Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
MDB E PP AJUDAM OPOSIÇÃO A DERROTAR O GOVERNO

LÍDER DO GOVERNO WELLINGTON DIAS ORIENTOU BASE ALIADA A REJEITAR REQUERIMENTO DA OPOSIÇÃO NA ALEPI, MAS MDB E PP NÃO OBEDECERAM

05/05/2020 20:53 - Atualizado em 05/05/2020 21:55

Gustavo Neiva, líder da oposição na Alepi (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A base aliada do governador Wellington Dias (PT) na Assembleia Legislativa do Piauí queria rejeitar nesta terça-feira (5) um simples requerimento de deputados da oposição. 

O documento sugere ao governador que adie a implementação das novas regras da reforma da Previdência estadual por conta da crise provocada pelo novo coronavírus. Justamente agora, o governo de Wellington Dias está começando a descontar, por exemplo, dos aposentados. A oposição acha prudente deixar passar a crise para poder adotar as novas regras.

No entanto, o líder do governo petista, deputado Francisco Costa (PT), orientou a base aliada a rejeitar o requerimento. O que ele não esperava é que deputados do Progressistas e do MDB, partidos governistas, se aliaram à oposição e votaram pela aprovação do requerimento. Assim, o governo saiu derrotado na votação da matéria.

Para o deputado estadual Gustavo Neiva (PSB), líder da oposição e um dos autores do requerimento, a base do governo queria impedir uma simples sugestão ao governador, já que o requerimento é apenas sugerindo, propondo que Wellington Dias pense nas dificuldades que servidores e aposentados do Estado estão passando nesse momento de crise.

"A base do governo queria reprovar um requerimento. Veja que absurdo. O requerimento não tem força de lei, é só uma sugestão ao governador para adiar a implementação das novas regras da reforma da Previdência estadual. Os aposentados passaram uma vida inteira contribuindo para o Estado e agora nesse momento de dificuldade o governador não pensa neles. Vai começar a aplicar descontos de até 14% na aposentadoria deles em plena crise que todos estão passando por causa do coronavírus", reclamou o deputado.

Gustavo Neiva ainda lembrou que o PT foi contra a reforma da Previdência no Congresso Nacional, mas no Piauí não tem compaixão sequer dos aposentados em um momento tão delicado. "O que nós queremos é apenas que ele adie a implementação das novas regras. Que deixe para vigorar as regras aprovadas daqui a 90 dias", finalizou.

A reforma da Previdência estadual foi aprovada no final de dezembro de 2019. Pela lei, o governo só podia implementar as novas regras três meses após a aprovação, ou seja, agora em abril. Por conta pandemia do novo coronavírus, os deputados Gustavo Neiva (PSB), Teresa Britto (PV) e Marden Menezes (PSDB), os únicos da oposição, apresentaram o requerimento pedindo que o governador só aplique as novas regras daqui a mais 90 dias. 

LEIA TAMBÉM:
Oposição vai pedir adiamento da implementação da reforma da Previdência

Notícias relacionadas
NÃO COLOU
NÃO COLOU
EMPRESÁRIOS FAZEM MANIFESTAÇÃO PELA REABERTURA DO COMÉRCIO
EMPRESÁRIOS FAZEM MANIFESTAÇÃO PELA REABERTURA DO COMÉRCIO
"LIBERDADE DE IMPRENSA NÃO É CONSTRUÍDA POR ROBÔS"
PREFEITO DECRETA LOCKDOWN EM CIDADE DO PIAUÍ
PREFEITO DECRETA LOCKDOWN EM CIDADE DO PIAUÍ