Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
PREFEITURA RECONHECE DÍVIDA COM SETUT

DEPOIS DE QUASE DOIS MESES, DOUTOR PESSOA RECONHECE QUE A PREFEITURA DEVE DINHEIRO RELATIVO A CONTRATO COM EMPRESAS DE ÔNIBUS

26/02/2021 10:34 - Atualizado em 26/02/2021 12:36

Nesta quinta-feira (25) o Doutor Pessoa (MDB) finalmente reconheceu que a Prefeitura Municipal de Teresina tem uma dívida com as empresas responsáveis pelo sistema de transporte público urbano da capital. Essa é a primeira movimentação real da atual gestão da PMT para tentar colocar fim a greve de motoristas e cobradores que já alcança a marca de 20 dias.

Em entrevista à jornalista Lídia Brito, do portal CidadeVerde.com, Pessoa assumiu que o débito existe de fato, que não foi gerado em sua gestão, mas é uma conta que a Prefeitura tem que pagar. Ele comentou que já autorizou o secretário de Finanças, Robert Rios (PSB), a iniciar uma negociação para pagamento fracionado. Neste momento, o que a PMT deve às empresas chega perto dos R$ 25 milhões e a ideia de Pessoa é parcelar isso em 20 ou 24 vezes.

Prefeitura impessoal: Doutor Pessoa começou a entender que o dinheiro que a PMT deve às empresas não é favor nem esquema, é obrigação prevista em contrato (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

É um avanço. Até este momento, a PMT apenas jogava para a plateia a informação de que “os empresários querem mais dinheiro da Prefeitura”, como se esses recursos não fossem contratuais. E foi justamente a falta de pagamento por parte da Prefeitura que impediu que as empresas pudessem manter a frota adequada em circulação e honrar os pagamentos de salários de cobradores e motoristas.

De toda maneira, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) informou ao Política Dinâmica que recebeu uma proposta oficial de negociação até no da manhã desta sexta-feira (26).

Falta agora a PMT planejar de maneira transparente o que será feito para que não se retorne à bola de neve que ocasionou a greve.

Marcos Melo

Marcos Melo

Jornalista

Comente!

ANTERIOR

LUCAS E A SÍNDROME DE ESTOCOLMO

PRÓXIMA

ALDOLFO NUNES VAI PERDER A BRIGA