Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
MDB E PP AJUDAM OPOSIÇÃO A DERROTAR O GOVERNO

LÍDER DO GOVERNO WELLINGTON DIAS ORIENTOU BASE ALIADA A REJEITAR REQUERIMENTO DA OPOSIÇÃO NA ALEPI, MAS MDB E PP NÃO OBEDECERAM

05/05/2020 20:53 - Atualizado em 05/05/2020 21:55

Gustavo Neiva, líder da oposição na Alepi (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A base aliada do governador Wellington Dias (PT) na Assembleia Legislativa do Piauí queria rejeitar nesta terça-feira (5) um simples requerimento de deputados da oposição. 

O documento sugere ao governador que adie a implementação das novas regras da reforma da Previdência estadual por conta da crise provocada pelo novo coronavírus. Justamente agora, o governo de Wellington Dias está começando a descontar, por exemplo, dos aposentados. A oposição acha prudente deixar passar a crise para poder adotar as novas regras.

No entanto, o líder do governo petista, deputado Francisco Costa (PT), orientou a base aliada a rejeitar o requerimento. O que ele não esperava é que deputados do Progressistas e do MDB, partidos governistas, se aliaram à oposição e votaram pela aprovação do requerimento. Assim, o governo saiu derrotado na votação da matéria.

Para o deputado estadual Gustavo Neiva (PSB), líder da oposição e um dos autores do requerimento, a base do governo queria impedir uma simples sugestão ao governador, já que o requerimento é apenas sugerindo, propondo que Wellington Dias pense nas dificuldades que servidores e aposentados do Estado estão passando nesse momento de crise.

"A base do governo queria reprovar um requerimento. Veja que absurdo. O requerimento não tem força de lei, é só uma sugestão ao governador para adiar a implementação das novas regras da reforma da Previdência estadual. Os aposentados passaram uma vida inteira contribuindo para o Estado e agora nesse momento de dificuldade o governador não pensa neles. Vai começar a aplicar descontos de até 14% na aposentadoria deles em plena crise que todos estão passando por causa do coronavírus", reclamou o deputado.

Gustavo Neiva ainda lembrou que o PT foi contra a reforma da Previdência no Congresso Nacional, mas no Piauí não tem compaixão sequer dos aposentados em um momento tão delicado. "O que nós queremos é apenas que ele adie a implementação das novas regras. Que deixe para vigorar as regras aprovadas daqui a 90 dias", finalizou.

A reforma da Previdência estadual foi aprovada no final de dezembro de 2019. Pela lei, o governo só podia implementar as novas regras três meses após a aprovação, ou seja, agora em abril. Por conta pandemia do novo coronavírus, os deputados Gustavo Neiva (PSB), Teresa Britto (PV) e Marden Menezes (PSDB), os únicos da oposição, apresentaram o requerimento pedindo que o governador só aplique as novas regras daqui a mais 90 dias. 

LEIA TAMBÉM:
Oposição vai pedir adiamento da implementação da reforma da Previdência

Notícias relacionadas
CONVENÇÕES VIRTUAIS: SEM FESTA NO INTERIOR
CONVENÇÕES VIRTUAIS: SEM FESTA NO INTERIOR
PREFEITO REDUZ SALÁRIO DE PROFESSORES CONTRATADOS EM 35%
PREFEITO REDUZ SALÁRIO DE PROFESSORES CONTRATADOS EM 35%
LULA MANDA BOLSONARO FAZER SOPA DE CLOROQUINA
LULA MANDA BOLSONARO FAZER SOPA DE CLOROQUINA
“FUXICO NÃO VAI NOS SEPARAR”
“FUXICO NÃO VAI NOS SEPARAR”