Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
OPERAÇÃO OLARIA

POLÍCIA FEDERAL INVESTIGA CORRUPÇÃO ELEITORAL E TRANSPORTE IRREGULAR DE ELEITORES NAS ELEIÇÕES DE TERESINA

27/11/2020 11:48

A PF cumpriu 4 mandados de busca e apreensão em Teresina em investigação de crimes eleitorais (foto: ASCOM PF)

A sexta-feira (27) que precede o segundo turno das eleições em Teresina começou com a Polícia Federal cumprindo 4 mandados de busca e apreensão. É um desdobramento decorrente de uma prisão realizada no dia do primeiro turno, 15 de novembro. A PF investiga corrupção eleitoral e transporte irregular de eleitores, em benefício de candidato a vereador.

Os mandados foram expedidos pelo juízo da 98ª Zona Eleitoral de Teresina e buscam reunir provas de crimes eleitorais em suposto benefício da campanha do vereador Jeová Alencar (MDB).

Segundo a PF, o material apreendido agora será analisado, com objetivo de comprovar os crimes investigados e a participação de outras pessoas, inclusive do candidato beneficiado.

O nome da operação faz alusão à localidade de origem da liderança política presa, isto é, o bairro Cerâmica Cil.

A assessoria da Polícia Federal informou à imprensa que que não haverá entrevistas coletivas nem pronunciamentos individuais por conta da proximidade do segundo turno das Eleições 2020 e possíveis desdobramentos de investigações relativas ao tema.

Jeová Alencar foi o vereador mais bem votado destas eleições com 11.062 votos (2,63%) do total e é o principal cabo eleitoral do Dr. Pessoa (MDB) na disputa pela prefeitura de Teresina.

Comente!

ANTERIOR

PRIORIDADES SUPÉRFLUAS

PRÓXIMA

DOIS FILHOS DE ASSIS