anos depois, mas outra mulher venceu a eleição suplementar e manteve o número de prefeitas em 22. Porém, já em 2020, a prefeita de Pajeú do Piauí renunciou e o número baixou para 21.

    Este ano, mulheres tentam a reeleição para as prefeituras dos municípios de Capitão Gervásio Oliveira, Colônia do Gurguéia, Colônia do Piauí, Brasileira, Dom Inocêncio, Fronteiras, Guadalupe, Jerumenha, São João do Arraial, São Lourenço do Piauí, Valença do Piauí, Várzea Grande, Tamboril do Piauí, São Raimundo Nonato e Santana do Piauí.

    Das seis prefeitas que não disputam a reeleição em 2020, cinco estão no segundo do mandato seguido e não podem mais concorrer. Essa situação ocorre nos municípios de Esperantina, Altos, Angical, Cocal de Telha e Pio IX. Apenas em São João da Canabrava a atual prefeita Mércia Abreu poderia disputar a reeleição, mas não entrou na disputa.

    • R&G Feet
  • segunda, 09 de novembro de 2020, às 11:40h

    Georgiano opinou sobre disputa proporcional (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    O deputado estadual Georgiano Neto (PSD) disse nesta segunda-feira (9) que o PSD vai eleger de dois a três vereadores na capital. A direção do partido conta como certa a eleição de dois parlamentares, mas espera conseguir fazer um terceiro vereador.

    “Elegeremos de 2 a 3”, falou o deputado ao Política Dinâmica.

    Na chapa do PSD, os nomes considerados mais fortes em recente pesquisa do Instituto Amostragem e também nos bastidores políticos são o da atual vereadora Cida Santiago, de Ismael Silva, Renato Berger, Antônio José Lira, Eduardo Draga Alana e Júnior Macedo.

    • R&G Feet
  • domingo, 08 de novembro de 2020, às 22:26h

    Deborah Sayonara Cardoso será candidata no lugar do pai (Foto: Reprodução/Facebook)

    Faltando uma semana para as eleições municipais, a corrida eleitoral pela prefeitura de São Braz do Piauí tem uma nova candidata. Com a morte do prefeito Nilton Cardoso (MDB), ocorrida na última quinta-feira (5) após complicações da Covid-19, a jovem advogada Deborah Sayonara Cardoso vai substituir o pai na disputa. Nilton era candidato à reeleição.

    Deborah tem 29 anos e é advogada. Ela vai para a eleição tendo como candidato a vice Gilson Braga dos Reis, o Gilsinho (MDB), que já compunha a chapa com Nilton.

    Na disputa municipal, Deborah concorre com outros dois candidatos a prefeito: o ex-prefeito Perivaldo Braga, o Lapinha (Progressistas), e Suetônio Pereira (PSD).

    São Braz do Piauí tem pouco mais de 4 mil habitantes e fica localizado na região de São Raimundo Nonato. O prefeito Nilton Cardoso estava em seu primeiro mandato.

    LEIA TAMBÉM:
    Prefeito de São Braz do Piauí morre de covid-19 em Teresina

    • R&G Feet
  • sexta, 06 de novembro de 2020, às 20:57h

    Dr. Pessoa volta a fazer promessa "ousada" (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    O candidato a prefeito de Teresina Dr. Pessoa (MDB) promete construir parques de diversão parecidos com a Disney na capital do Piauí. A afirmação foi dada em entrevista exibida na quinta-feira (5) no Jornal do Piauí, da TV Cidade Verde.

    No quadro "candidato responde eleitor", o político do MDB respondeu pergunta sobre políticas públicas para crianças em situação de vulnerabilidade. Foi aí que ele prometeu parques semelhantes à Disney para as famílias de crianças pobres de Teresina.

    “Primeiro, [vamos fazer] escolas de primeiro mundo para a nossa realidade. Escolas que têm tablet, computador, laboratórios de ciência, uma escola que funcione. Nós vamos fazer parques de diversão, entre aspas, parecendo com a Disney aqui em Teresina, para as famílias, para as crianças pobres se divertirem. Vamos dar também transporte coletivo público de graça para todas as crianças até 14 anos”, prometeu o candidato.

    Ir para a Disney, nos Estados Unidos, é um sonho de muitas famílias. Pelo visto, Dr. Pessoa entende que esse sonho poderá ser realizado sem precisar sair de Teresina.

    VEJA O VÍDEO

    • R&G Feet
  • sexta, 06 de novembro de 2020, às 11:33h

    O candidato a prefeito de Teresina Dr. Pessoa (MDB) usou seu perfil no Twitter nesta sexta-feira (6) para ironizar as "karreatas" do candidato Kleber Montezuma (PSDB).

    A postagem diz que as "karreatas" de Kleber deviam virar "kanoadas" por conta dos transtornos causados pelas chuvas na capital. O tucano não deixou barato, foi lá na postagem e respondeu.

    Ele desafiou Pessoa a comparecer aos debates, de "karro ou de kanoa", para debater o escoamento de água na cidade e quaisquer outros problemas. 

    O candidato a prefeito do MDB faltou aos últimos debates eleitorais.

    • R&G Feet
  • sexta, 06 de novembro de 2020, às 11:06h

    Pessoa não gostou da denúncia de Mário Rogério (Fotos: Montagem/PoliticaDinamica.com)

    O candidato a prefeito de Teresina Dr. Pessoa (MDB) falou nesta sexta-feira (6) sobre a denúncia do também candidato Mário Rogério (Cidadania) de que ele teria participado de aglomerações em atos de campanha mesmo contaminado com o novo coronavírus. 

    A denúncia de Mário Rogério foi feita ao Ministério Público Eleitoral (MPE), alegando que Pessoa pode ter propagado doença contagiosa. Recentemente, ao ser perguntado por que faltou a um debate na TV, Pessoa justificou que havia pegado Covid-19 e deu a entender que o contágio foi dias antes do debate. Porém, ele esteve em atos públicos de campanha no mesmo período.

    Em entrevista à rádio Teresina FM nesta sexta, Pessoa disse que Mário Rogério quer se aparecer, insinuou que ele age a mando de alguém e ainda chamou o candidato de tirano.

    “Quando a pessoa não tem expressão nenhuma, quer alguma coisa para aparecer na mídia. Lamento o jornalista Mário Rogério vir com uma querela dessa natureza. Eu sou médico e orientador do protocolo da Organização Mundial de Saúde e dos protocolos do governo do estadual e do governo municipal. Quando eu tive sintomas, fiquei na minha casa. Isso foi lá no início da pré-campanha, ainda não tinha nem movimento de campanha. Parece que ele é um tirano do poder que está aí. Ele não está a serviço da saúde, mas sim de outras pessoas”, falou.

    Na quinta-feira (5), após a denúncia de Mário Rogério ao MPE, a assessoria de Dr. Pessoa disse ao Política Dinâmica que a fala do candidato sobre ter sido contagiado “há dias”, dando a entender um período bem recente, na verdade foi um equívoco. Antes disso, em 30 de outubro, a assessoria de imprensa informou que Pessoa havia tido covid-19 em algum momento entre os meses de abril e maio, e que havia cumprido isolamento social. À época, isso não foi divulgado. 

    Ao longo da campanha, Pessoa tem colecionado "equívocos". Esse não foi o primeiro.

    • R&G Feet


voltar para 'Política Dinâmica'