Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
PARTIDOS
PAINEL DA CÂMARA APRESENTA JONINHA COMO FILIADO AO AVANTE

NAS DUAS ÚLTIMAS SESSÕES, VEREADOR APARECE COMO MEMBRO DO AVANTE. ELE, NO ENTANTO, FALTOU ÀS DUAS REUNIÕES

12/04/2018 11:41 - Atualizado em 12/04/2018 14:11

Painel da Câmara apresenta Joninha no Avante (Foto: Reprodução/Câmara)

O painel da Câmara Municipal de Teresina já apresenta o vereador Joninha como membro do Avante. Apesar do sistema da Justiça Eleitoral ainda não ter concluído a atualização dos dados e mostrado o vereador no novo partido, o painel do Parlamento Municipal apresenta a mudança. Nas duas últimas sessões, ele aparece no novo partido.

Desde que sua saída do PSDB ganhou repercussão na imprensa, Joninha não apareceu na Câmara e nem concedeu entrevista a jornalistas. A mudança pode acarretar na cassação do mandato dele, uma vez que a saída ocorreu em período proibido pela lei eleitoral. A janela partidária que se encerrou no dia 7 não valia para vereadores.

Vereador vai disputar vaga de deputado federal (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

Alguns segmentos do PSDB já anteciparam que, assim que a mudança aparecer oficialmente no sistema da Justiça Eleitoral, a cassação do parlamentar será pedida. O entendimento de alguns tucanos é que o caso configura infidelidade partidária e por isso o mandato de Joninha deve ser requerido pelo partido.

A presidente municipal do PSDB e primeira suplente de vereadora do partido, Luciana Sebim, disse ao Política Dinâmica na terça-feira (10) que não pretende pedir a cassação do vereador. Caso ele perca o mandato, ela é quem assumirá o posto.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
SOLENIDADE
83 DIPLOMAS ESTÃO PREPARADOS
83 DIPLOMAS ESTÃO PREPARADOS
NA CÂMARA
CELEBRAÇÃO EVENTOS NÃO COMPARECE À AUDIÊNCIA
CELEBRAÇÃO EVENTOS NÃO COMPARECE À AUDIÊNCIA
POSSE
SENADOR EMPOSSADO
SENADOR EMPOSSADO
PROJETO DERRUBADO
CÂMARAS REJEITAM RECURSOS FESTEJADOS POR CIRO
CÂMARAS REJEITAM RECURSOS FESTEJADOS POR CIRO