NOTÍCIAS

VAIDADE, INJUSTIÇA E HUMILHAÇÃO

POR PRESSÃO DA IMPRENSA, DR PESSOA EXONERA SERVIDORA SEM DAR CHANCE DE DEFESA E FILHO DIZ QUE ELE FOI INJUSTO

24/03/2021 18:19

Rebecca Nievinski foi exonerada ao vivo, durante o programa Jogo do Poder, da TV Meio Norte. Minutos antes, os jornalistas que participam do programa repercutiram uma matéria de outro veículo, o portal El Piauí. Na reportagem, fotos de Rebecca de biquíni e a informação de que ela havia sido nomeada pelo prefeito Doutor Pessoa para trabalhar junto com seu filho, João "Pessoinha" Duarte, na Secretaria de Juventude.

Vaidade, humilhação e injustiça: prefeito exonerou servidora sem saber se ela trabalhava ou não, apenas por pressão da imprensa (foto: Jailson Soares | Instagram | politicadinamica.com)

VAIDOSO DEMAIS

Doutor Pessoa tem dois compromissos diários segundo uma fonte dentro do palácio da Cidade. Assistir os comentários de Elivaldo Barbosa e Lídia Britto no Jornal do Piauí, na TV Cidade Verde, e as fofocas do Jogo do Poder, na TV Meio Norte. Ele simplesmente não perde.

Motivo? Se ver no espelho. Assistir o que falam da gestão dele. Muita vaidade.

O que se passa na cabeça de Pessoa? Apenas vaidade e a vontade de ser governador em 2022 (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

E foi exatamente nesse momento narcisista que Pessoa viu as imagens do Instagram de Rebecca e do Diário Oficial do dia 10 de fevereiro de 2021. O "Doutor do Povo" nomeou Rebecca para o cargo de Assistente de Apoio à Gerência na SEJUV, uma das secretarias comandadas pelo filho dele.

Falaram sobre "indícios" de Rebecca seria funcionária fantasma. A vontade de parecer honesto fez o prefeito mandar redigir a exoneração na mesma hora. Respondeu ao vivo o fuxico da TV. Pessoa morre de medo de ser visto como um político comum, como é.

Segundo a jornalista Sávia Barreto, Pessoinha afirmou que seu pai foi injusto, mas também não reagiu para corrigir o erro do pai (foto: Instagram)

Pessoa não ligou pro filho. Não perguntou se a tal Rebecca trabalhava de verdade. Seria o mínimo a ser feito por um gestor sério. A exoneração sem contraditório apontou para Rebecca e para o próprio secretário de Juventude, Pessoinha, seu filho, como desonestos. Para se promover, Pessoa não respeita nem os de casa.

Covarde e irresponsavelmente, jogou a questão pra plateia. E a partir daí, os piores comentários foram feitos a respeito da servidora exonerada. Uma humilhação atrás da outra circulando em grupos de Whatsapp. Não vamos publicar aqui, mas apenas imaginem.  

ERA MESMO FANTASMA?

Da nomeação à exoneração de Rebecca foram 26 dias de expediente, ou seja, sem contar fins de semana. O dia 10 de fevereiro foi uma quarta-feira. De lá até aqui, Rebecca realizou 16 posts no em sua conta no Instagram.

No dia 11, quinta-feira, postou uma foto sua em Barra Grande, litoral do Piauí. Uma outra foto publicada é do dia 18 de fevereiro, uma quinta-feira. Rebecca estaria em viagem para o Ceará. Nos dias 1º (segunda-feira), 3 (quarta-feira) e 4 (quinta-feira) de março, mais fotos do litoral cearense. Nos dias 7, 8, 9 e 10 de março (domingo, segunda, terça e quarta), fotos no litoral do Piauí, Barra Grande, outra vez.

Fazendo contas sem apurar os fatos, 9 dias de expediente em que o perfil de Rebecca mostra fotos dela na praia. 

Rebecca desabafou em suas redes sociais, prometeu processo para quem estava difamando sua imagem e se disse vítima de calúnias (imagem: reprodução)

SEM CONTRADITÓRIO

É preciso ter calma e cuidado antes de julgar. Além de enfermeira e assessora na SEJUV (até ontem), Rebecca é também influenciadora digital, ou seja, usa sua conta no Instagram para divulgar marcas, lugares, viagens etc.

No post do dia 11 de fevereiro, um dia após ser nomeada, ela usa as mesmas roupas do post anterior, publicado no dia 4 de fevereiro com a hastag #tbt, indicando que as fotos eram de algum momento passado. Segundo seus posts, ela estava, de fato em Barra Grande no último final de semana de janeiro, quando ainda não havia sido nomeada.

Até o secretário de Comunicação da PMT, Lucas Pereira, sabe que Rebecca é influenciadora digital e curte os posts dela no Instagram; deveria ter dito ao prefeito para ter cautela (imagem: Instagram)

No dia 20 de fevereiro ela postou uma foto em um salão de beleza em Teresina, embora na quinta-feira anterior tenha postado uma foto na praia.

Resumindo: é impossível saber se ela estava ou não dando expediente só olhando para o perfil dela no Instagram assistindo os comentários dos jornalistas na TV. Deveria haver, pelo menos, uma sindicância para apurar a denúncia. 

Após a exoneração, em suas redes sociais, o filho de Doutor Pessoa colocou a polêmica na conta de ataques a ele, vindos de adversários políticos e motivados por uma virtual candidatura de deputado em 2022. Mas à jornalista Sávia Barreto, segundo ela própria em sua coluna no portal Meio Norte, Pessoinha assegurou que Rebecca dava expediente e que na SEJUV a equipe de trabalho está se "revezando" durante a pandemia. Não há notícias de portaria assinada por ele apontando o revezamento administrativo de maneira regular. É outra coisa a se pesquisar. 

Mas uma coisa ele pontuou com a certeza de quem convive com o prefeito diariamente há mais tempo que qualquer jornalista ou marqueteiro: disse que Doutor Pessoa foi "injusto".

É. Ele sabe o pai que tem.

Comente