NOTÍCIAS

THEMÍSTOCLES NÃO FALA EM SANTANA

DEFINIDA DATA DAS ELEIÇÕES PARA CONSELHEIRO DO TCE, MAS AINDA NÃO HÁ CONSENSO PARA CANDIDATO ÚNICO DA ALEPI

09/08/2021 14:11

A Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) já definiu o calendário para eleição que vai eleger o novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI). O que ainda parece não estar indefinido é quem o MDB vai apoiar para vaga, se cederá aos comandos da cúpula do PT que já tem o nome da deputada Flora Isabel como preferida ou se abençoará a campanha do deputado Zé Santana, que há tempos sonha com essa vaga.

Até agora o presidente da ALEPI, deputado Themístocles Filho (MDB), que não abre mão e cobra o apoio do seu partido para que o apoiem como candidato a vice na chapa do PT nas eleições do ano que vem, ainda não definiu ou pelo menos não declarou se vai apoiar Zé Santana para conselheiro. O tom do discurso do presidente é de desconversar, toda vez que é questionado se o MDB [leia-se Themístocles] vai apoiar o nome do deputado emedebista Zé Santana para vaga aberta de conselheiro do TCE. Santana já declarou que não abre mão dessa vaga.

Agora estamos divulgando todos os prazos e como tudo vai acontecer. Está sendo publicado no Diário Oficial a eleição na ALEPI para escolha da vaga e partir de então os prazos passam a correr”, diz o presidente. Questionado se há um consenso por um candidato único na ALEPI e se esse candidato poderia ser o seu colega de partido Zé Santana, o presidente se esquiva e responde “a eleição só é em setembro, daqui pra lá tem muita conversa”, afirma.  

A posição do líder do MDB na Alepi parece divergir ou pelo menos não tem o mesmo entusiasmo que a do deputado João Mádison (MDB).  “Temos três candidatos na Alepi, mas eu já tenho minha posição que é votar no meu colega de partido, o Zé Santana”, afirmou.

Deputado João Mádison (MDB) vai apoiar o colega Zé Santana. Perguntado se o MDB já tem um consenso em nome de Santana, o parlamentar deixa a entender que isso ainda existe no partido. “Nesse primeiro turno ainda não temos consenso, pois acredita-se que vai ter segundo turno, aí sim se buscará isso”, reforça. Na eleição para escolha de conselheiro pode haver segundo turno, se nenhum dos candidatos conseguir 50% +1 dos votos dos deputados presentes.

João Mádison também disse desconhecer qualquer pedido ou intervenção do governador Wellington Dias (PT) ou do partido dele, juntamente, com o presidente da Alepi para retirada da candidatura de Santana. “Não tem essa possibilidade. O MDB é muito grande, não existe isso de tirar, o Santana é um candidato independente afirmou.

ALGO ERRADO NO MDB

Em conversa com um dos deputados da Alepi, que preferiu não se identificar, foi questionado a indecisão de Themístocles em não declarar apoio ao candidato do seu partido. “Muito bonito, o Presidente querer ser o nome do MDB na chapa majoritária para o governo em 2022 e na hora de apoiar um nome do MDB para o Tribunal de Contas não se posiciona”, reclamou o parlamentar.

Themístocles não fala no nome do candidato do seu partido.

Com isso, essas posições divergentes dentro do MDB dão a entender que o partido continua sem encontrar consenso em suas decisões.

CANDIDATOS NA ALEPI

Logo no início da primeira semana de agosto, pelo menos seis parlamentares já haviam manifestado interesse em disputar a vaga de conselheiro do TCE, incluindo a vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputada Flora Izabel (PT), e os deputados Franzé Silva (PT), Ziza Carvalho (PT), Wilson Brandão (Progressistas), Zé Santana (MDB) e Flávio Nogueira Júnior (PDT).

Passado alguns dias, a conversa nos bastidores da ALEPI já é outra e só se falam em três candidatos deputados, sendo eles: Flora Isabel (PT), Zé Santana (MDB) e Wilson Brandão (PP).

Wilson Brandão, Flora Isabel e Zé Santana.

QUALQUER UM PODE SER CANDIDATO

Segundo o Artigo 14 da RESOLUÇÃO TCE/PI n° 13/11, DE 26/08/2011 – pode ser conselheiro do TCE os brasileiros que se encaixarem nos seguintes requisitos: mais de trinta e cinco e menos de sessenta e cinco anos de idade; II - idoneidade moral e reputação ilibada; III - notório saber jurídico, contábil, econômico e financeiro, ou de administração pública; IV - mais de dez anos de exercício de função ou de efetiva atividade profissional que exija, em ambos os casos, os conhecimentos previstos no inciso III deste artigo.

Qualquer cidadão que quiser concorrer, bastar ter os requisitos abaixo e se inscrever na ALEPI, mas, provavelmente, ficará desapontado ou desestimulado ao saber que nas últimas eleições [para não dizer todas] os eleitos ou saíram da própria Alepi [eram deputados] ou eram políticos membros e apoiadores do governo que atuava.

CALENDÁRIO

A Mesa Diretora da Assembleia se reuniu na manhã desta segunda-feira (09) e definiu o calendário para a realização da eleição que irá escolher o novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí.

13 a 27 /08 - Prazo para inscrições 

03/09 - Até 12h divulgação dos pedidos de inscrição 

03 a 09/ 09 - Apresentação dos recursos referentes às inscrições 

13/09 - Divulgação da relação dos candidatos aptos à sabatina

16/09  - Sessão especial para arguição dos candidatos

Comente