ACABOU O CASAMENTO POLÍTICO

DOUTOR PESSOA ELEVA O TOM E DIZ PARA O DEPUTADO THEMÍSTOCLES PARAR DE “LENGA LENGA” EM BUSCA DE APOIO

Redação Redação
15/07/2021 13:03 - Atualizado em 16/07/2021 09:22

A relação entre o prefeito de Teresina, Doutor Pessoa (MDB), e o presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Themístocles Filho (MDB), está cheia de atritos e tá “por um fio”. Nesta quinta-feira (15), o gestor municipal participou de uma ação política da prefeitura no campo do Bariri, zona Norte da capital, e quando foi falar com a imprensa acabou sendo questionado sobre a relação com seus colegas partidários e logo elevou o tom, se mostrando indignado com o que chamou de “lenga lenga” do deputado Themístocles.

“Tenho visto na televisão um grande amigo. Toda vez que meu amigo vai na televisão diz que o Pessoa foi ajudado e não é possível que agora que estou precisando dele. Vejo o Temístocles dizendo ele vai reconhecer. Não, eu sou seu amigo, estou no MDB, mas não fique aqui, alegando uma coisa que já tá cansando (sic)”, reclama Doutor Pessoa.

Jogou os pés: Pessoa descarta Themístocles alegando que também já lhe ajudou (fotos: Jailson Soares | Política Dinâmica)

O prefeito da capital ainda afirmou que já ajudou Temístocles na eleição para presidência da Assembleia, além de já te ajudado também o governador Wellington Dias (PT), o ex-governador. “Quero que pare esse lenga lenga de que 'ele é quem sabe', 'é do MDB', 'eu ajudei ele'... você também já foi ajudado pelo Doutor Pessoa”, afirma o prefeito.

As declarações de Pessoa foram feitas após o deputado Themístocles ter dito em entrevista à imprensa, dias atrás, que espera o apoio do prefeito em 2022. O presidente da Alepi que ter o máximo de apoio possível para emplacar seu nome como candidato à vice-governador na chapa encabeçada pelo secretário de Fazenda, Rafael Fonteles (PT), que deverá ser a indicação do governador Wellington Dias (PT) na disputa ao governo.

Em sua declaração, Themístocles “cobrou” que Pessoa declare apoio à pré-campanha dele e do secretário Rafael, lembrando que na campanha para Prefeitura de Teresina em 2020, o deputado esteve ao lado e até conseguiu apoios para eleição do atual prefeito e do vice Robert Rios (PSB). Esse último já teve diversas desavenças políticas com o PT e pode ser uma “pedra no sapato” da Prefeitura no apoio à campanha do candidato de Wellington Dias em 2022.

Comente!

ANTERIOR

PTB NA PREFEITURA E FORA DO GOVERNO

PRÓXIMA

PRESIDENTE QUER 'APURAÇÃO ABERTA'