NOTÍCIAS

ÁTILA PARA TODO LADO

TUDO JUNTO E MISTURADO: ELEITOR DE BOLSONARO, ÁTILA LIRA TEM O APOIO DE JÔVE OLIVEIRA, PREFEITA DO PT EM PIRIPIRI QUE VOTA EM LULA

23/05/2022 13:25

O medo de perder uma eleição é comum, principalmente se nas últimas eleições o político foi eleito “raspando” na última sobra de vaga. Como política não se faz sozinho, normalmente se escolhe um time de aliados com afinidade política, um grupo que compartilhe de mesmas ideias. Ainda mais quando a campanha nacional promete reproduzir nos estados uma disputa bastante polarizada. Logo, “atirar para todo lado” pode não ser viável desta vez.

Petistas que votam em bolsonaristas: Genival Sales e a prefeita Jôve de Piripiri fazem campanha ara eleger Átila Filho, bolsonarista tal qual o pai, deputado Átila Lira (foto: Instagram)

O deputado federal Átila Lira (PP) esteve neste fim de semana em Piripiri (PI). Por lá, visitou obras que estão sendo realizadas através de suas emendas parlamentares e, também, aproveitou para se encontrar com líderes políticos da região e reforçar o nome de Átila Filho (PP), que será candidato à deputado federal no lugar do pai.

Átila é do Progressistas, apoia para o governo do Estado o nome de Silvio Mendes (União Brasil) e, para presidente, é eleitor fervoroso Jair Bolsonaro (PL). Na foto acima, aliás, Genival Sales, que outrora foi eleitor do falecido Assis Carvalho, agora faz campanha para Átila. A mudança é brusca!

Mas lá em Piripiri o alvo é o apoio do time adversário: os “Átilas” se reuniram com a prefeita Jovê Oliveira (PT) – aliada antiga de Wellington Dias (PT) e apoiadora da campanha ao governo de Rafael Fontes (PT). Claro, é eleitora de Lula para presidente.

Festa pro "inimigo": PT de Piripiri está na campanha de deputado que trabalha pela eleição de Sílvio Mendes ao governo do Estado (foto: Instagram)

Só para lembrar, nas eleições de 2018, o deputado Átila foi o último dos 10 parlamentares eleitos, obteve 54.095 votos. A coligação da qual ele participava não atingiu o quociente eleitoral e fez seu deputado por meio da “sobra”. A última, inclusive. Por isso, para não ficar sem cadeira em 2022, o deputado deve estar buscando todos os apoios possíveis para o filho. O risco é o santinho ficar tão incoerente que o eleitor se veja obrigado a amassar e jogar fora.

RESPOSTA
Após a publicação da matéria, o deputado Átila Lira conversou com nossa equipe.
(Veja matéria: BOLSONARISTA JUNTO COM O PT )

Comente