Coluna Política
  • terça, 20 de outubro de 2020, às 12:00h

    Pessoa vê diferença para Kleber diminuir (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A TV Antena 10 divulgou na noite da segunda-feira (19) pesquisa do Instituto Opinar sobre a disputa pela prefeitura de Teresina. No levantamento estimulado, o candidato Dr. Pessoa (MDB) tem 34,13% das intenções de voto. Ele é seguido por Kleber Montezuma (PSDB) que subiu e chegou a 20%. Fábio Abreu (PL) segue em queda e ficou com 15,38%.

    O petista Fábio Novo aparece na quarta colocação com 4,13%. Simone Pereira (PSD) tem 1,25% e Major Diego (Patriota) 1,13%. Com menos de 1% das intenções de voto aparecem Fábio Sérvio (PROS) com 0,88%, Lourdes Melo (PCO) com 0,75%, Lucineide Barros (PSOL) com 0,63%, Gessy Fonseca (PSC) com 0,38%, Gervásio Santos (PSTU) com 0,38% e Pedro Laurentino (UP) com 0,13%. Mário Rogério (Cidadania) não foi lembrado pelos entrevistados e ficou com 0%.

    Outros 11,75% dos entrevistados não souberam ou não quiseram responder. Já 8,13% é a soma dos que afirmaram que votariam branco, nulo ou em nenhum dos candidatos citados.

    ESPONTÂNEA

    No cenário espontâneo, quando o eleitor aponta o nome de um candidato sem ouvir a lista de nomes, o mais lembrado foi Dr. Pessoa (MDB), com 19%. Kleber Montezuma (PSDB) aparece na segunda colocação com 15,75% das intenções de voto. O candidato Fábio Abreu (PL) aparece na terceira colocação, com 8,38%. Fábio Novo (PT) alcançou 3%. 

    Lourdes Melo (PCO) somou 1,50% e Simone Pereira (PSD) alcançou 1,13%. Os demais candidatos não chegaram a 1% das intenções de voto. Não souberam ou não responderam à pesquisa espontânea somam 44,25%. Já brancos, nulos ou nenhum totalizaram 4,50%.

    FICHA TÉCNICA

    A pesquisa foi realizada entre os dias 09 e 11 de outubro e está registrada no TSE com o número PI-02493/2020. Foram ouvidos 800 eleitores teresinenses com 16 anos ou mais. O levantamento tem 95% de nível de confiança e 3,46% de margem de erro para mais ou para menos.

    LEIA TAMBÉM:
    Amostragem: Dr. Pessoa 28,43, Kleber 23,14%

    • R&G Feet
  • terça, 20 de outubro de 2020, às 11:00h

    Dr. Pessoa cai e Kleber sobe em pesquisa (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Pesquisa do Instituto Amostragem divulgada nesta terça-feira (20) pelo Grupo Meio Norte de Comunicação mostra que os candidatos Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB) já estão empatados dentro da margem de erro. O levantamento registrado no TSE com o nº PI-08625/2020 ouviu 605 eleitores nas zonas urbana e rural de Teresina. A margem de erro é de 3,9% para mais ou para menos com nível de confiança de 95%.

    Segundo a pesquisa estimulada, Dr. Pessoa tem 28,43% das intenções de voto contra 23,14% de Kleber Montezuma. Fábio Abreu (PL) segue em tendência de queda e desceu para 16,69%. Já Fábio Novo (PT) ficou com 6,12%. Gessy Fonseca (PSC), Major Diego Melo (Patriotas) e Simone Pereira (PSD) têm 1,16% cada um. Os demais candidatos não chegaram a 1%.

    Não souberam ou não opinaram somam 8,76%. Brancos e nulos 2,64%. Os entrevistados que disseram não votar em nenhum dos candidatos na disputa são 8,93%.

    KLEBER SOBE, PESSOA E ABREU CAEM

    Se comparado com a última pesquisa Amostragem realizada dos dias 17 a 20 de setembro, Kleber subiu quase 10 pontos percentuais (9,26) e Dr. Pessoa caiu 3,64 pontos. Na mesma comparação, Fábio Abreu desceu 3,48 pontos. Fábio Novo (PT) oscilou de 6,94% para 6,12%. 

