TCE-PI OBEDECE WELLINGTON DIAS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO AFASTA CONSELHEIRO LUCIANO NUNES DE PROCESSOS QUE ENVOLVEM O GOVERNADOR DO PIAUÍ

Gustavo Almeida Gustavo Almeida
09/07/2020 18:59 - Atualizado em 10/07/2020 00:30

Em sessão virtual, TCE-PI afastou conselheiro (Foto: Reprodução/TCE-PI)

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) atendeu pedido do governador Wellington Dias (PT) para afastar o conselheiro Luciano Nunes de todos os processos que envolvam o programa Finisa, do Governo do Estado. Em sessão realizada nesta quinta-feira (9), a maioria dos conselheiros optou por fazer a alegria do gestor petista.

O pedido de afastamento foi feito por Wellington em agosto de 2019. Ele alega que Luciano Nunes é pai de Luciano Nunes Filho (PSDB), seu adversário na disputa para o Governo em 2018. Sustenta o petista no pedido que após a eleição Luciano Nunes moveu ação eleitoral para impugnar o mandato dele. A partir daí, o governador entende que o conselheiro Luciano passa a ser suspeito nos julgamentos que envolvam o Estado no TCE-PI.

Votaram a favor do pedido do governador os conselheiros Jaylson Campelo, Kléber Eulálio (grande aliado político de Wellington Dias), Kennedy Barros, Delano Câmara e Waltânia Alvarenga. Por outro lado, foi contra o conselheiro Olavo Rebelo, relator do processo. 

Olavo, aliás, argumentou que se fosse por isso até ele também teria que ser afastado, pois foi indicado por Wellington para o TCE. Assim, informou por antecedência que, se Luciano Nunes fosse afastado, ele também optaria por ficar fora de julgamentos do governador.

Olavo foi voto vencido. A maioria deu razão a Wellington. 5 a 1.

TRIBUNAL 'ALIADO' DE CORRUPTO

Após ser afastado, Luciano Nunes fez um desabafo e mandou uma série de indiretas para os colegas. Ele lembrou que no Mato Grosso o Tribunal de Contas do Estado era “aliado” do governador [Silval Barbosa] e ignorou a corrupção na gestão estadual. Luciano alertou que lá o governador abriu o bico após ser preso e ainda entregou os conselheiros.

“No Mato Grosso, o Tribunal de Contas era muito ligado ao governador. O governador caiu, foi preso, abriu o bico e jogou cinco conselheiros fora. Estão lá na rua da amargura porque eram coniventes, porque acharam que deveriam estar do lado do governador. O que eu estou fazendo é votar com independência”, falou Luciano.

TODOS SABEM DOS DESVIOS NO FINISA

Ao dizer que é independente, Luciano lembrou do empréstimo para o Finisa, cujos processos Wellington tanto quer ele fora. Para o conselheiro, todo mundo no Piauí sabe dos desvios e da esculhambação que foi o uso daquele empréstimo.

“O que eu estou fazendo é votar com independência. Não votar no Finisa, um negócio que todo mundo sabe o que é, o que foi os desvios do Finisa e eu ser proibido de votar? Um governador que na época do Olavo como presidente adentrou a este Tribunal mandando maneirar. Então, meus amigos velhos, eu estou feliz”, disse em tom irônico.

Luciano, no canto superior direito, fez desabafos (Foto: Reprodução/TCE-PI)

CONHEÇO BEM CADA UM DE VOCÊS

Luciano também afirmou que conhece muito bem cada um dos conselheiros do TCE-PI e disse que eles ainda terão que aguentá-lo até o último dia na função.

“Eu ouvi o que cada um disse, palavra por palavra, cada pessoa, cada comportamento. Hoje, graças a Deus conheço com profundidade todos os meus colegas. Amanhã eu faço 74 anos, vocês só terão mais um ano para me aturar. Não vou sair hoje daí porque tem pessoas aí a quem eu quero muito bem, gosto muito, tenho toda a atenção e devo muita deferência. Por esta razão eu continuarei até o último dia”, avisou.

CINISMO E DESONESTIDADE NOCIVA

Luciano ainda mandou mais indiretas supostamente para quem atendeu aos caprichos do governador e prefere tapar os olhos para desmandos. Ele alertou aos cínicos e desonestos que muitas vezes a Justiça do homem é calada, mas a de Deus costuma mandar seu recado.

“Eu só tenho a lembrar frases da minha vida. Eu ouvia quando o Mão Santa dizia que a ignorância é audaciosa. A ingenuidade é audaciosa. Todo excesso gera deformidades. O cinismo é abominável, a arrogância é abjeta e a desonestidade é nociva. Se a Justiça é tolhida, só nos vai restar a mão de Deus que vez por outra manda o seu recado”, concluiu.

ANTERIOR

GEORGIANO NETO DEIXA HOSPITAL APÓS 23 DIAS

PRÓXIMA

EVALDO ACREDITA EM WELLINGTON NA CAMPANHA DE FÁBIO NOVO