NOTÍCIAS

REI DOS EMPRÉSTISMOS OU DAS DÍVIDAS ?

RAFAEL FONTELES COMEMORA MAIS UM EMPRÉSTIMO E AUMENTO DO ENDIVIDAMENTO DO PIAUÍ COM OS BANCOS

10/11/2021 12:30

O secretário de Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles (PT), que também é pré-candidato ao governo do Piauí com apoio do atual governador Wellington Dias (PT), vibrou em sua rede social ao declarar que o Estado assinou mais um contrato para empréstimo de R$ 600 milhões junto ao Banco Itaú. A postagem do secretário foi rebatida com diversas críticas de seus seguidores que garantem que não há o que comemorar com o tanto de empréstimos e endividamento que o atual governo vem ‘empurrando’ no Estado.

Print de postagem de Rafael Fonteles no Twitter (foto: reprodução twitter)

Há pouco mais de um ano do fim da atual gestão, o Governo de Wellington Dias conseguiu contrair uma dívida milionária para o Estado pagar ou melhor para população quitar essa dívida através do pagamento de impostos.  Só de 2020 para cá, a secretaria de Fazenda comandada por Rafael contraiu empréstimo de R$ 83 milhões com o Banco BRB de Brasília e mais R$ 800 milhões junto ao Banco do Brasil. Se somados com esse novo empréstimo, o estado já deve mais de R$ 1,5 bilhão para serem quitados nos próximos anos por quem quer que esteja no comando do Governo.

Seguidores criticaram gestor por contrair mais dívida para o Estado. (reprodução: Twitter)

Para todos esses empréstimos acontecerem foram solicitadas autorizações para Assembleia Legislativa do Piauí. Porém, por lá, o governo não teve nenhuma dificuldade, pois tem a maioria dos deputados daquela casa fiéis à base, tendo em vista o derrame de cargos públicos nas secretarias em troca de apoio dos parlamentares que sempre dizem ‘amém’ para todo e qualquer ato do governo Wellington Dias. Já à tímida oposição, apesar de vez ou outra questionar as ações do Governo, caberá apenas fiscalizar a aplicação desse dinheiro que deverá servir exclusivamente para realização de obras.

Seguidores questionam para quer será usado dinheiro do empréstimo (foto: reprodução twitter)

A maior parte desse novo empréstimo será destinado ao Programa Pró Piauí que visa levar obras para todos os municípios do Estado. O programa foi inventado há pouco tempo pelo governo de Wellington Dias, que colocou à frente dessas ações o secretário Rafael Fonteles, que também acumula a função de coordenador do Pro Piauí. Coincidências a parte, Rafael é também pré-candidato ao governo do Piauí e tem rodado todo o Estado prometendo obras em pleno período eleitoral, usando o dinheiro do empréstimo para realização de supostas obras que antes mesmo de iniciarem já deixaram o Estado com uma dívida bilionária para quitar na próxima década.

Rafael Fonteles tem o apoio do governador Wellington Dias para disputar o governo do Piauí.

Comente