NOTÍCIAS

GOVERNADORES QUEREM O FIM DA PANDEMIA

APÓS QUEBRAR PROTOCOLOS NA EXPOAPI, WELLINGTON DIAS QUER PEDIR O FIM DO ESTADO DE PANDEMIA

22/12/2021 11:12

Depois de apoiar a realização de um grande evento, a EXPOAPI -- e contrariar boa parte do que havia proibido por decreto -- o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), juntamente com outros governadores que formam o Consórcio Nordeste planejam pedir ao presidente Jair Bolsonaro (PL) o fim do estado de pandemia no Brasil.

Wellington Dias presidiu o Fórum dos governadores do Nordeste até novembro de 2021. (foto: ascom)

Segundo o governador, uma série de medidas combinadas poderão tornar viável o fim do estado de pandemia. Dentre elas, a vacinação para crianças, a permanência da baixa média de óbitos em decorrência da doença e o teste na população brasileira de medicamentos contra a Covid-19.

“Estamos com a média de óbitos baixa de 150 por dia em todo país, antes estivemos no patamar de 4.500 dia, isso significa que a vacina está funcionando. Por isso, defendemos que é preciso avançar na vacinação para crianças a parti de 5 anos para podermos dar mais segurança no retorno das aulas no início de 2022”, explica Wellington Dias.

Ainda segundo o governador do Piauí, a covid-19 está se igualando a outras doenças e isso vai permitir convivência com o vírus, desde que não sejam abandonadas medidas de segurança. “Com esses avanços, também já pedimos ao Ministério da Saúde a autorização para o teste de medicamentos contra a covid a utilização aqui no Brasil, medicamento esses que já existem em outros países para combater a Covid, acredito que nós do Fórum poderemos pedir ao Ministério da Saúde o fim dessa fase de pandemia”, concluiu.

Nove governadores do Nordeste formam Fórum. (foto: ascom)

Nos bastidores, essa proposta dos governadores é tida como sendo a primeira que poderá se concretizar e sair da fase apenas do discurso, tendo em vista que as diversas promessas de compra de vacina para ajudar na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid nunca saíram da propaganda.

Comente