    KLEBER LIDERA NA ESPONTÂNEA

    Na pesquisa espontânea, quando o entrevistador deixa que o eleitor cite o nome que vem à cabeça, Kleber Montezuma lidera a corrida. Nesse formato, ele tem 18,84% contra 17,36% de Dr. Pessoa. Considerando a margem de erro, há um empate técnico entre os dois.

    O candidato Fábio Abreu tem 8,60% na espontânea e o petista Fábio Novo somou 5,12%. Os demais candidatos não atingiram 1% no levantamento espontâneo do Amostragem.

    Os eleitores que não souberam ou não opinaram na espontânea somam 30,74%. Pretendem votar branco ou nulo 3,64% e não votam em ninguém 11,24%.

    • R&G Feet
  • segunda, 19 de outubro de 2020, às 17:16h

    Não vai bem o candidato do prefeito Reginaldo Júnior em Palmeirais. Segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (19) pelo instituto Datamax, a oposição segue com ampla vantagem na disputa de 2020.

    Cada um em seu quadrado: Baltazar lidera intenção de voto e Mauro segue na frente quando o assunto é a rejeição do eleitor (fotos: Facebook | PoliticaDinamica.com)

    De acordo com a pesquisa espontânea (quando o eleitor diz em quem vai votar sem apresentação dos nomes dos candidatos), se as eleições fossem hoje, o candidato Baltazar Campos, da coligação PTB/MDB tem 47,09%, contra 33,67% do candidato Mauro Almeida, da coligação Republicanos/PT.

    O cenário estimulado é ainda mais favorável para Baltazar. Quando os nomes dos candidatos são citados, Baltazar Campos já alcança 50,30% das intenções de voto, ampliando a vantagem sobre o segundo colocado e a liderança na disputa. Mauro Almeida não passa de 36,47%.

    REJEIÇÃO

    A pesquisa também buscou a informação sobre em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram:


    AVALIAÇÃO DA ATUAL GESTÃO

    O Instituto também perguntou aos entrevistados qual era a sua opinião sobre a administração de Palmeirais, atualmente, sob o comando de Reginaldo Júnior. Os resultados explicam um pouco da rejeição do candidato apoiado pelo prefeito, que já teve contas de gestão reprovadas. 

    Veja o quadro!


    Dados da Pesquisa

    A pesquisa de intenção de votos para prefeito de Palmeirais foi realizada no dia 09 de outubro, com 499 pessoas nas zonas urbana e rural da cidade.

    A pesquisa possui margem de erro de 4,29% e nível de confiança de 95% e está registrada no TRE/PI – Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, sob o número de registro: PI-037 16/2020.

    • R&G Feet
  • segunda, 19 de outubro de 2020, às 12:13h

    Padre Paulo reagiu ao barulho perto da igreja (Foto: Reprodução/Vídeo/Transmissão)

    O padre da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Pedro II, a 165 km de Teresina, se revoltou com uma carreata política que passou ao lado da igreja onde ele realizava uma missa. O episódio aconteceu na manhã deste domingo (18). 

    A celebração religiosa foi transmitida ao vivo pela internet e o desabafo do sacerdote repercutiu. Ao escutar o barulho da carreata, padre Paulo Sérgio Duarte não poupou críticas e disparou contra o evento promovido pelo prefeito Alvimar Martins (Progressistas), que tenta a reeleição.

    “Eu não sei se quem está em casa está escutando esse barulho. Esse barulho é uma maldita carreata do prefeito de Pedro II, que em meio à pandemia aglomera gente e passa ao lado da igreja. Vejam só. Uma autoridade que não respeita os princípios, não respeita a vida e nem sequer os nossos momentos religiosos. Por que não vai passar em outro lugar? Você que é de Pedro II analise bem. Será se esse é o tipo de governante que nós queremos?”, criticou o padre.

    NEM ADIANTA PEDIR MISSA DE POSSE

    Indignado com a situação, o sacerdote ainda fez uma profecia e disse que o prefeito Alvimar Martins não vai se reeleger. Porém, avisou que caso sua profecia não se cumpra, o que ele considera difícil, nem adianta o prefeito pedir missa de posse que ele vai se recusar a celebrar e nem vai permitir que outro padre da região celebre na Paróquia dele.

