Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
"ATITUDE VIL E COVARDE", DESABAFA FIRMINO

PREFEITO FOI ALVO DE PROTESTO COM AMEAÇAS EM FRENTE SUA RESIDÊNCIA EM TERESINA. VÁRIAS AUTORIDADES E ATÉ O GOVERNADOR REPUDIAM O ATO.

01/06/2020 21:56 - Atualizado em 01/06/2020 22:23

Prefeito da capital reage à covardia de manifestantes (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), fez um desabafo nesta segunda-feira (1º) após manifestantes terem ido até a frente da casa dele na capital para ameaçá-lo e incomodar sua família e seus vizinhos. Eram manifestantes que são contra as medidas adotadas pela prefeitura para conter o avanço do novo coronavírus e que defendem a reabertura do comércio justamente no momento mais grave da pandemia no Estado e na capital.

Muitos deles gritavam que Firmino não terá sossego enquanto não ceder à pressão de empresários para reabrir o comércio. No Twitter, o prefeito afirmou que em seus 30 anos de vida pública já enfrentou vários adversários, mas nunca nenhum deles chegou ao ponto de agredir seu lar e sua família como fizeram agora. Para o prefeito, o ato foi vil e covarde.

"Nesses quase 30 anos de vida pública, já enfrentei muitos adversários. Mas nunca, nunca, nenhum deles chegou ao ponto de agredir meu lar e minha família como acabou de acontecer em frente a minha casa. Um desrespeito não apenas à minha mulher e aos meus filhos, mas também aos meus vizinhos, que há décadas me conhecem e são testemunhas do respeito que sempre tive pelo espaço privado das famílias. Protestos, críticas e divergências fazem parte da vida pública das pessoas, mas nada justifica esse tipo de atitude vil e covarde, especialmente em momentos como esse, em que quase 100 teresinenses e 30 mil brasileiros perderam suas vidas para a Covid-19", desabafou o prefeito.

Na postagem, Firmino diz que os responsáveis pelo protesto que ele classifica como criminoso serão acionados na Justiça. "Os responsáveis por essa ação criminosa já foram identificados e terão que responder na Justiça. Aos teresinenses, fortaleço ainda mais minha missão de lutar por cada vida nessa cidade. Vamos vencer juntos. E com honra", finalizou.

A manifestação com tom de ameaça ao prefeito de Teresina foi repudiada por diversas lideranças políticas. Até mesmo o governador Wellington Dias (PT) se solidarizou com Firmino. 

"Solidarizo-me com o prefeito Firmino Filho, que sofreu ataques de um grupo de manifestantes em frente a sua residência, atingindo sua privacidade e família. Entendo a aflição dos empresários e os ânimos acirrados, mas não podemos transformar nossas ruas em campo de guerra", escreveu o petista ao apoio ao gestor tucano.

ANTERIOR

BOLSONARO DEVE DESEMBARCAR EM SÃO RAIMUNDO NONATO NO DIA 10

PRÓXIMA

DR. PESSOA: “NÃO DEVERIA TER UM DIA SEQUER DE FECHAMENTO DO COMÉRCIO”