Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
JUIZ PROÍBE MANIFESTAÇÕES NA FRENTE DA CASA DE FIRMINO

PREFEITO RECORREU À JUSTIÇA APÓS PROTESTO COM GRITOS, FOGUETÓRIO E XINGAMENTOS EM FRENTE À SUA CASA EM PLENA PANDEMIA DA COVID-19

10/06/2020 09:14 - Atualizado em 10/06/2020 09:48

Prefeito buscou a Justiça após ato em frente sua casa (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

O juiz de direito Raimundo José de Macau Furtado, da 1º Vara Cível da Comarca de Teresina, proibiu três pessoas de promoverem qualquer tipo de manifestação na frente da casa do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB). Os afetados com a decisão são os empresários André Baía, Fernando Aguiar e Luciano Pinheiro Carvalho.

A decisão é resultado de uma ação de reparação impetrada pelo prefeito Firmino e pela primeira-dama e deputada estadual Lucy Soares (Progressistas). O casal foi alvo de um protesto em tom de intimidação na frente da casa deles no último dia 1º. Os três réus, conforme acusa Firmino e Lucy, organizaram o protesto.

Se descumprirem a decisão e voltarem a promover atos no local, os três terão que pagar multa de R$ 10 mil cada. Firmino e Lucy alegaram que André Baía e os demais, durante o estado de calamidade pública em Teresina, lhe perturbaram o sossego e a tranquilidade do casal fazendo buzinaço acompanhado de gritos, foguetes, xingamentos e som alto.

O PROTESTO

Indignado com as medidas de isolamento social que restringem o funcionamento do comércio e de empresas, um grupo de empresários foi até a frente da casa do prefeito Firmino Filho e da primeira-dama Lucy no dia 1º deste mês. Já era noite quando eles promoveram um buzinaço, soltaram foguetes e gritaram na porta do prefeito.

No mesmo dia, o prefeito prometeu levar o caso à Justiça por entender que aquele era um ataque à sua família e uma perturbação aos seus vizinhos. 

"Nesses quase 30 anos de vida pública, já enfrentei muitos adversários. Mas nunca, nunca nenhum deles chegou ao ponto de agredir meu lar e minha família como acabou de acontecer em frente a minha casa. Protestos, críticas e divergências fazem parte da vida pública das pessoas, mas nada justifica esse tipo de atitude vil e covarde, ", disse o prefeito na ocasião.

LEIA TAMBÉM:
"Atitude vil e covarde", desabafa Firmino

ANTERIOR

MAURO TAPETY VENCE COVID-19 E DEIXA HOSPITAL

PRÓXIMA

MERLONG JÁ FOI EXONERADO PARA TOMAR POSSE NA CÂMARA