NOTÍCIAS

REGINA SOUSA DIZ QUE PT DEVE FOCAR EM TERESINA

GOVERNADORA DIZ VER COM NATURALIDADE LIDERANÇA DE SÍLVIO MENDES EM PESQUISAS, MAS ACREDITA QUE RAFAEL VAI REVERTER DIFERENÇA E VENCER AS ELEIÇÕES

24/08/2022 13:00

A Governadora do Piauí, Regina Sousa (PT), avaliou o desempenho do candidato do partido a sua sucessão no Palácio de Karnak nas eleições de 2022. Em entrevista ao Política Dinâmica, a gestora disse que vê com naturalidade a liderança do principal adversário do PT nestas eleições, já que ele [Sílvio Mendes] é mais conhecido que o candidato do partido Rafael Fonteles.  

Regina Sousa admite que adversário está na liderança das intenções de voto da capital, mas acredite que candidato do PT vai virar o jogo na reta final das eleições (foto: Jailson Soares/PD)

Uma das últimas pesquisa mais comentadas sobre a disputa pelo Governo do Estado foi divulgada na última segunda-feira (22/08) pela TV Clube e realizada pelo Instituto IPEC. O levantamento mostrou que o candidato Sílvio Mendes (União Brasil) lidera as intenções de voto para o Governo com 38% e Rafael Fonteles (PT) aparece com 23%.

“É natural que o candidato adversário esteja na frente no sentido que ele é mais conhecido, já foi prefeito de Teresina [Sílvio Mendes]. Mas, temos ai 40, hoje 39 dias para fazer uma campanha mais intensa em Teresina. Vem aí os programas de rádio e tv que vão ajudar também. Então, nós avaliamos como uma coisa esperada”, disse Regina.

A Governadora disse também que existem outras pesquisas que colocam Rafael na frente e todas tem que serem respeitadas. Na última segunda-feira (22/08) o Partido dos Trabalhadores também divulgou uma pesquisa do Instituto Datamax, tendo como contratante o sistema Jet de Radiofusão Ltda/ TV Antena 10, que trouxe como resultado da pesquisa estimulada que 48% afirmaram que votariam em Rafael Fonteles para o Governo do Piauí. Já em segundo lugar na pesquisa ficou o candidato Sílvio Mendes citado por 42% dos entrevistados.

Candidatos Sílvio Mendes e Rafael Fonteles focam suas ações na capital e realizam ações de campanha no mesmo dia no bairro Promorar, zona Sul de Teresina (foto: ascom)

“E tem também pesquisas e pesquisas, a gente respeita todas, mas cada uma tem um método de expressão aritmética. (...) Tem muita disparidade que a gente nunca sabe qual é a que tá certa, certa e nem que tá errado, errado. É respeitar e vamos ver no final a que prevalece”, argumentou a governadora.

ESTRATÉGIA DO PARTIDO

Segundo a governadora, a estratégia do PT é intensificar os trabalhos nesses cerca de 40 dias que restam para o fim da campanha. “Temos ainda 39 dias de tempo para trabalhar, ele [Rafael] sabe que em Teresina, o candidato Sílvio é mais conhecido. É natural que em Teresina tenha essa vantagem, mas com certeza a gente reverte. Toda semana a equipe se reúne e ver as melhores estratégias”, destacou Regina.

Charge do Jônatas/Política Dinâmica reflete momento atual das eleições no Piauí (foto: reprodução)

A candidata disse ainda que o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, a tendência é que Rafael fique mais conhecido, além disso, será possível massificar o apoio que ele tem do ex-presidente e candidato a reeleição Luís Inácio Lula da Silva.  

Matéria relacionada:
PT USA TROPA DE CHOQUE EM TERESINA

Comente