Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
CHAPA
COMANDANTE CARLOS AUGUSTO PODE NÃO SE FILIAR AO PT

DEPUTADOS DO PARTIDO TEMEM CONCORRÊNCIA CASO O CONGRESSO APROVE A PROPOSTA DE REFORMA POLÍTICA QUE PREVÊ O SISTEMA DISTRITÃO PARA 2018

26/07/2017 10:19 - Atualizado em 26/07/2017 10:25

Comandante Carlos Augusto pode se filiar a outro partido e não ao PT (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

O Partido dos Trabalhadores (PT) deve seguir com chapa pura na disputa por vagas na Assembleia Legislativa do Estado. Os atuais deputados da sigla avaliam que assim o partido terá mais chances de aumentar a bancada. Dentro da legenda, as discussões sobre a formação da chapa têm sido bastante acirradas.

Na eleição de 2014, o PT elegeu apenas três parlamentares: Flora Izabel, Fábio Novo e Francisco Limma. A meta para 2018 será eleger pelo menos cinco deputados e o partido já discute os nomes que participarão da disputa.

Os deputados da sigla temem perder as vagas para possíveis candidatos novatos como o secretário e Administração, Franzé Silva, e o comandante-geral da PM, Carlos Augusto.

Contra resistência dentro do PT, o coronel estaria avaliando a possibilidade de se filiar a outra sigla. Ele deverá tomar essa decisão apenas época das convenções em 2018. Por ser militar, assegura essa vantagem. O comandante também estaria aguardando conversa com o governador Wellington Dias (PT).

A reportagem tentou entrar em contato com o comandante Carlos Augusto, mas não obteve retorno. 

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
REELEIÇÃO
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DISPUTA
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
DISPUTA
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU