Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
O VERDADEIRO PARADOXO

GOVERNO DO PIAUÍ DIZ QUE SOBRA DINHEIRO PARA EDUCAÇÃO BÁSICA, MAS ESTADO TEM SEGUNDA MAIOR TAXA DE ANALFABETOS DO BRASIL

24/07/2020 12:59 - Atualizado em 24/07/2020 13:14

Governo diz que sobra dinheiro na educação (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Enquanto o governador Wellington Dias (PT) afirma que está sobrando dinheiro para investir em educação básica no Piauí, o estado tem a segunda maior taxa de analfabetos do Brasil.

Segundo dados de 2019 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Piauí vem mantendo um desempenho estável ao longo dos anos entre o público de 15 anos ou mais que não sabe ler um simples bilhete. Por isso, apresentou taxa de 16,6% de analfabetismo, mais que o dobro da média nacional. Só perdeu para Alagoas, com taxa de 17,2%

Mesmo assim, o Governo do Piauí alega, numa ação em pede para usar dinheiro do precatório do Fundef na saúde, que o Estado tem dinheiro sobrando para investir em educação.

“Vive o Estado do Piauí, portanto, um paradoxo: se, por um lado, minguam recursos para o enfrentamento da crise da Covid-19 e de suas consequências sanitárias, sociais e econômicas; por outro flanco, sobejam recursos para investimento em educação básica, após o creditamento dos valores executados no precatório”, diz um trecho da ação.

Paradoxo mesmo é ter dinheiro sobrando para investir em educação e continuar com um dos maiores índices de analfabetismo do Brasil.

ANTERIOR

REJANE DIAS TESTA POSITIVO PARA COVID-19

PRÓXIMA

OPOSIÇÃO NA CRÍTICA E NA PRÁTICA