Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
DIRETO E RETO NO RUMO DO PROGRESSISTAS

PRESIDENTE ESTADUAL DO PT LEMBRA QUE IRACEMA PORTELLA ERA DO GRUPO QUE GOVERNOU O PIAUÍ ATÉ 2002 E CRITICA PRÉ-CAMPANHA ANTECIPADA

03/02/2020 16:16 - Atualizado em 03/02/2020 17:27

Assis Carvalho rebateu críticas do Progressistas (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica)

As críticas que a deputada federal Iracema Portella (Progressistas) fez ao governo do Estado durante evento no município de Morro Cabeça no Tempo, no Sul do Piauí, ainda não foram engolidas por setores do PT. O presidente estadual do partido, deputado federal Assis Carvalho, é um deles. Pelo tom do discurso, ele já não vê a deputada como aliada.

Nesta segunda-feira (3), Assis disse que Iracema já está tomada por uma emoção de pré-campanha antecipada. O petista ainda lembrou que o grupo da deputada governou o Piauí até 2002, quando muitas cidades do estado não tinham ligação com estrada asfaltada.

"Eu me surpreendo [com as críticas] porque a gente sabe que o Piauí de 2002 para trás, quando o grupo da deputada Iracema tinha todo o controle do estado, lamentavelmente você olhando os dados daquela época e os dados de 2002 para cá, há uma diferença significativa. Então, me parece que é um pouco de emoção de pré-campanha", falou.

A crítica de Iracema foi por conta da falta de estrada asfaltada para se chegar à cidade de Morro Cabeça no Tempo, um município carente de tudo. Na ocasião, ela disse aos presentes que podem esquecer que "esse governo de Wellington Dias" não vai fazer a estrada para o município e falou que a obra só sairá em uma gestão do Progressistas no governo estadual.

Para Assis, antecipar a eleição de governador de 2022 é um grande erro cometido pelo Progressistas, partido de Iracema Portella e do senador Ciro Nogueira.

"Eu acho que antecipar 2022 é um grande erro. Nós temos primeiro que discutir o Piauí e as eleições de 2020 e só depois falar sobre 2022. Parece que já é um certo sentimento de colocar as eleições de 2022 antes das eleições de 2020", disse o deputado petista.

ATÉ QUANDO VÃO SUPORTAR O PROGRESSISTAS?

Perguntado pelo Política Dinâmica sobre até quando o PT vai suportar manter a aliança com o partido de Ciro Nogueira no Piauí, Assis Carvalho disse que a sociedade piauiense é quem vai condenar aqueles que estão antecipando o processo eleitoral de 2022.

"A sociedade piauiense, o povo piauiense fará sua própria leitura. Eu acho que você trazer uma eleição de 2022 para dentro de 2020 a sociedade pode rechaçar e pode condenar, porque a sociedade quer seus problemas resolvidos. Não pode estar a vida inteira tratando de palanque político", concluiu o parlamentar.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
DEPUTADO PIAUIENSE VIAJA DE BRASÍLIA A TERESINA DE MOTO
DEPUTADO PIAUIENSE VIAJA DE BRASÍLIA A TERESINA DE MOTO
EM 2004, FIRMINO ANUNCIOU CANDIDATO EM ABRIL
EM 2004, FIRMINO ANUNCIOU CANDIDATO EM ABRIL
“DR. PESSOA ESQUECE QUE É DO MDB”
“DR. PESSOA ESQUECE QUE É DO MDB”
VINCULADO AO CÉU
VINCULADO AO CÉU