Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
LUCIANO FALA EM “CAOS NO PIAUÍ” E PEDE APOIO PARA DERROTAR WELLINGTON

TUCANO DIZ QUE OPOSIÇÃO TEM QUE SAIR EM CAMPO LOGO E AFIRMA ESTAR TOTALMENTE DEDICADO À SUA PRÉ-CANDIDATURA AO GOVERNO DO PIAUÍ

23/01/2018 08:52 - Atualizado em 23/01/2018 12:55

Deputado se reuniu com líderes do PSB (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica.com)

O deputado estadual e pré-candidato a governador do Piauí, Luciano Nunes (PSDB), elevou o tom crítico contra a gestão do governador Wellington Dias (PT) e disse que está totalmente dedicado a sua pré-campanha. Durante reunião na noite da segunda-feira (22) na sede do PSB em Teresina, o tucano afirmou que o atual governo protagoniza "casos de fracasso" e pediu engajamento das lideranças da oposição para fortalecer seu nome no interior.

"O que nos faz estar aqui? É justamente o sentimento de indignação, de insatisfação e inconformismo com a realidade que o Piauí está vivendo. Em toda área que a gente olha, vemos o caos estabelecido. A segurança pública nós vemos aí a realidade, onde o cidadão não tem mais condição de sentar na porta da sua casa para conversar com os vizinhos. Na saúde, principalmente no interior, é o nosso povo sofrendo porque os hospitais regionais não têm resolutividade. Na educação da mesma forma: nossas crianças e jovens sem perspectiva de futuro porque o ensino não é de qualidade", falou.

Luciano também fez duras críticas à política de desenvolvimento econômico de Wellington Dias. Ele avalia que nesse segmento o Piauí viveu apenas fracassos e que nenhuma transformação impactante ocorreu nos últimos anos. O deputado lembrou de empresas que foram embora do Piauí deixando apenas o sonho do salto econômico e dos empregos.

Tucano quer engajamento de todos no interior (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

"Na área do desenvolvimento econômico não houve nenhum investimento consistente que pudesse modificar o perfil socioeconômico do estado. Tivemos com o governador Wellington Dias apenas casos de fracasso. Basta citar a Brasil Ecodiesel, que o governo doou terras e depois a empresa foi embora deixando prejuízo para o Estado. A Suzano da mesma forma. Em Fronteiras, ele deixou fechar a fábrica de cimento [Itapissuma], um empreendimento importante. Nem para manter o que já tinha o governo teve competência", criticou.

OPOSIÇÃO PRECISA IR A CAMPO
Luciano seguiu o tom crítico e citou problemas nas mais variadas áreas. Diante da situação, o tucano disse que está totalmente dedicado à pré-campanha, com muita disposição e decidido a disputar o governo do Piauí. Ele lembrou que outros nomes se apresentam na oposição, mas lembrou que todos eles ainda impõem condições para se lançarem candidatos. No entanto, Luciano disse que está decidido a enfrentar Wellington Dias e quer sair em campo.

"Nós temos aí alguns nomes que respeitamos, mas cada um com condicionantes. ‘Se isso, se aquilo, eu vou ver isso em março, vou ver no final de abril’. Nós precisamos colocar o bloco na rua, é uma necessidade das oposições. Estou entrando com todo desprendimento, com toda força que tenho e estou dedicado integralmente a isso. É importante que todos levem o meu nome para o interior, que a gente ocupe o maior espaço possível para levantarmos a bandeira da oposição, fazermos um belo trabalho e ganharmos as eleições", finalizou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
E DESSA VEZ, FORAM FORÇAS OCULTAS?
E DESSA VEZ, FORAM FORÇAS OCULTAS?
EDUCAÇÃO NO PAU DE ARARA
EDUCAÇÃO NO PAU DE ARARA
GOVERNO PROMETE A LISTA
GOVERNO PROMETE A LISTA
PRB COGITA NOME DE SILAS FREIRE PARA PREFEITO
PRB COGITA NOME DE SILAS FREIRE PARA PREFEITO