NOTÍCIAS

XEQUE-MATE EM ADOLFO

ROBERT RIOS COMUNICOU A EXONERAÇÃO AO EX-SECRETÁRIO DE GOVERNO; PARA SEU LUGAR, DOUTOR PESSOA NOMEOU ANDRÉ LOPES, GENRO DO PREFEITO

15/06/2021 17:15

Não foi surpresa a exoneração de Adolfo Nunes, agora, ex-secretário de Governo da Prefeitura de Teresina. Bem antes de ser publicada no diário oficial de ontem (14), a saída dele do Palácio da Cidade já era tida como certa. O prefeito o demitiu pela imprensa há pelo menos duas semanas, quando anunciou que faria mudanças no secretariado. No lugar de Nunes, Doutor Pessoa (MDB) colocou um genro, André Lopes, que ocupará a função, a princípio, de maneira interina.

Faltou dignidade: segundo Adolfo, Pessoa não conversou com ele sobre sua saída antes da exoneração ser publicada no Diário Oficial; Nunes acompanha o atual prefeito desde 2016, quando Pessoa foi derrotado por Firmino Filho (PSDB) que, à época, era apoiado por Robert Rios (foto: Ascom PMT)

Curiosamente, ao Política Dinâmica, Adolfo disse que o prefeito não o chamou para conversar diretamente. Quem falou com ele foi o vice-prefeito e secretário de Finanças, Robert Rios (PSB). Nunes não quis se alongar no assunto. “Só conversei com o vice-prefeito [Robert Rios]. Ainda estou tratando desse assunto. Quando tiver mais novidades, você [repórter Francisco Filho] me liga e eu lhe digo o que está acontecendo”, revelou, encerrando a conversa.

Adolfo não foi o primeiro que Pessoa demitiu pela Televisão e sem conversar. Meses atrás, uma comissionada da Secretaria de Juventude foi exonerada por conta de fotos postadas em seu perfil do Instagram. As imagens de Rebecca Nievinski foram feitas na praia e postadas em dia de expediente na SEJUV. Ao vivo, num programa de TV, sugeriram que ela seria funcionária fantasma. Porém, eram apenas fotos tiradas em finais de semana e postadas para fazer propaganda, afinal Rebecca é, também, influenciadora digital. 

O filho do prefeito, João “Pessoinha” Duarte, admitiu o erro do pai, mas não se sabe de nenhum pedido de desculpas do Doutor Pessoa.

XADREZ

Líder da Prefeitura na Câmara Municipal de Teresina, o vereador Renato Berger (PSL) tratou a saída de Adolfo com naturalidade, explicando que as atuais mudanças são adequações baseadas na conjuntura da equipe de governo. Não precisou mencionar que foi Robert quem derrubou Adolfo.

“Toda gestão quando inicia, aos poucos ela vai fazendo algumas alterações. É como se fosse um jogo de xadrez. As vezes uma pessoa é mais importante em uma área do que em outra. Ele [Adolfo Nunes] é amigo do Pessoa e sempre se deram bem. E para o prefeito ele é melhor na Arsete”, comentou.

A saída de Adolfo é uma vitória de Robert Rios, que passa a ser mais temido dentro da Prefeitura de Teresina (foto: Ascom PMT)

Renato negou qualquer desconforto entre Adolfo Nunes e Doutor Pessoa. E desdizendo o que disse Adolfo, afirmou que os dois conversaram bastante e que tudo ficou acertado.

“Eles conversaram, não existe nenhum mal-estar entre os dois.  Adolfo concordou em sair, vai vir até aqui, na Câmara para ser sabatinado. Doutor Pessoa acha que precisa de uma pessoa para dinamizar mais a Secretária de Governo. No caso do Adolfo, como ele é engenheiro elétrico, pode contribuir mais ainda na Arsete”, disse o líder.

Só para testar o raciocínio de Renato, vale lembrar que o prefeito colocou advogado pra cuidar de asfalto, jornalista para cuidar de meio ambiente e seis parentes no primeiro escalão.

Olha a afinidade.

Comente