Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
HOSPITAL SEM PARACETAMOL

EM REPORTAGEM EXIBIDA PELA TV CLUBE, MORADORES RELATAM FALTA DE MEDICAMENTOS E INSUMOS BÁSICOS NO HOSPITAL REGIONAL DE BOM JESUS, MAS DIREÇÃO NEGA

30/06/2020 10:12 - Atualizado em 30/06/2020 10:41

Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, em Bom Jesus (Foto: Divulgação/Ascom)

A situação dos hospitais regionais do Piauí segue crítica. Em reportagem exibida na segunda-feira (29) pela TV Clube, moradores de Bom Jesus, a 632 km de Teresina, relataram até mesmo a falta de paracetamol no Hospital Regional Manoel de Sousa Santos.

Um paciente que preferiu não ter a identidade revelada na reportagem ainda disse que há momentos em que falta insumos básicos como analgésicos e gaze.

No último sábado (27), faltou oxigênio no hospital de Bom Jesus e um paciente grave com Covid-19 precisou percorrer 342 km para conseguir oxigênio e um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em São Raimundo Nonato. O produto só chegou à noite.

Por incrível que pareça, o combalido Hospital Regional de Bom Jesus é referência no atendimento para 22 municípios da região Sul do Piauí. Possui 12 leitos clínicos e dois leitos de estabilização para Covid-19. Por lá, não existe UTI. Só promessas.

O QUE DIZ A DIREÇÃO

A direção do hospital negou que haja falta de medicamentos e insumos na unidade de saúde. Segundo o diretor Helder Menezes informou à TV Clube, o abastecimento está normal.

Sobre a falta de oxigênio, ele admitiu que houve atraso do produto. "Tivemos um atraso na entrega, mas em nenhum momento deixamos de dar assistência. Procuramos outros fornecedores que de prontidão nos atenderam, garantindo a assistência aos pacientes", disse.

É a fala do povo que sofre no hospital contra a fala do diretor. 

ANTERIOR

MAURO TAPETY VENCE COVID-19 E DEIXA HOSPITAL

PRÓXIMA

MERLONG JÁ FOI EXONERADO PARA TOMAR POSSE NA CÂMARA