    “Aqui eu quero dizer: por essa falta de respeito, não vão ser eleitos. É uma profecia. Por essa falta de respeito com a vida e com aquilo que é de Deus não vão ser reeleitos. E se um dia vierem me pedir missa eu me recuso. Escutem o que estou dizendo. Se forem eleitos, o que eu acho difícil, se vierem me pedir missa de posse eu me recuso e não permito nenhum padre vir, por essa falta de respeito. Fica aqui o meu repúdio”, desabafou o padre.

    • R&G Feet
  • segunda, 19 de outubro de 2020, às 0:01h

    Nem o mandato de deputada suplente que o governador Wellington Dias (PT) deu à sua candidata parece ter surtido efeito nas eleições deste ano em Piripiri. 

    Tendência inabalável: mesmo com Wellington  Dias forçando a barra, Luiz Menezes cresce diante de Jove e série de pesquisas aponta a tendência (foto: Facebook)

    Segundo pesquisa DATAMAX, em aferição realizada no município entre os dias 08 e 10 de outubro, a tendência de vitória do candidato Luiz Menezes (PP) em relação à segunda colocada Jove Oliveira (PTB) é clara.

    Essa pesquisa mais recente mostra Luiz Menezes com 53,77 % das intenções de voto. É uma vantagem ampla na frente dos 32,41% de Jove Oliveira.

    Luiz Menezes mantém ampla vantagem sobre Jove e tem menos da metade da rejeição da adversária (foto: Facebook)

    Os que não sabem ou não opinam somam 10,55% dos entrevistados. Os demais candidatos seguem assim: Professor Abraão (PSB) aparece com 2,01%; Paulo Limeira (Solidariedade) com 0,25%; e Tiberio Cesar (PSTU) não obteve nenhuma pontuação. Votos nulos e brancos somam 1,01%.

    REJEIÇÃO

    Quando o eleitor é questionado sobre em qual candidato não votaria de jeito nenhum para prefeito, a candidata de Wellington Dias não deixa margem pra dúvida. Jove Oliveira apresenta o maior índice de rejeição do eleitorado piripiriense: 22,61%. É quase o dobro do segundo mais rejeitado. Paulo Limeira tem a rejeição de 13,82%, Tibério Cesar não seria votado de jeito nenhum por  13,32% dos entrevistados. 

    Décima suplente: até dezembro os piauienses vão pagar pelo menos R$ 200.000,00 a mais em salários de deputados do que era gasto em agosto só para Wellington ajudar Jove em Piripiri (foto: Facebook)

    Com menos da metade da rejeição de Jove aparece Luiz Menezes com 10,55%. E o Professor Abraão 10,30%. Os eleitores que rejeitam todos os candidatos chegam a 0,50%. Não sabem ou não opinam 14,82%. Os eleitores que não rejeitam nenhum candidato somam 14,07%.

    AVALIAÇÃO DA GESTÃO

    A pesquisa avaliou ainda o desempenho dos Governos Federal, Estadual e Municipal, segundo o eleitorado piripiriense. O Presidente da República Jair Bolsonaro (Sem partido) possui a seguinte avaliação: 31,41% regular; 29,40% bom; 14,57% ótimo; 15,58% péssimo; 8,04% ruim; e 1,01% sem resposta.

    O governador Wellington Dias (PT) aparece com 35,93% de regular; 29,90% bom; 6,28% ótimo; 13,32% péssimo; e 12,31% ruim. Não responderam 2,26%.

    Já o prefeito Luiz Menezes possui 32,16% regular; 28,64% bom; 18,59% ótimo; 12,31% péssimo; e 6,78% ruim. Não quiseram responde 1,51% dos entrevistados.

    Dados da Pesquisa

    Registro no TSE: PI-09308/2020
    Período da pesquisa: 08 a 10 de outubro de 2020.
    Número de entrevistados: 398 pessoas
    Nível de confiança: 95%
    Margem de erro: 4,89% para mais ou para menos

    • R&G Feet
  • domingo, 18 de outubro de 2020, às 15:36h

    Falta menos de um mês para as eleições e em vários municípios importantes do Piauí as pesquisas já apontam uma tendência.  No horário de 00h01 desta segunda-feira (19), o Política Dinâmica divulga o resultado da pesquisa do Instituto Datamax sobre intenções de voto para as eleições de 2020 em Piripiri.

