TÁ COMIGO, OU TÁ COM MEDO?

FALTANDO UMA SEMANA PARA LANÇAMENTO DA PRÉ-CAMPANHA A GOVERNADOR DE CIRO NOGUEIRA, METADE DA BANCADA DO PP AINDA ESTÁ ABRAÇADA COM WELLINGTON DIAS

Francisco Filho Francisco Filho
19/04/2021 08:51 - Atualizado em 19/04/2021 09:24

Daqui uma semana, na próxima segunda-feira (26), será lançada a pré-campanha para governador do Piauí de Ciro Nogueira (PP). Nenhum nome da oposição a Wellington Dias (PT) é tão forte para disputar o Governo do Estado que o do senador. O evento partidário, se imagina, deverá ser recheado de acalorados discursos, críticas à atual gestão e ampla cobertura da imprensa. Mas só um movimento de Ciro pode fazer o mundo político enxergar sua candidatura com firmeza e determinação: exigir que os deputados do Progressistas saiam do governo do PT.

Ciro Nogueira: nenhum nome da oposição é, até aqui, tão forte quanto o dele para derrotar o rupo de Wellington Dias em 2022 (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

PARTIDO DIVIDIDO, OPOSIÇÃO DUVIDOSA

O partido de Ciro Nogueira está dividido. Possui uma bancada de 6 deputados estaduais, mas só pode contar com metade para repercutir suas críticas a Wellington: são eles Júlio Arcoverde, Lucy Soares, B. Sá, todos fechados com o senador. A outra metade -- Wilson Brandão, Hélio Isaías e Firmino Paulo -- participa ativamente do governo petista, cada um com uma secretaria. Como pode?

Se a postura de todos os deputados do PP fosse igual de a Iracema Portella, nem precisava de lançamento de pré-campanha (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Na bancada federal, a mesma coisa, meio a meio. A deputada Iracema Portella está com Ciro para o que der e vier. Já a deputada Margarete Coelho, que já foi vice-governadora de Wellington Dias, tem uma irmã sendo secretária de Meio Ambiente no governo do PT. Dá pra confiar?

SE ESTÁ EM CIMA DO MURO, JOGA CONTRA

“Não fui comunicado em nada pelo meu partido e nem pelo senador Ciro Nogueira. E outra, nem posso antecipar fatos. Estou sabendo dessa situação por vocês da impressa. Continuarei trabalhando na minha secretária até quando tiver indicação do governador Wellington Dias”, comentou o deputado estadual Hélio Isaías ao Política Dinâmica. Segundo ele, a direção do Progressistas ainda não havia o procurado para tratar sobre eleições.  

Aliás, Hélio não mostrou em nenhum momento da entrevista interesse de comentar sobre qualquer assunto que fosse relacionado à campanha eleitoral. Pelo contrário, o gestor disse que está focado somente na Secretaria de Transportes.

O retrato da dúvida: nessa foto, hoje, Ciro só pode contar com o deputado Júlio Arcoverde (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Evento nenhum vai passar a mensagem de certeza que Ciro quer passar enquanto houver deputados em seu partido dando entrevistas como essa e Hélio. Ou enquanto eles não quiserem falar, como foi o caso de Firmino Paulo e Wilson Brandão que, procurados por nossa equipe de reportagem, não retornaram as mensagens e nem atenderam as inúmeras ligações telefônicas.

O mundo político que já é contra Wellington Dias e seu grupo esperam para ontem que Ciro Nogueira use essa expressão nordestina de definição e coragem:

"Tá comigo, ou tá com medo?".



Comente!

ANTERIOR

INQUÉRITO CONCLUÍDO

PRÓXIMA

PARA ONDE VAI A CPI?