Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
Em posse no TRE-PI, Maria Luíza destaca desafios das eleições municipais

Magistrada é Juíza Titular da 1ª Vara da Infância e da Juventude de Teresina e no TRE-PI acompanhará a realização das eleições 2020

11/09/2020 18:54

O Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), Des. José James Gomes Pereira, deu posse à Juíza de Direito, Maria Luíza de Moura Mello e Freitas, como Juíza Substituta na Corte  Eleitoral piauiense, na categoria de Juiz de Direito, para o biênio 2020/2022, em substituição ao juiz Raimundo Holland Moura Queiroz, em cerimônia nesta sexta (11), no Gabinete da Presidência do TRE-PI, que contou com a presença, além dos citados, do Diretor Geral do TRE-PI, Ronaldo Maique Araújo Braga, que leu o termo de posse.

Em seu discurso a magistrada disse: "É com muita honra que eu assumo o cargo de Juíza Substituta do TRE-PI para o qual fui indicada, sou um soldado da Justiça Eleitoral, servi durante 18 anos no interior do Estado e respondi por todas as Zonas Eleitorais de todas as Comarcas por onde passei e também aqui na Capital respondi pela 98ª Zona, e sempre nos pleitos eleitorais fui designada para responder por alguma Zona Eleitoral que, naquele período, estava sem representatividade de um juiz. Estamos é um ano eleitoral, um pleito que não é fácil, pois trata-se de uma eleição municipal, e espero corresponder as expectativas e ser merecedora dessa indicação dos que me fizeram chegar até aqui. Muito obrigada." 

O evento obedeceu aos protocolos de segurança estabelecidos pelo TRE-PI, em parceria com a Secretaria de Saúde do Piauí, em consonância com as instruções do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde.

Maria Luíza de Moura Mello e Freitas é Juíza Titular da 1ª Vara da Infância e da Juventude de Teresina. Atuou como magistrada nas Zonas Eleitorais dos municípios de Teresina, União, Miguel Alves, Oeiras, Demerval Lobão, Buriti dos Lopes, Várzea Grande e Santa Cruz do Piauí.

Graduada em Direito pela Universidade de Fortaleza – UNIFOR; é especializada em Direito Penal pela Escola de Magistratura Piauiense em parceria com a Universidade Federal do Ceará – UFCE, e em Enfrentamento a Violência contra Criança e Adolescente pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC-PR; possui MBA em Gestão Judiciária pela Fundação Getúlio Vargas – FGV; e Curso de Doutorado - Direito e Ciências Sociais – na Universidad del Museo Social Argentino – UMSA, em Buenos Aires – Argentina.

É natural da cidade de Valparaíso, no Estado de São Paulo, distante 563 km daquela Capital. Residiu naquele município até os seis anos quando veio em definitivo para o Estado do Piauí, onde seus familiares paternos e maternos se estabeleceram.


FONTE: Com informações do TRE-PI

Comente!

ANTERIOR

Presidente da AAPP cobra resolutividade de demandas apresentadas ao INSS

PRÓXIMA

Advogado detalha responsabilidade de empresas tomadoras de serviços e terceirizadas