Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
TÁ DESCARTADO

ESTRATÉGIA POLÍTICA DO GOVERNO DO ESTADO PARA 2022 ESCANTEIA FÁBIO ABREU PARA SE AFASTAR DE DESGASTE; RAFAEL FONTELES BUSCA MAIOR EFICIÊNCIA NA SEGURANÇA

11/02/2021 08:53 - Atualizado em 11/02/2021 15:09

Quando o governador Wellington Dias (PT) e o seu secretário de Fazenda, Rafael Fonteles (PT), entregaram 246 viaturas para a Polícia Militar há duas semanas, muita percebeu que na foto de propaganda faltou o deputado federal Fábio Abreu (PL). Sabe-se, agora, que não esqueceram de convidá-lo: havia o propósito de que ele não estivesse na festa. O espetáculo das viaturas marca o distanciamento do Governo do Estado do desgaste que a campanha eleitoral de 2020 em Teresina colou na imagem de Abreu.Acabou Secretaria de Segurança para Fábio Abreu: Wellington e Rafael querem renovar a imagem do setor para a campanha de 2022 (fotos: Jailson Soares | Ascom GovPI | PoliticaDinamica.com)

Aliás, o ex-secretário deve continuar ex-secretário. Informações do Karnak dão conta de que Wellington Dias há um bom tempo não via a hora de tirar Fábio Abreu da Secretaria de Segurança Pública e por isso o incentivou a ser candidato a prefeito de Teresina. Não foi falta de aviso, foi excesso de vaidade. E Wellington sabe trabalhar com essa matéria-prima. Chega a ser irônico que, meses atrás, o próprio Abreu comentasse nos bastidores que seria até o sucessor do governador em 2022, ao mesmo tempo em que o petista começava a esquentar a chapa para fritar Fábio. 

Agora o governador quer alguém em que possa confiar, que seja técnico e discreto e sem intenção de usar a Segurança em campanha eleitoral (que não seja a dele próprio, claro), a exemplo do que já acontece no Comando da Polícia Militar. O nome já estaria escolhido.

EITA!

Não ter sido convidado a sair na foto das viaturas não foi o pior para Fábio Abreu. O contrato de locação dos veículos em si é que foi baque para a reeleição do deputado.

A estratégia é mostrar Rafael Fonteles como alguém além da Secretaria de Fazenda e imprimir nele a imagem de gestor eficiente. E em nome dessa construção, algumas “torneiras” vão ser fechadas.

Fingiu que nem viu: Fábio Abreu quis voltar para a Segurança indicando também o Comando da PMPI, mas para desilusão do deputado, Wellington não deu nem o cabimento (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

De acordo com o documento, a manutenção dos carros fica a cargo da locadora. Segundo fontes dentro do Propiauí (o programa de “retomada econômica” que serve de promoção para Rafael na pré-campanha de governador), as oficinas que prestam serviço para a Segurança são “um buraco sem fundo, que dinheiro nenhum no mundo é capaz de encher”.

Para ninguém achar que é exagero, antes de assinar o novo contrato de aluguel, a equipe do Propiauí analisou os contratos e as despesas existentes na Segurança. Arredondando para melhorar o exemplo: tinha carro alugado a R$ 3.000,00 por mês cujo gasto mensal médio em manutenção girava em torno de R$ 4.000,00. É, NÃo Estado estava pagando mais em oficina do que em aluguel de carro. O “economista” por trás dessa fórmula seria um famoso Daniel, que o governo agora quer longe.As imagens que ninguém esquece de viaturas sucateadas e falta de combustível vão ficar associadas apenas à gestão de Fábio Abreu (fotos: Redes sociais | Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Por fim, o Propiauí deve revisar contratos de abastecimento. Para facilitar a mudança, uma denúncia deve chegar em breve ao Ministério Público. Nesse caso, é um tal e “Junior do posto” que vai ter que arrumar outro serviço. E um bom advogado.

Não dá pra brincar com Wellington e Rafael. 

Comente!

ANTERIOR

PREFEITURA RECONHECE DÍVIDA COM SETUT

PRÓXIMA

ROBERT LANÇA PESSOA CANDIDATO AO GOVERNO