Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
ERRAMOS
CORREÇÃO: MARCELO CASTRO NÃO FOI DENUNCIADO AO STF

DIFERENTE DO QUE INFORMAMOS, O DEPUTADO FEDERAL TEVE APENAS SEU NOME CITADO EM UM ARGUMENTO DA DENÚNCIA CONTRA OUTROS INTEGRANTES DO PMDB

16/09/2017 19:31 - Atualizado em 16/09/2017 21:19

O nome de Marcelo Castro foi somente citado no contexto de explicações sobre uma planilha ligada às atividades de Eduardo Cunha (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

A coluna errou ao informar que o deputado federal Marcelo Castro, do PMDB, teria sido denunciado pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot ao Supremo Tribunal Federal. Na verdade, o nome de Marcelo Castro é citado no texto da denúncia, nas páginas 31, 193 e 195, em notas de rodapé que fazem menção a um depoimento do delator Lúcio Funaro e a uma planilha de controle de recursos supostamente de propinas ligada ao ex-deputado Eduardo Cunha, que de acordo com a PGR, apontam que o Cunha teria repassado R$ 1 milhão ao piauiense.
A reportagem foi corrigida neste sábado (16), às 18h00. LEIA A MATÉRIA ORIGINAL AQUI. 

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
VIAGEM
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
ELEIÇÕES 2018
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
DISPUTA
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