Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
"MAR DE GENTE CONTRA O MAR DE LAMA"

EM CONVENÇÃO, ROBERT RIOS FALA QUE OPOSIÇÃO RESISTIU À FORÇA DO GOVERNO E AFIRMA QUE GESTÃO DE W. DIAS SE DESMORALIZOU COM ESCÂNDALOS

05/08/2018 17:56 - Atualizado em 05/08/2018 18:53

Discurso de Robert foi ouvido com atenção (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica.com)

Um dos discursos mais esperados da convenção que homologou Luciano Nunes (PSDB) como candidato a governador do Piauí foi o do deputado estadual e agora candidato a senador Robert Rios (DEM), também homologado no mesmo evento. Em uma fala dura contra o atual modelo gestão do governador Wellington Dias (PT), Robert lembrou que muitos pensaram que a oposição não teria forças para montar uma chapa e enfrentar o grande bloco governista.

Ele relembrou que em 2014 a oposição elegeu 21 deputados estaduais na Assembleia Legislativa e perdeu 14 para a força do governo, chegando a essa reta final de legislatura com apenas sete parlamentares opositores. Evaldo Gomes (PTC), que era governista até a semana passada e agora está na coligação de Dr. Pessoa, não entrou na contagem de Robert Rios.

"A oposição que ficou era uma oposição aguerrida, que não se acovardou e não abandonou a trincheira. Que não deixou de lutar pelos altos interesses do Piauí. Nós, com um punhado de deputados que podia contar na mão, enfrentamos esse governo. Eles diziam o tempo todo nessa imprensa paga do Piauí, que custa ao povo R$ 40 milhões por ano, que a oposição não teria candidato. Hoje, nós somos um mar de gente aqui. Um mar de gente para enfrentar um mar de lama. Porque o mar de lama é o que representa esse governo", disparou.

Deputado condenou escândalos no governo (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica)

O candidato mencionou a operação Topique, da Polícia Federal, deflagrada na quinta-feira (2), que apontou a existência de um esquema criminoso de desvios de recursos públicos e fraudes em licitação na Secretaria de Educação do Estado. Para ele, a operação é a maior investigação de corrupção da história do Piauí e configura-se como a Lava Jato piauiense.

Ao finalizar, o agora candidato prometeu fazer o Piauí ser respeitado no Senado Federal.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
UM NOME FORA DA CURVA
UM NOME FORA DA CURVA
W.DIAS FALA SOBRE BRIGA DE ASSIS E BOCAS PRETAS
W.DIAS FALA SOBRE BRIGA DE ASSIS E BOCAS PRETAS
“LULA TEM O DIREITO DE AMAR E SE APAIXONAR”
“LULA TEM O DIREITO DE AMAR E SE APAIXONAR”
MP ABRE PROCEDIMENTO NO CASO NAILER CASTRO
MP ABRE PROCEDIMENTO NO CASO NAILER CASTRO