Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
"SOBEJAM RECURSOS PARA EDUCAÇÃO"

EM AÇÃO NO STF, GOVERNADOR WELLINGTON DIAS ARGUMENTA QUE TEM DINHEIRO SOBRANDO PARA EDUCAÇÃO E PRECISA USÁ-LO EM OUTRAS ÁREAS

24/07/2020 12:23 - Atualizado em 24/07/2020 12:37

Governador do Piauí, Wellington Dias (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Na ação em que pede ao Supremo Tribunal Federal (STF) para usar 35% dos recursos do precatório do Fundef em saúde, assistência social e geração de emprego, o governador Wellington Dias (PT) argumenta que "sobejam recursos para educação básica no Piauí".

“Vive o Estado do Piauí, portanto, um paradoxo: se, por um lado, minguam recursos para o enfrentamento da crise da Covid-19 e de suas consequências sanitárias, sociais e econômicas; por outro flanco, sobejam recursos para investimento em educação básica, após o creditamento dos valores executados no precatório”, diz trecho da ação.

Simplificando: o governador alega que tem recursos sobrando, em exagero, demasiados, para investir em educação no Piauí. Por isso, quer tirar 35% de R$ 1,6 bilhão para usar em outras áreas. O pedido do petista no STF tem como relatora a ministra Cárnem Lúcia.

ANTERIOR

EVALDO: “ESTAMOS PREPARADOS PARA ENFRENTAR A ESTRUTURA DO PP”

PRÓXIMA

DEPOIS DE QUATRO MESES