Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
ÁGUA INVADE SALA DE PARTO NA MATERNIDADE EVANGELINA ROSA

DIREÇÃO DA MATERNIDADE CLASSIFICOU SITUAÇÃO COMO PONTUAL E DISSE QUE PROBLEMA É COMUM EM QUALQUER TIPO DE EDIFICAÇÃO

03/11/2020 12:39 - Atualizado em 03/11/2020 14:13

Servidores fizeram imagens da água entrando na Maternidade Dona Evangelina Rosa

As fortes chuvas que caíram na cidade de Teresina nesta terça-feira (3) voltaram a escancarar a precariedade estrutural na Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER). 

Imagens feitas por servidores da unidade de saúde e por usuários mostram água em diversos pontos no interior da maternidade. A água entrou principalmente pelo teto.

Em uma das salas de parto os servidores tiveram que usar baldes para aparar a água que caía sem parar. A situação causou transtornos para pacientes, funcionários e acompanhantes.

Gerida pelo Governo Estadual, a Dona Evangelina Rosa é a maior maternidade pública do Piauí e convive há vários anos com sérios problemas, tanto estruturais quanto administrativos.

DIREÇÃO CONSIDERA PROBLEMA "COMUM"

Por meio de nota, a direção da Maternidade Dona Evangelina Rosa classificou a invasão da água pelo teto como "pontual" e disse que isso é "comum em qualquer tipo de edificação". A direção informou ainda que uma equipe que fica de plantão 24 horas já está fazendo os reparos.

"A diretoria da Maternidade dona Evangelina Rosa (MDER) informa que a unidade teve problemas pontuais nesta manhã de terça-feira em decorrência da forte chuva que caiu em Teresina. É importante ressaltar que a Maternidade tem uma equipe de manutenção a postos 24 horas para sanar problemas pontuais e já se encontra trabalhando nos reparos. Lembramos ainda que esse tipo de problema é comum em qualquer tipo de edificação."

Comente!

ANTERIOR

CONFESSARAM NO PALANQUE E PERDERAM NAS URNAS

PRÓXIMA

MOSQUITO, PITCHULA, HULK: OS POUCOS ‘ENGRAÇADOS’ QUE SE ELEGERAM NO PIAUÍ