Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
IMPORTANTE!
AUDIÊNCIA VAI DISCUTIR SITUAÇÃO DA LINHA FÉRREA

VEREADOR CHAMA ATENÇÃO PARA PROBLEMAS CAUSADOS PELAS CONDIÇÕES PRECÁRIAS DA LINHA FÉRREA NA REGIÃO SUDESTE DE TERESINA

13/12/2018 16:22 - Atualizado em 13/12/2018 16:37

Luiz Lobão alerta para situação da via (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A situação degradante da linha férrea de Teresina em diversos pontos da via chamou atenção do vereador Luiz Lobão (MDB). O parlamentar atendeu a pedidos de moradores da região Sudeste da capital e está propondo discutir soluções para o problema. A primeira medida será a realização de uma audiência pública na segunda-feira (17) sobre o assunto.

Além dos riscos ao funcionamento do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) por conta da péssima conservação da linha férrea, moradores da região também reclamam do acúmulo de lixo e até mesmo dos casos de insegurança nos entornos da via, já que criminosos se utilizam de uma mureta que protege a linha férrea para praticar delitos contra a população da área.

"Naquela região do Renascença são vários problemas. Existem problemas com lixo, com insegurança, já que delinquentes se escondem atrás do muro de proteção do metrô e já teve casos de estupros, agressões e lesões corporais graves. Também existem problemas na própria linha, pois jogam lixo e a Companhia Metropolitana não limpa. A SDU só limpa se tiver fora do espaço da Companhia e fica esse jogo de empurra-empurra. Como ninguém limpa, a população toca fogo. Esse fogo é altamente prejudicial porque, além dos problemas de saúde, queima os dormentes de sustentação dos trilhos", descreveu Lobão.

Lobão quer discutir soluções para o problema (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

De acordo com o parlamentar, a população da área também se queixa da falta de poda das árvores no espaço que é de responsabilidade da Companhia Metropolitana. A linha férrea de Teresina é bastante antiga, foi construída em 1926 e, conforme o vereador, praticamente nunca passou por uma manutenção para melhorar as condições de funcionamento da via.

"Na minha lembrança, eu não conheço manutenção nesses trilhos. São dormentes de madeira que aguentam vários anos em contato com a terra. Tem madeira centenária ali. Então ela se torna muito seca, desidratada e quando se coloca fogo próximo, logo passa para os dormentes. Tem lugar que existem três ou quatro dormentes queimados. Quando o VLT passa dá uma movimentação de desnível para um lado ou para outro", alertou.

A audiência pública será realizada na própria comunidade, às 15h da segunda-feira (17), no Espaço MJ Eventos, na Rua Francisco de Sousa, nº 5251, próximo à Estação do Metrô. Foram convidados membros da Companhia Metropolitana de Teresina, da Secretaria Estadual de Transportes, do Ministério Público do Estadual, da SDU Sudeste, OAB-PI e outras entidades.

Comentários (1692)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem: