Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
UMA VIAGEM AO EXTERIOR A CADA DOIS MESES

WELLINGTON DIAS EMBARCA PARA MAIS UMA VIAGEM INTERNACIONAL EM 2019 E CAUSA REAÇÃO DA OPOSIÇÃO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO PIAUÍ

16/11/2019 15:36 - Atualizado em 16/11/2019 16:09

Petista já saiu do país outras quatro vezes em 2019 (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

O governador Wellington Dias (PT) transmitiu no final da manhã deste sábado (16) o cargo para a vice-governadora Regina Sousa (PT). O ato aconteceu no aeroporto de Teresina, onde o petista embarcou para mais uma viagem internacional. Somente em 2019, essa é a quinta vez que Wellington se ausenta do país para compromissos no exterior.

Em menos de 11 meses do quarto mandato, a média é de quase uma viagem a cada dois meses. Desta vez, Wellington vai à Europa para cumprir agenda na França, Itália e Alemanha, junto com os nove governadores que fazem parte do Consórcio Nordeste. A promessa é de que oportunidades de investimento no Nordeste serão apresentadas aos europeus.

Cargo foi transmitido para Regina (Foto: Reprodução/Facebook/Wellington Dias)

"Vamos apresentar as oportunidades de investimentos do Nordeste, que é pouco conhecido. No mundo, o Brasil é lembrado por São Paulo e Rio de Janeiro, então existe a necessidade de um conhecimento maior das outras regiões", declarou o governador antes de embarcar.

OPOSIÇÃO QUESTIONA VIAGEM

A quinta viagem de Wellington em menos de 11 meses voltou a causar reação de setores da oposição. O deputado estadual Gustavo Neiva (PSB), líder da oposição na Assembleia, criticou as sucessivas saídas do petista enquanto alunos sofrem sem transporte escolar e pacientes perdem tratamento por falta de passagens que deveriam ser garantidas pelo Estado.

Gustavo Neiva criticou sucessivas viagens (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

"Em menos de 24 horas o governador conseguiu articular uma viagem à Europa para ele e sua equipe. Essa já é a quinta viagem ao exterior esse ano. Mas para o seu José Ramos, paciente renal, ir à Fortaleza fazer um transplante de rim o Governo do Estado não pagou a passagem. A saúde do povo não tem importância. Não tem saúde, não tem transporte escolar para os alunos do interior, mas tem dinheiro para custear viagem para fora do país. Essas são as prioridades do governador", escreveu o deputado numa rede social.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
O PIAUÍ DAS URGÊNCIAS QUE NÃO URGEM
O PIAUÍ DAS URGÊNCIAS QUE NÃO URGEM
HUGO: VARGAS FOI BOM, MAS FOI DITADOR
HUGO: VARGAS FOI BOM, MAS FOI DITADOR
PARA HUGO NAPOLEÃO, JK NÃO FOI ASSASSINADO
PARA HUGO NAPOLEÃO, JK NÃO FOI ASSASSINADO
FAMÍLIA UNIDA E TAMBÉM MUITO OURIÇADA
FAMÍLIA UNIDA E TAMBÉM MUITO OURIÇADA