PIAUÍ É O 2º PIOR DO BRASIL EM RANKING DE EFICIÊNCIA DA GESTÃO PÚBLICA

ESTADO CAIU DUAS POSIÇÕES EM RELAÇÃO AO ÚLTIMO LEVANTAMENTO E AGORA OCUPA VICE LANTERNA NO QUESITO INEFICIÊNCIA DA MÁQUINA PÚBLICA

Gustavo Almeida Gustavo Almeida
18/09/2020 13:10 - Atualizado em 18/09/2020 13:19

Estado governado por Wellington é vice-lanterna (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A nova edição do Ranking de Competitividade dos Estados, que mede a eficiência da máquina pública, mostra que o Piauí caiu duas posições entre 2019 e 2020 e agora ocupa a vice-lanterna no quesito gestão pública. O que já era ruim piorou ainda mais.

O ranking é elaborado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), pela Economist Intelligence Unit e pela Tendências Consultoria Integrada

O desempenho é medido por índices como o de oferta de serviços digitais, transparência, segurança pública, solidez fiscal, educação, infraestrutura, inovação, custo dos três poderes em relação ao PIB, produtividade do Poder Judiciário, qualidade da informação contábil e outros.

No ranking de 2019 o Piauí ocupava a 24ª posição e agora caiu para a 26ª, dividindo a lanterna com o estado de Roraima, campeão em ineficiência. 

Na contramão do Piauí e de outras unidades da Federação que caíram posições, estados como Amapá, Acre, Tocantins, Santa Catarina e Alagoas subiram no ranking. Em 2019, o Amapá era o lanterna e agora pulou três posições, ficando na frente do Piauí.

Comente!

ANTERIOR

OPINAR: DR. PESSOA TEM 34%, KLEBER ATINGE 20%

PRÓXIMA

AMOSTRAGEM: DR. PESSOA 28,43%, KLEBER 23,14%