Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
POLÍCIA FEDERAL DE NOVO NA SEDUC-PI

EM NOVA FASE DA OPERAÇÃO TOPIQUE, PF CUMPRE MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO NA SEDE DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

27/07/2020 07:27 - Atualizado em 27/07/2020 11:18

Agentes da PF na Secretaria de Educação (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (27) mais uma fase da Operação Topique, que investiga um dos maiores esquemas de corrupção da história do Piauí. Estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão em Teresina e em Brasília. A sede da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) é novamente um dos alvos.

A Operação Topique já teve duas fases. Uma em agosto de 2018 e outra em setembro do ano passado, quando a PF cumpriu mandados inclusive no Palácio de Karnak, sede do Governo do Piauí. São investigados crimes de organização criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e fraudes em licitação praticados na Secretaria de Educação do Piauí.

De acordo com a PF, o Governo do Piauí continua a manter contratos firmados com as empresas participantes do esquema criminoso que totalizam o valor de R$ 96,5 milhões, celebrados entre os anos de 2019 e 2020, já na quarta gestão do governador Wellington Dias (PT).

PF apreendeu documentos na Seduc-PI (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Os mandados de busca e apreensão cumpridos nesta fase da operação Topique têm como objetivo aprofundar as investigações sobre o recebimento e solicitação de bens e valores, diretamente ou por intermediários, por agentes públicos com poder de mando na Secretaria de Educação do Piauí no período investigado.

A Seduc foi comandada pela deputada federal e primeira-dama Rejane Dias (PT) de 2015 a abril de 2018. É justamente esse o principal período investigado pela Polícia Federal.

LEIA TAMBÉM:
Terceira fase da Topique: PF na casa de Wellington Dias

ANTERIOR

REJANE DIAS TESTA POSITIVO PARA COVID-19

PRÓXIMA

OPOSIÇÃO NA CRÍTICA E NA PRÁTICA