Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
Tribunal de Justiça remove patente de bombeiro acusado de estupro

BOMBEIRO É ACUSADO DE TER ESTUPRADO UMA MENOR DE 12 ANOS EM DEZEMBRO DE 2009, EM UM MOTEL NA BR-316

08/10/2019 16:13 - Atualizado em 08/10/2019 16:20


O segundo-tenente Edson Carlos da Silva Lima, do Corpo de Bombeiros do Estado do Piauí, perdeu seu posto e sua patente em decisão proferida pelo Pleno do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, durante sessão ordinária judiciária realizada naa segunda-feira (7). O bombeiro é acusado de ter estuprado uma menor de 12 anos de idade em dezembro de 2009, em um motel localizado na BR-316.

Em seu voto, o relator do processo, desembargador Raimundo Eufrásio Alves Filho, rejeitou a apelação movida pela defesa do agora ex-segundo-tenente, que pedia a manutenção da patente de oficial do acusado. Para a defesa, a lei estadual n.º 3.728/1980, que dispõe sobre o Conselho de Justificação da Polícia Militar do Piauí, não se aplica a bombeiros militares.

Contudo, para o relator, a justificativa da defesa do acusado “não assiste razão”, uma vez que o texto da lei afirma que as suas disposições se aplicam aos oficiais do corpo de bombeiro, como está discriminado no art. 19 da peça: “aplicam-se aos Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar, no que couber, as disposições desta Lei, que entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário”.

O relator também rejeitou a afirmação da defesa de Edson Carlos de que o ato praticado não seria incompatível com o oficialato. Para o desembargador, o estupro de vulnerável, considerado crime hediondo, “consubstancia conduta irregular e, sem dúvidas, violadora da honra, do pundonor policial-militar e do decoro da classe”. Além disso, há o agravante de Edson Carlos ter sido instrutor do Pelotão Mirim, projeto da Polícia Militar, frequentado pela vítima.

O voto do desembargador Raimundo Eufrásio foi seguido por unanimidade pelos demais desembargadores.


FONTE: Com informações da Assessoria


Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
João Viana assume presidência da Asconpepi para biênio 2020/2021
João Viana assume presidência da Asconpepi para biênio 2020/2021
'MP 905 favorece empresários, mas requer cautela', afirma advogado
'MP 905 favorece empresários, mas requer cautela', afirma advogado
TCE detecta descumprimento da carga horária em escolas do Piauí
TCE detecta descumprimento da carga horária em escolas do Piauí
Evento vai debater atuação das mulheres na campanha eleitoral