Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
BRIGA VALENCIANA

GRUPOS DE OPOSIÇÃO BRIGAM PELO PODER NA CIDADE DE VALENÇA E RACHA ENTRE EX-ALIADOS TEM AGITADO BASTIDORES POLÍTICOS NA REGIÃO

06/03/2020 11:23 - Atualizado em 06/03/2020 12:10

Venício do Ó e Marcelo Costa são ex-aliados (Fotos: Reprodução/Facebook)

A disputa pela prefeitura de Valença do Piauí, a 210 km de Teresina, promete ser uma das mais agitadas do interior do Estado em 2020. A eleição no município de 20 mil habitantes desperta interesses de grandes caciques da política piauiense. Até agora, a cidade conta com quatro pré-candidatos a prefeito e o clima começa a ficar acirrado.

A atual prefeita Ceiça Dias (Solidariedade) vai para a reeleição e é o principal nome a ser batido. No entanto, a tensão entre outros dois grupos tem causado surpresa em Valença.

Trata-se de Marcelo Costa, segundo colocado em 2016, e o grupo de Carmelina do Ó. Carmelina é mulher do prefeito de Pimenteiras, Venício do Ó (PTB), que tenta eleger a esposa em Valença. Ele é o comandante da empreitada pela prefeitura. É o chefe da campanha.

A candidatura de Carmelina ainda desperta dúvida, já que o fato de ser mulher de um prefeito, ainda que de outra cidade, pode implicar em inelegibilidade. Mesmo assim, o grupo de Venício na cidade de Valença vem trabalhando há algum tempo o nome de Carmelina.

Venício do Ó quer eleger a esposa Carmelina (Foto: Reprodução/Internet)

Na região, Venício tem externado o desejo de ser candidato a deputado federal em 2022 e por isso quer emplacar a mulher para tentar manter dois currais eleitorais: o de Valença e o de Pimenteiras. Com influência nos dois municípios, ele acha que pode ter alguma chance na cena política estadual, daí a intenção de colocar a mulher no poder.

EX-AMIGOS E BRIGA DE GATO E RATO

Venício do Ó e Marcelo Costa são ex-aliados que agora brigam pelo poder em Valença. Embora Venício diga que é amigo de Marcelo há 20 anos, na prática a amizade que os dois nutriam entre si parece ter acabado devido à briga pelo poder político em terras valencianas.

Interessante é que nenhum deles é natural de Valença. Aliás, não são naturais nem mesmo do Piauí. Venício saiu do Ceará e afirma que foi o responsável por trazer Marcelo para o Piauí e colocá-lo na política. Marcelo é natural de Quebrangulo, município do interior de Alagoas.

Recentemente, Marcelo disse em uma rádio que não é objeto para ter sido trazido por Venício e contestou a versão reverberada pelo ex-amigo. Ele também ataca o fato Venício querer lançar a esposa em Valença e diz que o antigo aliado está "bagunçando" o processo eleitoral.

Em 2016 eles estavam juntos. Depois do afastamento, se estranharam. Marcelo e o grupo de Venício tem trocado farpas em rádios e em redes sociais. Juntos, eles foram derrotados na campanha passada, mas cada um acredita que agora pode vencer sem o apoio do outro em 2020, tarefa que não costuma ser fácil diante de quem está no poder e busca reeleição.

Marcelo diz que Venício está "bagunçando" (Foto: Reprodução/Portal V1)

PERDEU POR MAIS DE MIL VOTOS

Rachado com seu antigo aliado Venício, Marcelo Costa vai tentar novamente a prefeitura de Valença e quer reunir a oposição em seu palanque. Em 2016, ele perdeu para a atual prefeita Ceiça Dias por uma diferença 1.200 votos. Marcelo se filiou ao Progressistas e confia na força do senador Ciro Nogueira para sua nova tentativa de chegar à prefeitura.

Marcelo conseguiu reunir algumas lideranças que não estavam com ele em 2016, já que grupos contrários à Ceiça Dias estavam divididos em dois palanques naquela eleição. No entanto, Venício tenta "botar catinga" nas alianças dizendo que essas mesmas lideranças fizeram Marcelo perder há quatro anos. A atitude de Venício tem irritado Marcelo.

Se confirmadas as candidaturas de Marcelo Costa e Carmelina do Ó na oposição, quem deve se beneficiar é a atual prefeita Ceiça Dias. A gestora tem sua campanha coordenada pelo filho Marcos Vinícius, vice-presidente estadual do Solidariedade. Ceiça conseguiu recentemente a adesão do grupo do ex-deputado federal Marllos Sampaio, do MDB. Na cidade, um ex-vereador ligado ao deputado estadual Franzé (PT) também fechou com Ceiça.

A eleição em Valença do Piauí é uma das prioridades da direção do Solidariedade no estado. O presidente regional do partido, deputado estadual Evaldo Gomes, tem participado de forma direta das tratativas sobre a sucessão municipal valenciana. Enquanto os grupos de Marcelo Costa e Venício do Ó se atacam, a prefeita vai tentando pavimentar a reeleição.

Notícias relacionadas
MARGARETE CELEBRA ANIVERSÁRIO DO PARQUE SERRA DA CAPIVARA
MARGARETE CELEBRA ANIVERSÁRIO DO PARQUE SERRA DA CAPIVARA
PREFEITURA DE DOM INOCÊNCIO ANUNCIA LOCKDOWN
PREFEITURA DE DOM INOCÊNCIO ANUNCIA LOCKDOWN
PROFISSIONAIS DE SAÚDE AMEAÇAM ENTREGAR CARGOS EM FLORIANO
PROFISSIONAIS DE SAÚDE AMEAÇAM ENTREGAR CARGOS EM FLORIANO
CONVENÇÕES VIRTUAIS: SEM FESTA NO INTERIOR
CONVENÇÕES VIRTUAIS: SEM FESTA NO INTERIOR