Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
NÃO SE GANHA PERDENDO

ÚNICO VEREADOR DO CIDADANIA 23 EM TERESINA DISCORDA DA DIREÇÃO MUNICIPAL, QUE DEFENDE A SAÍDA DELE PARA O PARTIDO CRESCER NA CAPITAL

18/06/2019 17:34 - Atualizado em 18/06/2019 17:44

Lázaro vive impasse com direção do partido (Foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

O vereador teresinense Dr. Lázaro não entende a estratégia do presidente municipal do Cidadania 23, professor José Augusto. O dirigente defende que Lázaro, único vereador do partido na capital, saia da legenda, sob alegação de que ele apenas usa a agremiação. A direção municipal avalia que a permanência do vereador impede novas adesões.

A intenção do Cidadania 23 é eleger dois ou três vereadores no próximo ano, mas sem a presença de Lázaro. Em entrevista ao Política Dinâmica nesta terça-feira (18), o vereador ironizou a ideia da direção municipal. Na visão dele, não é querendo a saída do único vereador do partido que se vai aumentar a bancada da legenda na Câmara Municipal.

"O presidente municipal José Augusto entende que a ausência de alguém com mandato no partido facilita a entrada de novas lideranças. Eu penso o contrário. Se a gente planeja fazer dois vereadores ou mais, a presença de alguém que lidere e puxe votos é positiva", falou.

Lázaro acredita que uma reunião na próxima semana possa resolver as divergências. "O que ocorre é um desentendimento de como ele está conduzindo o partido e que eu não concordo. Sou membro do partido, preciso do partido e o partido precisa de mim. Eu acho que a gente tem que criar uma simbiose e não um ambiente de beligerância entre as partes", finalizou.

Notícias relacionadas
“FUXICO NÃO VAI NOS SEPARAR”
“FUXICO NÃO VAI NOS SEPARAR”
NOVO HOSPITAL DE PICOS: UMA DÉCADA DE DESCASO
NOVO HOSPITAL DE PICOS: UMA DÉCADA DE DESCASO
DOIS CONTRATOS, A MESMA EMPRESA, O MESMO LOCAL
DOIS CONTRATOS, A MESMA EMPRESA, O MESMO LOCAL
LUCIANO HANG TEVE AUXÍLIO EMERGENCIAL DE R$ 600 APROVADO
LUCIANO HANG TEVE AUXÍLIO EMERGENCIAL DE R$ 600 APROVADO