NOTÍCIAS

DISCORDÂNCIA NO PL

MAINHA RECUSA CONVITE PARA CARGO NACIONAL NO GOVERNO BOLSONARO E PODE GERAR MAL-ESTAR NO PL

15/10/2021 10:24

O deputado José de Andrade Maia Filho, o Mainha (PL), rejeitou nesta semana a indicação do seu nome para ocupar o cargo de Secretário Nacional de Infraestrutura Turística no Ministério do Turismo. O político atualmente ocupa a Superintendência de Representação do Governo do Piauí em Brasília, porém, com a desistência do cargo a nível nacional, Mainha deve continuar no cargo dado pelo governo do Piauí, do qual é aliado.

Suplente de deputado Federal, Mainha.

Mainha concorreu ao cargo de deputado Federal nas eleições de 2018 pelo Progressistas, obtendo 61.132 votos, não sendo eleito, porém ficou na suplência. Mas em 2020, ele deixou o Progressistas para se filiar ao Partido Liberal (PL) que a nível nacional apoia o Governo de Jair Bolsonaro.  

Por conta disso, os líderes do partido decidiram indicar Mainha para o cargo de Secretário Nacional de Infraestrutura Turística no Ministério do Turismo, porém, por meio de um vídeo no seu perfil no Instagram acabou destacando os motivos de recursar o convite.

“Quero comunicar que decidi não tomar posse para o cargo no Ministério do Turismo, porque minha consciência não permite. Por mais que amigos e colaboradores me estimulem, por ser um caminho mais confortável para nossa caminhada política no próximo ano, não teria condições de assumir um cargo nesse governo, nem outro qualquer. Não vou deixar nenhuma função que eu participe ir para meu currículo neste Governo. Pelo simples fato de termos que apoiar um governo que se contrapõe ao que acredito”, explicou Mainha.  


Sabendo que seu ato pode gerar um desconforto dentro partido, visto que o PL apoia o Governo Bolsonaro, Mainha pediu compreensão aos colegas partidários. “Agradeço aos colegas do partido que me indicaram pela confiança e peço compreensão ao que nos apoiaram, mas tomei essa decisão com coração e consciência. Por isso, resolvi gravar esse vídeo, prefiro colocar a cabeça no travesseiro tranquilo e entender que tudo na vida não se resume a busca desenfreada pelo poder”, afirmou Mainha.

Com a decisão, o suplente de deputado pode até continuar no partido, porém, a recusa ao cargo pode gerar um mal-estar na base nacional do PL. Ao que tudo indica, Mainha pode optar por trocar o PL em 2022 para disputar novamente o cargo de deputado Federal e continuar apoiando o governo do PT no Piauí.

Comente