NOTÍCIAS

NILSON CAVALCANTE E R. SILVA APRESENTAM RELATÓRIO COM FLAGRANTES DE INFRAÇÕES NO TRÂNSITO

OS PARLAMENTES TAMBÉM VÃO APRESENTAR PROJETO QUE INSTITUI A SEMANA MUNICIPAL DE TRÂNSITO

16/03/2017 12:57

Nilson Cavalcante e R. Silva, autores do projeto (Foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Por Ananda Oliveira e Lídia Brito

O Piauí é o estado com o maior número de acidentes de motocicletas. Este dado foi apresentado pelo vereador Nilson Cavalcante (PT do B) na sessão plenária desta quinta-feira (16) para abordar os casos de infrações e acidentes de trânsito envolvendo motociclistas. Na próxima terça (21), Nilson e o vereador R. Silva (PP) apresentarão um projeto que institui a Semana Municipal de Trânsito.

A partir de uma pesquisa realizada pelos parlamentares, foi elaborado um relatório que aponta para a precariedade das condições de trânsito em Teresina. Uma amostra dos flagrantes foi apresentada no pronunciamento do vereador, que expôs algumas fotos para o público presente. A carência de fiscalização é um dos pontos cruciais para a realidade observada hoje, defendem os autores do projeto.

Nilson afirma que um relatório será entregue à diversas autoridades que são responsáveis de alguma forma por dar respostas à sociedade diante da situação, a exemplo da STRANS, Detran, comando da Polícia e secretaria de Segurança. Segundo ele, um prazo será dado para que se nova cobrança caso o problema não seja solucionado.

“Não temos fiscalização nos fins de semana em nenhuma das zonas da cidade. Os números são absurdos. [Entre os flagrantes] é empregado que entrega gás sem capacete em moto; moto andando com cinco pessoas, três crianças, todos sem capacete, enfim, precisa ser feito algo”, declara.

A QUESTÃO DO ATENDIMENTO

Em fevereiro, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, esteve em Teresina e durante visita ao Hospital de Urgência de Teresina comentou a questão do Piauí ser o estado com uma grande número de acidentes de motos e os custos que advém dessa realidade.

O ministro cobrou do prefeito Firmino Filho (PSDB) e do governador Wellington Dias para melhorar esta situação, já que as despesas são altas para manter o hospital atendendo tantos casos.

Já Nilson não acredita que falta atenção dos gestores para esta situação, mas que é preciso uma “política do cotidiano”.

“Não pode ser só uma política de uma semana municipal, semana estadual ou nacional de trânsito. Esta é uma política que precisa ser diária. Os fins de semana são entregues ‘às moscas’, como diz no popular. Passamos na BR-316 por várias pessoas sem capacete. Nem a Polícia Federal faz alguma coisa”, afirma.

Comente