    Quer saber a verdadeira tendência da quarta maior cidade do Piauí? 

    Basta clicar no Politica Dinâmica no primeiro minuto desta segunda-feira.

    A pesquisa está registrada do Tribunal Superior Eleitoral sob o número PI-09308/2020.

    • R&G Feet
  • quinta, 15 de outubro de 2020, às 18:54h

    Teresina apresentou um índice de isolamento social de 35,2% nesta quarta-feira (14), colocando a cidade na sétima posição no ranking entre as capitais do país. O valor segue o padrão observado nas últimas duas semanas, em que as taxas ficaram entre 34% e 38%, com exceção dos domingos e do feriado de Nossa Senhora Aparecida, que marcaram acima de 43%.

    Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento smartphones em cidades de todo o território nacional monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular. Ela também disponibiliza dados por regiões da cidade e, nesta quarta (14), a zona Centro-Norte foi que a que apresentou o maior índice de isolamento social, com 36,18%. Em seguida ficou a região Sul, com 34,91%, e a Sudeste, com 34,81%. Por último, ficou a zona Leste, com 34,07%.

    Quanto às localidades que mais respeitaram o isolamento, as melhores colocadas foram Matinha (49%), a área da Frei Serafim (48%), Parque São João (44,9%), Santa Cruz (44,8%) e Cabral (44%). Já os bairros que apresentaram os menores percentuais foram Vale do Gavião (25%), Cidade Jardim (27,78%), Recanto das Palmeiras (28,25%), Novo Uruguai (28,55%) e Santo Antônio (29%).

    A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou, nesta quarta-feira (14), mais 252 casos de Covid-19, além de sete mortes em decorrência da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.066 óbitos, 35.215 infectados pelo novo Coronavírus e 14.754 recuperados.

    • R&G Feet
  • quarta, 14 de outubro de 2020, às 14:40h

    Em Altos, Patrícia Leal tenta eleger o tio como sucessor (Foto: Reprodução/Facebook)

    A disputa pela Prefeitura de Altos, a 38 km de Teresina, tem despertado atenção por conta de pesquisas contratadas por pessoas ligadas ao grupo político da prefeita Patrícia Leal (PT), que tenta eleger o tio Carlim Leal (PT) como sucessor. As pesquisas levantam suspeitas e uma delas teve a divulgação proibida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI).

    Um dos institutos contratados é o Emet, de Imperatriz, no Maranhão. Curiosamente, o instituto tem como atividade, além da realização de pesquisas, o comércio varejista de móveis, locação de veículos e montagem e instalação de equipamentos de iluminação em vias públicas. Isso mesmo! O instituto que faz pesquisas eleitorais em Altos também trabalha com iluminação pública e aluguel de carros, segundo consta na Receita Federal.

    O Instituto Emet Comércio e Consultoria foi criado em 2019. Em setembro deste ano, ele foi contratado por uma empresa de nome RJ Soluções LTDA, da cidade de Altos. A empresa possui capital social de R$ 1 mil, mas pagou R$ 7 mil ao Instituto Emet para a realização da pesquisa que foi registrada em 19 de setembro no TRE-PI. A sede da RJ Soluções é uma casa pequena, sem nenhuma identificação, na Avenida João de Paiva.

    A estranha pesquisa do Instituto Emet acabou sendo denunciada ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), que proibiu sua divulgação. Em decisão do dia 26 de setembro, o juiz Thiago de Almeida Férrer entendeu que o levantamento feito pelo instituto maranhense que colocou Carlim Leal na frente tinha irregularidades e vetou sua divulgação.

    OUTRO INSTITUTO DESCONHECIDO

    Além do Instituto Emet, outro instituto também desperta forte suspeita em Altos. Este mês, uma pesquisa do Intenção Instituto de Pesquisas LTDA foi amplamente divulgada pelo esquema político da prefeita Patrícia Leal. O levantamento feito pelo Intenção foi divulgado no último dia 9 e colocou o tio da prefeita na liderança da disputa, contrariando vários outros institutos de pesquisa conhecidos no estado do Piauí.

