Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
PROCURADOR-GERAL
CLEANDRO PERDE APOIO NA DISPUTA PELO MP

ELEIÇÃO IRÁ OCORRER NA PRÓXIMA SEMANA E OPOSIÇÃO GANHA FORÇA COM DISSIDÊNCIAS NO GRUPO DE SITUAÇÃO

08/06/2017 07:06 - Atualizado em 08/06/2017 07:57

CHEFE DO MP

A eleição para a escolha do novo procurador-geral de Justiça irá ocorrer na segunda-feira (12). A tentativa de reeleição de Cleandro Moura não será fácil. Além das candidaturas de oposição, ele ainda enfrenta dissidências dentro do grupo de situação. São oito candidatos e a disputa promete ser acirrada.

DISSIDÊNCIAS

Na oposição Cleandro terá os promotores Elói Júnior, Eny Marcos e Antônio Marcos. O grupo oposicionista foi fortalecido com as dissidências dos procuradores Zélia Saraiva e Hosaías Matos.

DERROTADO

Temendo ser derrotado em eleição para escolha de Conselho Municipal, o vereador Joaquim do Arroz (PRP) tentou apresentar requerimento para impedir que a vereadora Graça Amorim (PMB) votasse. Ele acusa a parlamentar de influenciar o voto dos demais. Mas não teve jeito. Joaquim foi derrotado e ainda teve que engolir a vitória de Nilson Cavalcante, candidato com o apoio da líder do prefeito.

PRIMEIRA VEZ

O vereador Joninha (PSDB) fez questão de acompanhar a visita do secretário de Saúde, Sílvio Mendes (PP), à Câmara. Ele revelou que em 13 anos de mandato, foi a primeira vez que acompanhou uma audiência na Casa. “Só porque era o Sílvio”, afirmou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
REELEIÇÃO
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DISPUTA
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
DISPUTA
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU