NOTÍCIAS

MAIS UM DIVÓRCIO COM CONFLITO

SAÍDA DE DOUTOR PESSOA DO MDB PODE ISOLA PREFEITO DA CAPITAL E LHE CONFERE A PECHA DE TRAIDOR

22/12/2021 12:29

As brigas entre o prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, e o MDB estão ficando cada vez mais reincidentes. Já não é segredo para ninguém que desde que assumiu o comando da capital, o prefeito tem reclamado do pouco espaço que ele tem dentro da sigla e da falta de participação nas decisões do partido. Os ataques do gestor têm sido basicamente direcionados ao presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado estadual Themístocles Filho (MDB), que indiscutivelmente viabilizou a cadeira de prefeito para Pessoa. 

Acima entrevista do deputado Themístocles "lançando" ainda em 2019 pré-candidatura de Doutor Pessoa à Prefeitura de Teresina.

Depois de eleito, em suas diversas entrevistas à imprensa, Pessoa já reclamou de cobranças de Themístocles. Basicamente, o deputado quer do prefeito o obvio: uma declaração de apoio de Doutor Pessoa ao seu nome como vice de Rafael Fonteles, o que de tabela, seria declaração de apoio ao candidato de Wellington Dias (PT) à sucessão estyadual. 

Pessoa foge desse compromisso como o próprio diabo não foge da cruz.  Despistando, o prefeito também declarou que nunca é chamado paras reuniões com seus correligionários e, recentemente, disse que busca novos horizontes na política.

Nos bastidores, a saída de Pessoa do MDB é dada como certa. O grupo do prefeito -- que hoje se resume a ele, seu filho e seu vice, Robert Rios --  pode migar para o recém-criado União Brasil, que ainda tem comando indefinido no diretório do Piauí e que deve se formar até fevereiro de 2022.

INGRATIDÃO?

Sobre as polêmicas declarações do prefeito e sua insatisfação com o MDB, o deputado Themístocles disse nesta semana que o partido nunca atrapalhou o prefeito de Teresina e deu o que tinha de melhor para ele: a Prefeitura de Teresina.

Doutor Pessoa durante evento de lançamento de candidatura à Prefeito de Teresina no MDB em 2020 (foto: ascom)

Nas entrelinhas da fala de Themístocles, entende-se que para chegar à Prefeitura, Pessoa pode até ter usado de seu carisma e popularidade, porém, foi imprescindível todo apoio e estrutura oferecido pelo MDB para sua candidatura em 2020. 

Vale lembrar do episódio durante a campanha em que o ex-ministro João Henrique (MDB), hoje secretário de governo da PMT, bancou a não ida de Doutor Pessoa aos principais debates, já temendo uma desenvoltura ruim do então candidato.  

“Eu não tô sabendo de nada disso, mas se o MDB estiver atrapalhando o Pessoa que ele diga para podermos melhorar. Quero que o Doutor Pessoa seja um excelente prefeito para Teresina. Nós demos o que tinha de melhor pra ele, a Prefeitura. É claro que ele tem seus méritos, mas o MDB o colocou lá no comando e nunca atrapalhou um milímetro da administração dele”, enfatizou Themístocles Filho.

Themístocles Filho percorreu vários eventos com Doutor Pessoa durante a Campanha. (foto: Ascom)

Nos corredores da Alepi e da Câmara o que se comenta é que Doutor Pessoa deveria avaliar melhor o cenário atual, tendo em vista que a simpatia, a popularidade e o sentimento de mudança que o ajudaram a chegar à Prefeitura podem ter se modificado na cabeça do eleitor. 

A gestão municipal tem enfrentado vários problemas, como o do transporte público, a paralisação de várias obras, todos problemas esses que afetam a simpatia que o eleitor ainda pode ter por ele. Com o descontentamento popular e ainda fora da base de um grande partido, o risco do gestor público sofrer pressão política na Câmara se amplia.

Comente