Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
DISCURSO DURO
"MAR DE GENTE CONTRA O MAR DE LAMA"

EM CONVENÇÃO, ROBERT RIOS FALA QUE OPOSIÇÃO RESISTIU À FORÇA DO GOVERNO E AFIRMA QUE GESTÃO DE W. DIAS SE DESMORALIZOU COM ESCÂNDALOS

05/08/2018 17:56 - Atualizado em 05/08/2018 18:53

Discurso de Robert foi ouvido com atenção (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica.com)

Um dos discursos mais esperados da convenção que homologou Luciano Nunes (PSDB) como candidato a governador do Piauí foi o do deputado estadual e agora candidato a senador Robert Rios (DEM), também homologado no mesmo evento. Em uma fala dura contra o atual modelo gestão do governador Wellington Dias (PT), Robert lembrou que muitos pensaram que a oposição não teria forças para montar uma chapa e enfrentar o grande bloco governista.

Ele relembrou que em 2014 a oposição elegeu 21 deputados estaduais na Assembleia Legislativa e perdeu 14 para a força do governo, chegando a essa reta final de legislatura com apenas sete parlamentares opositores. Evaldo Gomes (PTC), que era governista até a semana passada e agora está na coligação de Dr. Pessoa, não entrou na contagem de Robert Rios.

"A oposição que ficou era uma oposição aguerrida, que não se acovardou e não abandonou a trincheira. Que não deixou de lutar pelos altos interesses do Piauí. Nós, com um punhado de deputados que podia contar na mão, enfrentamos esse governo. Eles diziam o tempo todo nessa imprensa paga do Piauí, que custa ao povo R$ 40 milhões por ano, que a oposição não teria candidato. Hoje, nós somos um mar de gente aqui. Um mar de gente para enfrentar um mar de lama. Porque o mar de lama é o que representa esse governo", disparou.

Deputado condenou escândalos no governo (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica)

O candidato mencionou a operação Topique, da Polícia Federal, deflagrada na quinta-feira (2), que apontou a existência de um esquema criminoso de desvios de recursos públicos e fraudes em licitação na Secretaria de Educação do Estado. Para ele, a operação é a maior investigação de corrupção da história do Piauí e configura-se como a Lava Jato piauiense.

Ao finalizar, o agora candidato prometeu fazer o Piauí ser respeitado no Senado Federal.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
PARLAMENTO
ALEPI TEVE IRMÃOS DEPUTADOS AO MESMO TEMPO
ALEPI TEVE IRMÃOS DEPUTADOS AO MESMO TEMPO
VOTAÇÃO
FARTO NA FARTURA
FARTO NA FARTURA
PARLAMENTO
EM 196 ANOS, 15 MULHERES FORAM ELEITAS PARA ALEPI
EM 196 ANOS, 15 MULHERES FORAM ELEITAS PARA ALEPI
PIAUIENSE
SITE COLOCA CIRO COMO PROVÁVEL CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DO SENADO
SITE COLOCA CIRO COMO PROVÁVEL CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DO SENADO