NOTÍCIAS

ELEIÇÃO DE ENZO APONTA INDEPENDÊNCIA DA CÂMARA

ENZO SAMUEL É ELEITO PRESIDENTE DA CÂMARA EM VOTAÇÃO ANTECIPADA E MOSTRA QUE VEREADORES QUEREM DELIMITAR INFLUÊNCIA DA PMT NO LEGISLATIVO

15/06/2022 15:11

Com 28 votos a favor e apenas um contrário, o vereador Enzo Samuel (PDT) foi eleito presidente da Câmara de Vereadores para o biênio 2023-2024. Na eleição em caráter de urgência, Enzo foi candidato com chapa única. 

Aliado de Jeová Alencar deve continuar acordos e estilo da atual gestão da CMT (foto: Jailson Soares / PD)

O pleito na Câmara pegou de surpresa a Prefeitura de Teresina, que não teve tempo para preparar um contra golpe a chapa de Enzo. O projeto para antecipar as eleições foi apresentado nessa terça-feira (14/06) pelo vereador Deolindo Moura (PT) e votado, em regime de urgência, nesta quarta-feira (15). Uma reação definitiva do Legislativo contra movimentações do vice-prefeito Robert Rios (Republicanos), cada vez mais isolado.

TIVERAM QUE ENGOLIR

Aliado de Robert, o vereador licenciado para assumir a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), Renato Berger (PSD), até confirmou que tinha interesse em formar chapa para ser o candidato do prefeito à Presidência da Câmara. Porém, a eleição antecipada também o pegou de surpresa e não teve tempo para conversar com os colegas vereadores.

Ainda na terça-feira (14), o presidente da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final (CCJ) da Câmara, vereador Dudu (PT), não gostou do projeto de votação em regime de urgência e disse que a eleição antecipada poderia ser judicializada. 

Horas antes da eleição, vereadores selaram a paz e o voto na chapa de Enzo

Porém, horas depois, num encontro com mais de 25 vereadores num sítio Quintal do Lira [do vereador Antônio José Lira] e algumas doses de "refrigerante" fizeram o parlamentar mudar de ideia e apoiar a votação para mesa diretora em favor de Enzo.

Encontro nas vésperas da eleição e algumas doses ajudaram a selar apoio de Dudu à chapa de Enzo

Nesta quarta-feira (15), sem tempo para ressaca do Quintal do Lira, a votação ocorreu logo na abertura do expediente da Câmara e dos 29 parlamentares, apenas o vereador Ismael Silva (PSD) foi contra a realização da eleição. 

"Sou contra porque acredito que o motivo alegado para realização do pleito não é suficiente para caracterizar uma urgência. Dizer que a eleição para mesa deve ocorrer por conta das eleições presidenciais e estaduais não é plausível, pois acredito que independente dessa eleição todos nós vereadores vamos estar trabalhando aqui na Câmara. Também, acredito que deveria haver uma melhor discussão, apresentação melhor das propostas das chapas que quisessem concorrer", argumentou Ismael. 

Deolindo Moura e Enzo Samuel comemoram eleição arquitetada nos bastidores da Câmara (foto: Jailson Soares / PD)

A fala de Ismael foi ironizada pelo presidente da Câmara, Jeová Alencar (Republicanos), logo após o término da votação. "Quem ganha é essa Casa. Infelizmente, alguns insistem em não enxergar que esse processo democrático. A absoluta maioria escolheu, quase por unanimidade, o vereador Enzo como representante", refutou Jeová. 

Ao fim da eleição, os parlamentares aplaudiram e felicitaram o vereador Enzo Samuel e o presidente da Câmara, Jeová Alencar, que mostrou mais uma vez o domínio que tem sobre a Câmara de Teresina. 

Após o terminação da sessão, cerca de 20 vereadores seguiram em caravana ao Palácio da Cidade para entregar o resultado da votação para o prefeito Doutor Pessoa (Republicanos). 


Comente