Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
ELEIÇÕES 2018
"INDISCUTIVELMENTE THEMÍSTOCLES"

DEPUTADO ZÉ SANTANA AVALIA QUE NÃO HÁ OUTRA -- NEM MELHOR -- OPÇÃO PARA O GOVERNADOR WELLINGTON DIAS QUE INDICAR SEU AMIGO THEMÍSTOCLES FILHO PARA A VAGA DE VICE

06/02/2018 09:46

Santana acredita que o PMDB é imbatível na indicação da vice de Wellington Dias e que base aliada vai compreender isso (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

"O PMDB terá a vaga de vice, indiscutivelmente, na chapa do governador Wellington". Esta certeza é do deputadoZé Santana, atual secretário de Assistência Social do Piauí, e se baseia "na força do partido e na convivência pacífica o governador e com o PP", explica. Santana aponta que apesar de todo o burburinho sobre a disputa entre emedebistas e progressistas pela vaga, é do interesse de Ciro ter o partido votando em sua reeleição.

Assim, a indicação da vice não deve espantar os progressistas da base aliada nem poderia ser utilizada como justificativa para um remoto desembarque.

Para o deputado Santana, tanto Wellington Dias quanto Ciro NOgueira precisam do apoio -- e dos votos -- dos deputados do PMDB, que por sua vez já fecharam questão em torno do nome de Themístocles Filho para vice (foto: Marcos Melo | PoliticaDinamica.com)

Em entrevista ao Política Dinâmica, Santana apontou que uma divisão da base colocaria em risco os projetos de reeleição de Wellington Dias e Ciro Nogueira. Ele considera, ainda, que não seria justo com o conjunto de partidos aliados dar a uma única sigla -- no caso, ao Progressistas -- duas vagas das 4 disponíveis na chapa majoritária.

Veja o vídeo!


Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
CÂMARA DE TERESINA
ANTECIPANDO PAGAMENTOS
ANTECIPANDO PAGAMENTOS
TERESINA
PROJETOS GARANTEM RECURSOS
PROJETOS GARANTEM RECURSOS
SEGURANÇA PÚBLICA
PIOR GESTÃO DOS ÚLTIMOS 30 ANOS
PIOR GESTÃO DOS ÚLTIMOS 30 ANOS
EMPRÉSTIMOS
“CAIU NA CONTA DO ESTADO, É DO ESTADO”
“CAIU NA CONTA DO ESTADO, É DO ESTADO”