    A pesquisa suspeita foi registrada com o nº PI-03777/2020. O Intenção Instituto de Pesquisa tem sede em Teresina, mas é desconhecido no meio político piauiense.

    Fundado em 2016, o instituto aparentemente não realizou nenhuma pesquisa nas eleições de 2016 e nem tampouco na eleição de 2018. No sistema da Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não constam registros de pesquisas da empresa nos pleitos anteriores.

    O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL

    Diante das suspeitas sobre institutos de pesquisas, seus métodos e ainda sobre os contratantes, é importante que o Ministério Público Eleitoral fique de olho e investigue a relação de tudo isso com supostos crimes eleitorais. É preciso atitude e rigor na fiscalização, afinal de contas, trata-se de uma situação que impõe sério risco à lisura do processo democrático eleitoral. 

    • R&G Feet
  • quarta, 14 de outubro de 2020, às 13:52h

    Dados do Painel Covid, mantido pela Fundação Municipal de Saúde (FMS),  mostram que a redução nos óbitos causados pelo novo coronavírus chegou a 77,52%  quando se compara dados do mês de julho, período do pico da doença, até agora. Em relação ao número de atendimentos de síndromes gripais, a queda foi de 74,16% no mesmo período. A tendência de queda vem se mantendo mesmo após a reabertura das atividades econômicas, há mais de três meses.

    Para o prefeito Firmino Filho, os números mostram o resultado de um trabalho articulado e organizado no enfrentamento da doença. Além das medidas mais restritivas que foram adotadas desde o início da pandemia, em março, a estruturação das unidades de saúde também se mostraram efetivas. “Isso é possível se perceber quando avaliamos os números semana a semana. Estamos conseguindo nos manter no patamar de queda. Mesmo com o restabelecimento das atividades econômicas e sociais, não tivemos um aumento no número de casos”, avalia.

    Ainda de acordo com os dados da FMS, em junho Teresina registrou 316 óbitos de residentes, número que vem caindo nos meses de agosto e setembro, quando foram computados 179 e 98 casos, respectivamente. A expectativa é que a tendência de queda se mantenha nesse mês de outubro.

    Quando se leva em consideração os números de casos confirmados da doença, o levantamento também mostra uma queda significativa. Em julho, quando Teresina registrou o pico da Covid, foram notificadas 11.305 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Em agosto, o número caiu para 7.598 e, em setembro, ficou em 4.507 casos.

    De acordo com o médico infectologista Kelsen Eulálio, membro do Comitê de Operações Emergenciais (COE), a redução no número de casos pode está associada a um conjunto de medidas que foram adotas e também a uma redução do número de pessoas susceptíveis à doença. “Houve aumento progressivo de pessoas que se infectaram e adquiriram algum grau de imunidade. Outra justificativa pode ser a manutenção das medidas de prevenção, como uso de máscaras, lavagem de mãos, distanciamento social”, avalia.

    Apesar do quadro atual, com queda nos números da Covid, o médico reforça que o momento ainda requer cautela. “O importante agora é continuarmos vigilantes, adotando as medidas de prevenção contra a doença para que não tenhamos um aumento no número de casos”, alerta.

    • R&G Feet
  • terça, 13 de outubro de 2020, às 15:00h

    A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais duas pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina, nesta segunda-feira (12). Houve ainda 112 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.056 óbitos, 34.715 infectados pelo novo Coronavírus e 14.697 recuperados da Covid-19.

    Em relação aos óbitos registrados, foram de duas mulheres. Uma com 56 anos, possuía hipertensão arterial e diabetes. Outra com 81 anos tinha doença neurológica. A gerente de Vigilância Sanitária da capital, Jeanyne Seba, pede que as pessoas cumpram as medidas de prevenção ao coronavírus.

    “Em locais públicos é exigido o uso de máscara. A atenção principal deve ser em bares e restaurantes, onde todos devem retirar suas máscaras apenas quando já estiverem em suas mesas, além da higienização das mãos antes de entrar nos locais. Isso deve ser feito em pias ou dispensadores de álcool 70%  instalados nos estabelecimentos”.

    • R&G Feet


voltar para 'Política Dinâmica'