NOTÍCIAS

PT REFORÇA TIME NA CAPITAL

RAFAEL FONTELES RECEBE VEREADOR DO PP E MAIS 16 PARLAMENTARES DURANTE ENCONTRO DA SUA BASE POLÍTICA EM TERESINA

27/06/2022 09:18

A disputa para quem tem mais apoio político continua na pré-campanha para o Governo do Estado do Piauí. Os dois pré-candidatos que polarizam a disputa pelo Palácio de Karnak, neste momento, priorizam a formação de alianças para fortalecer suas bases na disputa pelo voto do eleitor. Esse último, o eleitor, é quem realmente mais importa no dia 2 de outubro.

Pré-candidato Rafael mostra alianças que vem fazendo na capital (foto: redes sociais)Neste fim de semana o pré-candidato do PT, Rafael Fonteles, que busca continuar a hegemonia do partido à frente do executivo que já dura mais de 16 anos, fez questão de mostrar que conta com o apoio de 17 dos 29 vereadores de Teresina.

Num encontro em sua residência na capital, o pré-candidato reuniu 17 parlamentares e suplentes de vereadores de Teresina. O quantitativo é relevante para pré-campanha petista, que nas pesquisas de intenção de voto aparece em desvantagem na capital quando disputa contra o pré-candidato ao governo Sílvio Mendes (União Brasil). 

(Matéria relacionada:  A RESPOSTA DE SÍLVIO MENDES)

Estiveram presentes no encontro os vereadores Bruno Vilarinho (PTB), Dudu (PT), Enzo Samuel (PDT), Joaquim Caldas (MDB), Deolindo Moura (PT), Elzuíla Calisto (PT), Levino de Jesus (Republicanos), Poliana Rocha (PV), Zé Filho (Republicanos), Roberval Queiroz (União Brasil), Neto do Angelin (PP), Luís André (União Brasil), além dos suplentes Eduardo Draga Alana (PSD), Décio Solano (PT), Daniel Carvalho (MDB), Gustavo Gayoso (Solidariedade), Italo Barros (PSDB) e Inácio Carvalho (MDB).

Apoio à campanha de Rafael Fonteles foi comemorado com almoço, mas membros de partido aliados à oposição temem uma indigestão (foto: redes sociais)

Vale ressaltar a presença no encontro de vereadores do Partido Progressista (PP). O ministro-Chefe da Casa Civil, senador Ciro Nogueira (PP-PI), é líder nacional do partido e principal apoiador da pré-campanha de Sílvio Mendes (União Brasil), poderá alegar a infidelidade partidária de membros do seu partido que estão no time oposto. Outra situação inconveniente para campanha de Sílvio é a presença de vereadores do seu partido União Brasil no time de Rafael. Por outro lado, tem vereador que tem pousado para foto do lado de ambos os pré-candidatos.

Comente