NOTÍCIAS

WELLINGTON RECORRE A DEUS PARA NÃO ATRASAR SALÁRIOS NO PIAUÍ

GOVERNADOR AFIRMA QUE A SITUAÇÃO DO PIAUÍ É MUITO DELICADA E QUE TEM PEDIDO A DEUS PARA AS COISAS NÃO PIORAREM AINDA MAIS

21/09/2017 11:45

Petista diz que situação é "delicadíssima" (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O governador Wellington Dias (PT) voltou a falar nesta quinta-feira (21) sobre a possibilidade de haver atraso de salários no Piauí e do governo não conseguir pagar o 13º salário dos servidores públicos. Segundo ele, a situação do estado é delicadíssima, mas o esforço de todos na gestão é no sentido de evitar que o risco se torne realidade.

“Eu continuo pedindo a Deus para não piorar mais do que já piorou. Mas a total prioridade é para manter os salários em dia. É um momento delicadíssimo e não posso negar. Ontem [quarta-feira, 20] a gente ia ter uma reunião em Brasília com representantes de cinco estados e três não foram porque tinham que anunciar atrasos de salários em seus estados”, disse.

Ele relatou a perda de algo em torno de 19% da receita partilhada com a União e disse que devido a isso o Piauí fica ainda mais desequilibrado, o que obriga a gestão a buscar novas fontes de receita. “Nós vamos trabalhar em duas direções: uma para buscar crescimento de receita e outra é paralisar algumas obras para poder manter a prioridade”, falou.

Na segunda-feira (18), o secretário de Fazenda Rafael Fonteles já havia admitido o grande risco de haver atrasos de salários nos próximos meses e de o estado não conseguir pagar o 13º dos servidores públicos.

Comente