Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
DISPUTA INTERNA
JOÃO HENRIQUE DESAFIA PMDB A REALIZAR CONVENÇÃO

PRESIDENTE NACIONAL DO SESI AFIRMA QUE DEPUTADOS NÃO PODEM DECIDIR SOZINHOS PELO PARTIDO E COBRA UM CONVENÇÃO

16/07/2017 06:36 - Atualizado em 16/07/2017 14:43

Ex-ministro João Henrique quer a realização de convenção para saber o futuro do partido (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

A decisão dos deputados estaduais do PMDB de fechar questão sobre a indicação do presidente da Assembleia Legislativa do Estado,Themístocles Filho (PMDB), para o cargo de vice, na chapa do governador Wellington Dias (PT), incomodou o ex-ministro João Henrique Souza. O presidente nacional do Serviço Social da Indústria (Sesi) desafia o partido a realizar convenção para decidir o futuro.

A legenda tem hoje três caminhos que podem ser seguidos. O primeiro seria a indicação de Themístocles Filho para a vaga de vice. O segundo seria ter um candidato próprio. Nesse caso, João Henrique deseja ser o candidato.

O partido também avalia a possibilidade de lançar candidato a uma vaga no Senado Federal. O presidente da sigla no Piauí, deputado federal Marcelo Castro, seria o nome. Essa opção tem o apoio do senador Ciro Nogueira (PP). Ele defende que o PP fique com a vaga de vice no lugar de Themístocles.

O desafio foi lançado durante caravana “Piauí em Movimento” realizada no município de Valença. Resta saber se os deputados da sigla irão aceitar.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
REELEIÇÃO
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DISPUTA
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
DISPUTA
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU