Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
ADESÃO
ZÉ FILHO SE FILIA AO PSDB EM EVENTO SEM FIRMINO

EX-GOVERNADOR RETORNA AO PARTIDO E DIZ NÃO TER NENHUM TIPO DE RESSENTIMENTO COM RELAÇÃO AO PREFEITO DA CAPITAL

05/04/2018 12:54 - Atualizado em 05/04/2018 13:12

Ex-governador se filiou ao PSDB (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O ex-governador Zé Filho se filiou nesta quinta-feira (5) ao PSDB. Depois de participar da filiação da deputada estadual Juliana Falcão ao PSB, ele foi para a sede do Diretório Estadual tucano, onde foi recepcionado com muita festa. O ato em tom de campanha eleitoral foi prestigiado pelos ex-governadores Freitas Neto (PSDB), Mão Santa (SD) e Wilson Martins (PSB). Deputados estaduais, ex-deputados e prefeitos do interior marcaram presença.

De todas as grandes lideranças do PSDB, apenas o prefeito de Teresina Firmino Filho não compareceu ao evento de filiação, mesmo tendo sido convidado pela direção do partido. As diferenças entre Firmino e Zé são conhecidas desde a eleição 2014. Ao chegar no evento, Zé Filho disse que volta ao PSDB para somar e afirmou não ter nenhum tipo de problema com o prefeito da capital. Segundo ele, é hora de todos estarem unidos no sentimento de oposição.

Zé Filho promete defender nome de Luciano (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

"Eu chego para somar. É aquela história que o Mão Santa diz: ninguém se perde no caminho de volta. Então a gente está retornando ao PSDB para fazer oposição ao governo que está aí. Nós vamos caminhar juntos com o deputado Luciano Nunes, com o PSB, com o DEM e com todos aqueles que não concordam com o que está posto aí. Da minha parte nenhuma [restrição com o Firmino]. Eu estou voltando no intuito de agregar. Nós viemos da região mais populosa do estado e acho que política a gente faz somando e não subtraindo", falou.

Ainda conforme Zé Filho, sua chegada fortalece o PSDB na região Norte do Piauí. Derrotado por Wellington Dias (PT) nas eleições de 2014, o ex-governador fez duras críticas ao atual governador. Segundo ele, o terceiro mandato do petista está esgotado e é preciso mostrar ao povo o que está acontecendo para derrotar Wellington nas eleições deste ano.

Ex-governador falou sobre relação com Firmino (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

"Tem que se mostrar o que está acontecendo. E é isso que nós vamos fazer no estado do Piauí todo. Esse governo é um governo desastroso. Os hospitais estão aí todos fechados, Detran em greve, falta de pagamento de fornecedores, obras paradas, o endividamento do Estado acontecendo. E com tudo isso nós não concordamos", falou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
INCOMODADO
W. DIAS PROMETE COMBATER LÍDERES DA OPOSIÇÃO
W. DIAS PROMETE COMBATER LÍDERES DA OPOSIÇÃO
EMPRÉSTIMO
WELLINGTON TENTA CONSERTAR FALA DE REJANE
WELLINGTON TENTA CONSERTAR FALA DE REJANE
TUCANOS
ELES SEGUEM AFASTADOS
ELES SEGUEM AFASTADOS
HOMENS DE FARDA
COMANDANTE DA PM ENALTECE PRÉ-CANDIDATURA DO CORONEL WAGNER TORRES
COMANDANTE DA PM ENALTECE PRÉ-CANDIDATURA DO CORONEL WAGNER TORRES