Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
ELEIÇÕES 2018
“NEM BANCADA, NEM PREFEITO, QUEM DECIDE É PESQUISA”, DIZ JÚLIO

PRESIDENTE DO PP NO PIAUÍ AFIRMA QUE O GOVERNADOR WELLINGTON DIAS TEM ANALISADO PESQUISAS PARA ANUNCIAR O VICE

11/01/2018 13:15 - Atualizado em 12/01/2018 08:46

Na disputada entre progressistas e emedebistas pela vaga de vice do governador Wellington Dias (PT), as pesquisas devem ter um peso fundamental. Quem garante é o presidente do Progressistas no Piauí, deputado Júlio Arcoverde. Segundo ele, o governador Wellington Dias (PT) tem analisado as pesquisas para escolher o melhor nome.

Júlio Arcoverde afirma que pesquisas devem ter peso (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

Júlio afirma que as pesquisas terão peso maior do que fatores como tamanho da bancada na Assembleia Legislativa e número de prefeitos. “O que vale não é bancada de deputado estadual, não é a quantidade de prefeitos, é a vontade do governador. Ele não é burro. É muito experiente. Ele vai fazer uma análise através de pesquisas para saber quem é o melhor vice. Se é o Themístocles, se é a Margarete, seja quem for. Nem bancada, nem prefeito, quem decide é pesquisa. Isso é uma análise que ele faz. O Wellington é muito inteligente”, disse.

O deputado afirma que apesar do desejo do Progressistas de continuar com a vaga de vice de Wellington, hoje ocupada por Margarete Coelho, a prioridade da legenda é a reeleição de Ciro Nogueira. “Nossa prioridade dentro do partido é o Ciro. O que for melhor para a eleição do senador Ciro vamos fazer”, garante.

Para Júlio, a reeleição de Ciro não está garantida apesar do grande número de prefeitos do partido, mas ele avalia que as dificuldades serão para todos. “A eleição vai ser muito difícil seja para senador ou deputado. Isso acontece porque a classe política está muito desgastada como um todo. Não vai ser difícil só para o Ciro, vai ser para mim, para o Wellington, para todo mundo. A classe está desgastada. No Amazonas, por exemplo, última eleição teve quase 50% de pessoas que não votaram. É um recado da população. Em 2018 temos que estar nas comunidades para fazer política e mudar essa visão”, declarou.

Sobre a possibilidade da ida do Progressistas para a oposição, Júlio diz que a chance é quase nula. “Isso nunca foi discutido no partido, nem apoio a outra candidatura. Ele (Ciro) tem o interesse pessoal de votar no Lula, mas isso não foi discutido no partido, nem a nível nacional e nem estadual. Eu acredito que as composições serão mantidas. Estamos mantendo tudo que foi acertado com o governador e vice-versa”, afirmou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
VIAGEM
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
ELEIÇÕES 2018
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
DISPUTA
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