ESTUDANTES CONTRA A PEC 241 EM SÃO RAIMUNDO-PI

MANIFESTAÇÃO CONTRA A PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241 APROVADA EM PRIMEIRO TURNO NA CÂMARA TOMOU AS RUAS DA CIDADE

14/10/2016 17:32 - Atualizado em 14/10/2016 18:05

Manifestação nas ruas de São Raimundo (Foto: Rômulo Timóteo/Movimento Estudantil)

Por Gustavo Almeida

Dezenas de estudantes e servidores públicos saíram às ruas de São Raimundo Nonato, a 530 km de Teresina, na manhã desta sexta-feira (14) para protestarem contra a PEC 241. Universitários do campus da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), do Instituto Federal de Educação (IFPI), estudantes secundaristas da região e membros do Sindicato dos Servidores Municipais reagem contra a proposta.

De acordo com João Paulo Felisberto, estudante de arqueologia e preservação patrimonial da Univasf em São Raimundo Nonato, todos se uniram na defesa de uma greve geral. Uma série de mobilizações deve acontecer nos próximos dias na cidade como forma de protesto contra a PEC aprovada em primeiro turno pela Câmara que fixa um teto para o aumento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos. O movimento é intitulado de Resistência Estudantil Serra da Capivara.

"O descaso com a educação, que já era grande no governo do PT, tanto estadual quanto federal, dá sinais fortes de uma piora significativa. As três instituições de ensino de São Raimundo e o Sindicato dos Servidores Municipais se uniram para promover uma série de atividades de mobilização e conscientização para uma greve geral em prol de um governo que cumpra seu papel de protetor dos interesses dos cidadãos", falou o estudante.

Estudantes lutam contra a PEC 241 (Foto: Rômulo Timóteo/Movimento Estudantil)

Ele lamentou o fato de oito dos 10 deputados federais do Piauí terem votado a favor da PEC 241. Para ele, a postura mostra que os parlamentares não estão comprometidos com a defesa da educação. "Essa postura me entristece muito, pois eles acabaram de fazer parte das campanhas políticas municipais ajudando os seus colegiados a enganarem o povo com promessas de priorizar a educação", desabafou.

A reitoria da Univasf, situada em Petrolina-PE, está ocupada por mais de 300 estudantes e os alunos do campus de São Raimundo Nonato aderiram ao movimento. Em assembleia, os discentes da instituição decidiram entrar em greve por tempo indeterminado por conta da PEC e de outras reivindicações. Nesta sexta-feira, o Conselho Universitário da instituição aprovou a suspensão do calendário acadêmico.

A universidade informou também nesta sexta que acolheu parte das pautas dos estudantes após o Ministério da Educação sinalizar aporte extra de recursos para a instituição. No entanto, os estudantes prometem continuar com o movimento por conta da PEC 241.

Notícias relacionadas
"ACHO QUE ELE ESTÁ ME DISPENSANDO"
JUÍZA NÃO ACEITA RELATÓRIO E QUER EXAMES DE BOLSONARO
JUÍZA NÃO ACEITA RELATÓRIO E QUER EXAMES DE BOLSONARO
ANDRÉ MENDONÇA É O NOVO MINISTRO DA JUSTIÇA
ANDRÉ MENDONÇA É O NOVO MINISTRO DA JUSTIÇA
SÉRGIO MORO DEIXA O GOVERNO
SÉRGIO MORO DEIXA O GOVERNO