NOTÍCIAS

PARTIDOS EM BUSCA DE FILIAÇÕES

OPOSIÇÃO TENTAR ATRAIAR ALIADOS DE WELLINGTON DIAS E BASE DO GOVERNO REAGE NA ALEPI

15/10/2021 12:51

Os partidos que fazem a oposição e da base do governo do Piauí se digladiam nos bastidores da política estadual em busca de novos aliados para seus projetos políticos em 2022. O deputado estadual e presidente estadual do Progressistas, Júlio Arcoverde, diz que a partir de agora o grupo da oposição vai buscar novas filiações que provocarão ‘baixas’ no grupo de aliados do governador Wellington Dias (PT).

Presidente estadual do Progressistas, deputado Júlio Arcoverde.

“Já começaram as baixas e duvidaram que nossos deputados não iam sair da base, mas vocês já estão vendo aí. Garanto que até o fim do ano o governo Wellington Dias vai perder três deputados de sua base. Já nós da oposição vamos de 20 em 20 dias filiar algum novo integrante, pode ser um prefeito ou um candidato a deputado. O certo é que novos nomes chegarão para somar com esse projeto de mudança proposta pela oposição”, afirma Júlio Arcoverde.

Ainda segundo o parlamentar, com a liberação da realização de alguns eventos, o Progressistas via realizar novas ações de filiações por todo Estado. “Temos muitos prefeitos que querem se juntar ao nosso projeto para marchar com a gente em 2022. Posso garantir que são muitos prefeitos insatisfeitos e que estão sendo enganados por este Programa Pró Piauí do Governo do Estado”, critica Júlio.

Logo após a entrevista realizada na Alepi nessa quinta-feira (15/10), o deputado da base governista João Mádison (MDB) também conversou com a imprensa e rebateu as afirmações do deputado progressista. “Isso é natural no período eleitoral que se aproxima, do mesmo jeito que podem sair políticos do grupo do governo, a oposição também deve perder aliados. O mais importante é saber com quantos vamos ficar e que a política se faz é com o povo, é o povo que julga o trabalho que vem sendo feito”, rebate.

Ainda segundo o emedebista, o grupo da oposição não tem se baseado no momento atual. “Não podemos ficar falando em hipóteses como eles estão fazendo, precisamos falar da realidade. Hoje, temos um grupo forte e engajado neste projeto de dar continuidade ao que estar aí, sabemos que precisamos melhorar em vários setores e estamos no caminho certo”, pondera João Mádison.

Deputado estadual João Mádison.

Questionado ainda sobre o espaço que o seu partido (MDB) terá na chapa do governo em 2022, o parlamentar voltou a confirmou o desejo da sigla em indicar o nome do candidato a vice-governador na chapa majoritária liderada pelo PT. “Eu acho que o governador já provou que é um grande articulador, mas isso é algo matemático. O MDB é um dos maiores partidos e temos o maior número de deputados estaduais, contamos com um deputado federal e um senador. Por isso, trabalhamos para indicar o vice na chapa e vemos isso com muita possibilidade, não vejo com o MDB fora da chapa proporcional”, revela.

Ao término da entrevista, o deputado João Mádison ainda destacou que o MDB já tem 18 pré-candidatos à deputados estaduais, sete à deputados federais, porém, falta complementar com mais quatro mulheres para sem candidatas. “O desejo do partido é eleger 2 deputados federais e nove deputado estaduais, é para isso que vamos trabalhar para 2022”, afirmou.

  

Comente